Presidente do conselho de administração da Vale doa dinheiro ao PT, diz coluna

Segundo a coluna de Guilherme Amado no Metrópoles, em meio ao processo de sucessão no comando da Vale, sob fortíssimo interesse do governo, o presidente do conselho de administração da mineradora deu uma demonstração de proximidade de generosidade com o Partido dos Trabalhadores (PT). A coluna aponta que Daniel André Stieler, presidente do conselho desde abril de 2023, fez uma doação pessoal de R$ 20 mil ao partido, conforme prestação de contas do PT ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O repasse de Stieler aos cofres petistas foi feito em 19 de março, por meio de uma transferência eletrônica.

O Metrópoles acrescenta que além de presidente do conselho de administração, colegiado composto por 13 conselheiros, que definirá o novo CEO da Vale até o fim de 2024, Daniel Stieler é coordenador do comitê de Indicação e Governança da mineradora e membro do comitê de Alocação de Capital e Projetos da companhia.

Ainda de acordo com a coluna de Amado, Stieler foi presidente do fundo de pensão do Banco do Brasil, a Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil (Previ), de junho de 2021 a fevereiro de 2023 – ou seja, foi eleito e cumpriu a maior parte de seu mandato sob o governo Jair Bolsonaro. Como mostrou a coluna em março, Stieler se declarou à Vale “pessoa politicamente exposta”.

Assim como Daniel Stieler, outro que aparece na lista de doadores do PT é Henrique Jäger, presidente da Fundação Petrobras de Seguridade Social (Petros), fundo de pensão da Petrobras. Jäger também doou R$ 20 mil ao partido, complementa o Metrópoles.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias