Dia: 15 de novembro de 2013

Mensaleiro teria escapado para a Itália

pizolatto

Henrique Pizzolato, ex-diretor do Banco do Brasil e condenado a 12 anos e 7 meses de cadeia no julgamento da Ação Penal 470, conhecido como ‘mensalão’, já estaria na Itália, segundo fontes ouvidas pela reportagem do Correio do Brasil, nesta sexta-feira. Pizzolato tem cidadania italiana e, segundo as leis daquele país, ele detém, em tese, o direito de ser julgado por uma corte romana. Advogados ouvidos pelo jorna disseram também que há brechas na Lei de Extradição assinada entre os dois países, que podem impedir que Pizzolato seja conduzido de volta ao Brasil, para o cumprimento das penas exigidas pelas autoridades.

Ao lado de Dilma, presidente do PCdoB faz defesa enfática de petistas presos

Renato-RabeloO presidente nacional do PCdoB, Renato Rabelo, fez uma defesa enfática às lideranças do PT condenadas no mensalão que se entregaram nesta sexta, 15, após o mandato de prisão expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF).”Reiteramos a posição de dezembro de 2012. O julgamento foi eminentemente político, se realizou sob a pressão da grande mídia, que execrou e condenou os acusados”, disse Rabelo ao Estadão.

Renato se manifestou durante o 13º Congresso do PCdoB, em São Paulo, que conta com a presença da presidente Dilma. Segundo ele, “o STF alterou a jurisprudência” e “foram negados aos réus o direito de serem julgados por duas instâncias”. Rabelo afirmou ainda que “na defesa do estado democrático de direito que nenhum cidadão pode ser condenado com base na presunção da culpa”.

Rabelo criticou ainda a “grande mídia”, a qual, segundo ele, ” busca criar um clima de regozijo que lembra a Idade Média, quando condenados na inquisição eram lançados à fogueira. O PCdoB não vê motivos para a festa e nem julga que a Justiça esteja sendo feita”, concluiu.

Oito réus condenados no mensalão se entregam à Polícia Federal

PFMais cinco réus condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão, apresentaram-se hoje (15) à Polícia Federal. O ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, apresentou-se à Superintendência da Polícia Federal em São Paulo; o publicitário Marcos Valério, Kátia Rabello, ex-presidenta do Banco Rural e o ex-deputado federal Romeu Queiroz (PTB-MG) entregaram-se em Belo Horizonte; e Jacinto Lamas, ex-tesoureiro do PL (atual PR), apresentou-se à PF, na superintendência de Brasília.

Em uma carta divulgada em seu blog, Dirceu afirma que é inocente e que foi linchado pela imprensa. “Fui condenado sem ato de oficio ou provas, num julgamento transmitido dia e noite pela TV, sob pressão da grande imprensa, que durante esses oito anos me submeteu a um pré-julgamento e linchamento”.

O ex-ministro comparou a pena atual à prisão à época da luta contra ditadura. “Esta é a segunda vez em minha vida que pagarei com a prisão por cumprir meu papel no combate por uma sociedade mais justa e fraterna. Fui preso político durante a ditadura militar. Serei preso político de uma democracia sob pressão das elites”, ressaltou. Dirceu disse ainda que continuará tentando provar sua inocência. “Ainda que preso, permanecerei lutando para provar minha inocência e anular esta sentença espúria, através da revisão criminal e do apelo às cortes internacionais”.

Mais cedo, deputado federal José Genoino se entregou também em São Paulo e Simone Vasconcelos, ex-funcionária do publicitário Marcos Valério e Cristiano Paz, ex-sócio de Valério, em Belo Horizonte. A PF pretende transferir todos os presos para Brasília durante o fim de semana em avião próprio. A execução das penas será feita pelo juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal. Os réus poderão pedir para cumprir a pena nas cidades onde moram.

Em ‘carta ao povo brasileiro’, Dirceu diz que condenação é injusta

dirceu globo

O GLOBO – Em documento intitulado “Carta Aberta ao Povo Brasileiro”, divulgado minutos depois de ter seu mandado de prisão expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-ministro José Dirceu reiterou sua inocência, disse ser vítima de uma condenação injusta e que, assim como José Genoino, se considera “um preso político de uma democracia sob pressão das elites”. Segundo ele, o julgamento da AP 470 caminha para o fim como começou: “inovando e violando garantias individuais asseguradas pela Constituição e pela Convenção Americana dos Direitos Humanos, da qual o Brasil é signatário”.

“A Suprema Corte do meu país mandou fatiar o cumprimento das penas. O julgamento começou sob o signo da exceção e assim permanece. No início, não desmembraram o processo para a primeira instância, violando o direito ao duplo grau de jurisdição, garantia expressa no artigo 8 do Pacto de SanJose. Ficamos nós, os réus, com um suposto foro privilegiado, direito que eu não tinha, o que fez do caso um julgamento de exceção e político”. Ele diz ter sido injustiçado “pela própria Justiça”.

Polícia Federal disponibiliza avião para buscar condenados do mensalão

aviao PFA assessoria de imprensa da Polícia Federal confirmou, através do seu Twitter, que disponibilizou avião para buscar os condenados do mensalão de outros estados para Brasília. A expectativa é de que o transporte dos presos ocorra ainda neste fim de semana, tendo em vista competência da Vara das Execuções Penais no Distrito Federal.

Suplicy lamenta punição e diz que não há provas contra petistas

eduardo suplicyO senador Eduardo Suplicy (PT-SP) voltou a defender, nesta quinta-feira (14), regras que assegurem a transparência e a fiscalização da sociedade sobