Dia: 8 de maio de 2018

Nenhum acertador na Mega Sena de hoje (8)

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.038 da Mega-Sena, realizado nesta terça-feira (8) na cidade de Santa Terezinha de Itaipu (PR). O prêmio acumulou.

Veja as dezenas sorteadas: 0625263538 40.

A quina teve 28 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 65.960,70. Outras 2.768 apostas acertaram a quadra; cada uma receberá R$ 953,18.

Excepcionalmente, serão três concursos nesta semana, como parte da “Mega Semana das Mães”. Além do sorteio de terça, haverá um na quinta (10) e outro no sábado (12). Normalmente, os sorteios ocorrem às quartas e sábados.

No concurso 2.039, na próxima quinta, o prêmio é estimado em R$ 30 milhões.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Moro aponta Henrique Alves como um dos beneficiários de desvio de R$ 200 milhões

Chamada de Operação Deja Vu, a 51ª fase da Operação Lava Jato investiga se US$ 54,5 milhões (cerca de R$ 200 milhões), de um contrato de US$ 825 milhões envolvendo Petrobras e Odebrecht, tiveram como destino propinas pagas a executivos da estatal e a partidos políticos. No despacho, o Juiz Sérgio Moro afirma que pagamentos teriam sido feitos “especificamente” a Eduardo Cunha, Henrique Eduardo Alves e João Vaccari Neto.

O contrato suspeito previa a prestação de serviços de reabilitação, construção e montagem, diagnóstico e remediação ambiental, elaboração de estudo, diagnóstico e levantamentos nas áreas de segurança, meio ambiente e saúde em nove países, além do Brasil.

Entre os investigados estão os ex-integrantes da área internacional da Petrobras Aluísio Teles Ferreira Filho, Rodrigo Zambrotti Pinaud e Ulisses Sobral Calile. Segundo os investigadores, com a ajuda de operadores financeiros, cerca de US$ 24 milhões tiveram como destino contas de agentes públicos ligados à Petrobras. Mais US$ 31 milhões teriam como destino pessoas que se diziam intermediários de políticos ligados ao então PMDB (atual MDB). Há, ainda, a suspeita de que o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, tenha recebido parte dos recursos.

A Polícia Federal informou que cerca de 80 policiais estão cumprindo 23 ordens judiciais nos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e São Paulo. De acordo com o delegado da Policia Federal Igor Romario de Paula, foram cumpridos os 17 mandados de busca. Dos mandados de prisão, foram cumpridos três preventivas e uma temporária. Há ainda uma preventiva em aberto porque o investigado está no exterior – embora ainda não seja considerado foragido.

“O que se pretende é buscar elementos para aprofundar as investigações sobre o contrato celebrado entre a Petrobras e a Odebrecht. Informações privilegiadas foram concedidas por executivos da Petrobras aos da Odebrecht que [em retorno] prometeram uma série de benefícios ilícitos”, disse, durante coletiva de imprensa, o procurador do Ministério Público Federal Roberson Pozzobon. Na época, o diretor da área internacional da Petrobras era Jorge Zelada, já condenado por fraudes em contratos da petrolífera.

Pozzobon explicou como foram os primeiros passos para o desvio dos recursos. “Aluísio Teles [engenheiro da Petrobras que viria a ser gerente do contrato] contatou executivos da Odebrecht para ver se havia interesse da empreiteira no contrato [para a prestação de serviços de segurança, meio ambiente e saúde]. Quando a Odebrecht manifestou interesse, foi dito que 3% teriam de ser pagos a pelo menos três executivos da estatal”, disse o procurador, referindo-se aos então integrantes da Petrobras internacional Aluísio Teles Ferreira Filho, Rodrigo Zambrotti Pinaud e ao técnico de inspeção de equipamentos, transferido da Transpetro para a Petrobras exclusivamente para tomar parte na licitação, Ulisses Sobral Calile.

Ao aprofundar as investigações, foram verificados ajustes nos contratos e repasses a operadores João Augusto Rezende Henriques e Ângelo Tadeu Lauria, que seriam ligados ao MDB – na época, PMDB. “Em uma das reuniões, esses agentes se apresentavam como intermediários de pagamentos a políticos do PMDB. O destino desses recursos será alvo de investigações. Nossa suspeita é de que os pagamentos do PMDB eram direcionados ao Eduardo Cunha [ex-deputado pelo PMDB, que presidiu a Câmara dos Deputados durante o impeachment da presidente Dilma Rousseff], e os do PT para João Vaccari Neto”, completou o procurador Julio Carlos Motta Noronha.

Pozzobon explicou como foi o direcionamento da licitação. “A Odebrecht foi contemplada a partir de informações privilegiadas da Petrobras, permitindo que a empreiteira elaborasse o projeto antecipadamente para que, quando a licitação saísse, o prazo [de 35 dias] fosse curto para que as empresas internacionais concorrentes apresentassem seus projetos. A Odebrecht então buscou as empresas do cartel, no caso a OAS e a Andrade Gutirerrez, que apresentaram lances que acabaram sendo rejeitados”.

Com o contrato assinado, a diretoria internacional começou a fazer pressões para que o preço do contrato fosse inflado. “Foi apurado que o Aluísio Teles, quando já era gerente do contrato, pediu levantamento dos custos do contrato na Argentina. Na época o valor era de US$ 32 milhões. Ele considerou o valor baixo e pediu uma nova auditoria, que concluiu que havia passivos ambientais que aumentaram [o valor] para US$ 72 milhões. Esse estudo foi inclusive questionado na Argentina”, acrescentou.

Foi então feita uma apuração interna na Petrobras que, segundo os investigadores, foi conduzida de forma suspeita. Em um primeiro momento, foi instituída uma comissão para estudar por seis meses o contrato. “Do nada, essa comissão foi interrompida e constituída nova comissão, sob o argumento de que havia urgência para a contratação”, disse Pozzobon. Posteriormente, foi verificado que não havia necessidade de acelerar o contrato.

“O Jorge Zelada [então diretor da área], quando se referia ao contrato, dizia que os gerentes internacionais deveriam ‘usar e abusar’ desse contrato. Isso inverte a lógica da coisa pública, que é de baixar preços. Eles acabaram inflando os valores”, disse Pozzobon.

Com isso, US$ 24 milhões tiveram como destino agentes públicos, por meio do operador financeiro Mário Miranda, que repassou parte ao Aluísio Teles, titular de uma conta que recebeu US$ 11,5 milhões em apenas um ano. “Teles então transferiu parte da propina para conta de Ulisses Sobral, em outra conta na Suíça, e, depois, para Rodrigo Pinaud”. Também foram feitos pagamentos em espécie, segundo os procuradores.

Tanto o operador Miranda como os três executivos tiveram suas contas bloqueadas pelas autoridades suíças. No caso de Miranda, foram bloqueados cerca de US$ 7 milhões. Já Aluísio Teles teve US$ 6,2 milhões bloqueados; e Ulisses Sobral, US$ 3 milhões. Sérgio Boccaletti, que é sócio de Miranda, teve US$ 3,1 milhões bloqueados. O MPF informa atuar com o objetivo de repatriar todos esses valores, que correspondem a cerca de R$ 70 milhões.

STF está julgando denúncia da PGR contra Agripino e Rosalba

Rosalba e Agripino

A Segunda Turma do STF está fazendo hora extra hoje. Neste momento, os ministros julgam recebimento de denúncia da PGR contra José Agripino Maia e Rosalba Ciarlini.

O senador, ex-presidente do DEM, e a prefeita de Mossoró –ambos ex-governadores do RN– são acusados de ter recebido de um empresário R$ 1,15 milhão via caixa dois, garantindo à empresa dele, em contrapartida, os serviços de inspeção veicular ambiental.

Fátima Bezerra levou uma queda

E a senadora Fátima Bezerra, hein?

Caiu…

Pouco mais de 3% da mais recente pesquisa divulga em relação a anterior. E continua patinando no mesmo patamar. Não cresce. Levou uma queda.

Prazo para acertar pendências na Justiça Eleitoral acaba nesta quarta

Termina nesta quarta-feira (09) o prazo para que os eleitores de todo o país regularizem sua situação na Justiça Eleitoral e possam votar sem impedimentos este ano.

As senhas nos cartórios eleitorais serão distribuídas das 9h às 18h. Mas é melhor se apressar, pois a expectativa é de que haja uma demanda ainda maior nesses locais, que já ficaram lotados nesta terça-feira (08)

Quem anda derrapando não é Garibaldi Alves

Navegando bem em todas as pesquisas divulgadas até agora não passa pela cabeça do senador Garibaldi Alves Filho (MDB) desistir da reeleição e nem abrir da vaga para qualquer acomodação na chapa de majoritária – para governador do Rio Grande do Norte – encabeçada por Carlos Eduardo Alves. Quem ‘deveria’ assumir essa postura seria o senador José Agripino Maia que anda derrapando nas pesquisas.

Mossoró é pioneira no atendimento do BPC para usuários do Cadastro Único

O atendimento para solicitação do Benefício de Prestação Continuada – BPC, que antes era realizado no INSS, passa a ser realizado no setor de Cadastro Único do Plantão Social. A Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social e Juventude informa que os interessados nos serviço devem comparecer ao Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) mais próximo de sua residência para encaminhamento ao Plantão. O convênio torna Mossoró pioneira no processo.

Hoje para a solicitação do BPC a família precisa está inserida no banco de dados do CadÚnico. Caso não tenha cadastro, a família é inserida e automaticamente faz um agendamento junto ao INSS. “Antes a pessoa ia ao INSS e voltava para CRAS, para ir ao Cadastro Único. Esse novo processo evita que a pessoa fique indo e voltando. Agora só vai para o INSS quando agendado”, explicou a gerente do Sistema Único da Assistência Social (SUAS) Fernanda Kaline.

Educação é defendida como ferramenta para combater fake news

A Importância da Educação Midiática na formação da cidadania e no combate às notícias falsas foi a pauta da 12ª Conferência Legislativa sobre Liberdade de Expressão, realizada na manhã de hoje (8), na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Para a presidente do Instituto Palavra Aberta, Patrícia Blanco, o objetivo do debate é discutir como fazer com que crianças e adolescentes passem a interpretar, de forma correta, o conteúdo de informações que recebem, especialmente por meio das redes sociais.

(mais…)

Natal ainda não implantou Central de Libras por falta de profissionais intérpretes

A Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida da Câmara Municipal de Natal (CMN) se reuniu na tarde desta terça-feira (8) para discutir a situação da Central de Libras em Natal, que, mesmo com convênio assinado desde 2013, não foi implementada.

A Central de Libras foi um serviço público desenvolvido dentro do Plano Nacional da Pessoa com Deficiência para dar suporte aos surdos no atendimento de serviços básicos como, por exemplo, atendimentos médicos, através de convênios.

Em 2013, o Governo do Estado assinou um convênio aderindo ao Plano. Em contrapartida, coube ao ente ceder o local para funcionamento e o intérprete. O primeiro órgão que recebeu os pacotes foi a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), que entendeu que os serviços deveriam ser prestados pela Secretaria de Estado de Educação (Seec), que, por sua vez alegou que não poderia assumir por falta de condições técnicas. O caso foi devolvido para União no mesmo ano, que devolveu para o Município. A Prefeitura repassou o convênio Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas), que até hoje não colocou em prática.

A secretária Ilzamar Pereira, titular da pasta de Trabalho e Assistência Social (Semtas), argumentou que a Prefeitura do Natal não colocou em funcionamento exatamente pela falta desse profissional. Ela, inclusive, se colocou à disposição de entregar os kits que se encontram em posse da Prefeitura.

(mais…)

Vereador e miliciano estão envolvidos no assassinato da vereadora Marielle

Testemunha chave, que está ameaçada por milícia da Zona Oeste, fez revelações à polícia sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e de seu motorista, Anderson Gomes. Em três depoimentos, cujo teor foi obtido com exclusividade pelo GLOBO, ela relatou reuniões entre um miliciano, que hoje está preso em Bangu 9, e um político do Rio. As conversas, que tratavam dos prejuízos causados pelo combate da vereadora ao avanço de grupos paramilitares em comunidades de Jacarepaguá, começaram ainda no ano passado. Nos depoimentos, além do político e do chefe da milícia, também foram mencionados os nomes de outros integrantes do bando, que teriam participado da execução.

O Globo

Divulgado resultado da 1ª fase do concurso para PM e Bombeiros

Os nomes dos candidatos habilitados para a próxima fase do Concurso da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba foram divulgados nesta terça-feira (8), conforme havia sido anunciado anteriormente. Foram quase 80 mil candidatos inscritos para uma das mil vagas disponibilizadas pelas instituições. Na lista dos habilitados, serão convocados 2 mil candidatos, ou seja, duas vezes o número de vagas, para o exame psicotécnico, que está previsto para acontecer nos dias 19 e 20 de maio.

A lista com os nomes dos candidatos está disponível no site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC). Ainda conforme o edital, as demais etapas do processo de seleção estão previstas para acontecerem nos dias 18 de junho (exame de saúde), e 19 e 20 de junho (teste de aptidão física), todos de caráter eliminatório

Segunda turma mantém Geddel na cadeia

Por unanimidade, a Segunda Turma rejeitou pedido de habeas corpus da defesa de Geddel Vieira Lima.

O ex-ministro permanecerá preso. Mais cedo, os ministros também acolheram a denúncia da PGR no caso dos R$ 51 milhões.

Geddel pode começar a negociar sua delação premiada.

Obama condena decisão de Trump

O ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que havia negociado o acordo nuclear com Irã e potências mundiais, durante seus dois mandatos, condenou hoje (8) a decisão do presidente Donald Trump de retirar o país do compromisso multilateral que inclui ainda Reino Unido, França, Alemanha, China e Rússia. Obama destacou os resultados já alcançados pelo acordo, entre eles, a eliminação de 97% do estoque iraniano de urânio enriquecido, insumo que pode ser usado para fabricar bomba atômica.

“Existem poucas questões mais importantes para a segurança dos Estados Unidos do que a disseminação potencial de armas nucleares, ou o potencial para uma guerra ainda mais destrutiva no Oriente Médio. É por isso que os Estados Unidos negociaram o Plano de Ação Compreensivo Conjunto (JCPOA) em primeiro lugar”, escreveu.

Obama, criticado diretamente por Trump pelo acordo, que rotulou como “o pior da história”, afirmou que o pacto está funcionando. “Essa é uma visão compartilhada por nossos aliados europeus, por especialistas independentes e pelo atual secretário de Defesa dos EUA”, disse, referindo-se ao secretário de Defesa, James Mattis, que afirmou em algumas ocasiões que era favorável à permanência dos Estados Unidos no compromisso multilateral.

O ex-presidente afirmou que o acordo conseguiu reduzir significativamente o programa nuclear do Irã, e chamou a negociação de um “modelo para o que a diplomacia pode realizar – seu regime de inspeções e verificação é precisamente o que os Estados Unidos deveriam trabalhar para estabelecer com a Coreia do Norte”.

Resultados do acordo

(mais…)

Trump anuncia saída dos EUA do acordo nuclear com o Irã

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou hoje que o país vai deixar o acordo nuclear com o Irã. Segundo Trump, a busca do presidente iraniano Hassan Rouhani pelo controle de armas nucleares é um ato perigoso porque o país asiático “é o principal estado patrocinador do terrorismo”.

No anúncio da medida, Trump afirmou que o acordo, costurado por Barack Obama em 2015, não protegeu os americanos e permitiu que o Irã continuasse o processo de enriquecimento de urânio.

Ao retirar os EUA do acordo, o presidente americano disse que o Irã está próximo de obter armas nucleares, fato negado pelos observadores da Organização das Nações Unidas (ONU) enviados ao país, e que vai restarurar sanções “do mais alto nível”.

O Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA, em inglês) foi assinado entre Irã, Alemanha e os cinco membros permanentes com poder de veto no Conselho de Segurança da ONU (EUA, Reino Unido, França, China e Rússia). O acordo limita por 15 anos a quantidade de urânio enriquecido mantido no Irã e o número de centrífugas fazer o enriquecimento por 10 anos.

Bucha de canhão em Parnamirim

Parece que somente em Parnamirim tem 20 pré-candidatos a deputado estadual. Muita bucha de canhão.

Tangará (RN): dispensa de licitação para coleta de lixo

A Prefeitura Municipal de Tangará (RN), através da famigerada dispensa de licitação, firmou contrato emergencial de 90 dias, com a empresa PLANO A SERVIÇOS LTDA, no valor de R$ 316.579,49, que tem como sócia-proprietária a técnica de enfermagem da secretaria estadual de saúde, Mayara Roseany Dantas de Holanda.

Robinson coloca sob suspeita Instituto CERTUS

O governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria ‘colocou sob suspeita’ o Instituto de Pesquisas Certus que fez uma pesquisa encomendada pela FIERN. Robinson disse que a pesquisa é mentirosa.

Foi o que ele disse hoje em seu twitter.

O Instituto Certus não se manifestou. E quem cala…

Cala a boca, Bristot!

Ô, Gilmar Bristot!

Rapaz, com todo respeito, é melhor você ficar calado. Quando tu prevê que vai chover as chuvas se acabam. No Seridó não chove mais nada e todos os grandes reservatórios estão secos. Cadê as chuvas de maio?

É somente uma pergunta.

 

Dias Toffoli na cola de Rogério Marinho

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), enviou nesta terça-feira, 8, para a primeira instância de Natal o inquérito que investiga o deputado federal tucano Rogério Marinho. O inquérito apura suposta prática de peculato por Marinho quando ocupava o cargo de vereador da Câmara Municipal de Natal, nos períodos de março de 2003 a março de 2004 e de maio de 2005 a dezembro de 2006.

Na sexta-feira, Toffoli já havia determinado o envio de processos contra sete parlamentares para outras instâncias. A decisão desta terça foi tomada após o plenário da Corte reduzir na semana passada o alcance do foro privilegiado, no caso de deputados federais e senadores, para crimes cometidos no exercício do mandato e em função do cargo, conforme o entendimento defendido pelo ministro Luís Roberto Barroso.

“Tratando-se de crimes que não foram praticados no exercício do mandato de Deputado Federal e diante da inaplicabilidade da regra constitucional de prerrogativa de foro, remetam-se os autos a uma das Varas Criminais da Comarca de Natal/RN, para prosseguimento”, determinou o ministro, ao declinar competência em relação ao inquérito.

A reportagem entrou em contato com a defesa do deputado, mas não obteve retorno.

Ontem, o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, decidiu retirar da Corte e encaminhar para o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, a denúncia envolvendo o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) no caso da Refinaria Abreu e Lima, que fica em Pernambuco.

Foi a primeira decisão de Fachin após o plenário do STF ter restringido o foro privilegiado para deputados federais e senadores para crimes cometidos no exercício do mandato e em função do cargo.

Goianinha (RN): dispensa de licitação para limpeza pública

A Prefeitura da cidade de Goianinha (RN), através de dispensa de licitação, firmou contrato no valor de R$ 211.816,20, com a empresa PJ CONSTRUTORA LTDA, para executar os serviços de limpeza pública do Município, com vigência apenas de 30 dias (02 a  31 de março de 2018).

Câmara de Caicó decreta luto de três dias e suspende sessão desta quarta-feira

O presidente da Câmara de Vereadores de Caicó, Odair Alves Diniz decretou luto por três dias pelo falecimento a Senhora Maria Eudócia Rangel, mãe do Vereador José Rangel de Araújo, ocorrido nesta terça-feira (08).

O decreto ainda destaca que o expediente deste dia 09 de maio está facultado aos serviços da Câmara, bem como a não realização dos trabalhos da Sessão Ordinária legislativa.

Confira o decreto:

DECRETO 021 2018 LUTO OFICIAL

Em Macau, Tulio deve até a Banda de Música

A coisa tá feia lá pras bandas de Macau, onde prefeito Tulio Lemos ganhou fama de mau pagador até dos músicos da filarmônica da cidade, que já acumulam cinco meses de salários atrasados.

No único hospital da cidade, a grita é geral dos servidores contratados, inclusive dos motoristas das ambulâncias, que há meses não vêem a cor do dinheiro e estão passando por necessidades, pedindo ajuda para ir trabalhar. Macau tá sem sorte mesmo, entra e sai prefeito e o povo continua no chicote.

Amaro Sales e Flávio Azevedo eleitos para a nova Diretoria da CNI

O presidente da FIERN, Amaro Sales de Araújo, e o ex-presidente da instituição, Flávio Azevedo, foram eleitos nesta terça-feira, 08, para a Diretoria da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Amaro Sales ocupará o cargo de 1º Diretor Secretário; e Flávio Azevedo foi eleito Diretor.

O empresário Robson Braga de Andrade foi eleito para novo mandato na presidência. Em votação unânime, realizada em Brasília, o Conselho de Representantes da entidade, composto por delegados das federações das indústrias dos estados e do Distrito Federal, elegeu os integrantes da próxima administração da CNI para o período de 2018 a 2022. A posse ocorrerá em 31 de outubro.

A chapa eleita é composta por cinco vice-presidentes executivos, representando cada uma das regiões do país. São eles o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), Paulo Skaf; o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), Antonio Carlos da Silva; o presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), Francisco de Assis Gadelha; o membro do Conselho de Representantes da CNI, na qualidade de delegado da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (FIEG), Paulo Afonso Ferreira; e o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), Glauco José Côrte. (Veja abaixo a lista completa da composição da Diretoria e do Conselho Fiscal eleitos).

A votação ocorreu ao longo desta terça-feira, na sede da CNI. Após a eleição, Robson Braga de Andrade ressaltou os desafios a serem enfrentados nos próximos quatro anos. Além de reafirmar o compromisso de defender a continuidade das reformas estruturais, como a da Previdência Social, ele lembrou da importância da conclusão da agenda microeconômica e de medidas de redução da burocracia.

Ministro do STF envia inquérito contra Aécio para primeira instância

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), enviou um dos oito inquéritos contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) na Corte para a primeira instância da Justiça de Minas Gerais.

Trata-se da investigação sobre desvios nas obras da Cidade Administrativa, sede do governo mineiro. O inquérito foi aberto com base na delação premiado de executivos da empresa Odebrecht, que relataram o repasse de R$ 5,2 milhões em propina ao parlamentar. O senador Aécio Neves ainda é alvo de outros sete inquéritos no STF e figura como réu em uma ação penal desdobramento da Lava Jato.

Reservas hídricas do RN chegam a 30% e atingem meta estipulada pelo Igarn

A quadra invernosa para o interior do Estado ainda não acabou, mas as reservas hídricas acumuladas nos 47 reservatórios, com capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos, monitorados pelo Instituto de Gestão das Águas (Igarn) indicam que os estudos desenvolvidos dentro do instituto, que estipulavam uma recarga entre 20% e 30% nos volumes dos mananciais potiguares em um inverno normal foram corretos.

O Relatório da Situação Volumétrica divulgado nesta terça-feira (8) demonstra que as reservas hídricas totais já atingem 1.385.100.815 m³, o que corresponde a 31,45% dos 4,404 bilhões que o Estado acumula no total das suas reservas hídricas superficiais monitorados.

(mais…)

Os 20 milhões de reais para Haddad

O plano B do PT está sendo enterrado neste momento.

Como dissemos anteriormente, Feira e Dona Xepa prestam depoimento sobre os repasses à campanha de Fernando Haddad.

Fernando Haddad, o poste de Lula, elegeu-se em 2012 com 20 milhões de reais em depósitos clandestinos no exterior.

João Santana e sua mulher confirmaram esse fato em novo depoimento à PF.

O departamento de propinas da Odebrecht repassou 15 milhões de reais para a campanha de Fernando Haddad.

Os outros 5 milhões de reais foram pagos por Eike Batista, a pedido de Lula.

Município de Caraúbas recebe mudas de caju para replantio

A associação do Assentamento Petrolina, no município de Caraúbas recebeu essa semana 25 mil mudas de caju. Essa ação faz parte do Projeto Piloto de Cajucultura que contempla recuperar 96 hectares de cajueiro, nas comunidades de Ipueira, e Santo Antônio no município de Severino Melo e na Associação do Córrego, em Apodi.

No assentamento Petrolina, 34 famílias estão sendo beneficiadas e receberam R$ 584 mil do Governo do Estado, da Secretaria da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape), por meio do Projeto Governo Cidadão via acordo de empréstimo com o Banco mundial.

Os investimentos incluem ainda a reforma da unidade de beneficiamento de amêndoas de castanha de caju e equipamentos para a produção. “O RN é um dos principiais produtores de castanha do país, sofremos com 6 anos de seca, agora o Estado vai retomar a produção. O Governo do RN está fazendo sua parte ao investir em insumos e tecnologia neste setor econômico”, comenta Vagner Araújo, secretário da Sethas e coordenador do Projeto Governo Cidadão.

Vagner ressalta ainda que um dos objetivo desse investimento é a retomada da geração de renda desses agricultores e adianta que o Projeto vai promover rodadas de negócios com os agricultores.

Posts Recentes

Posts Recentes

Categorias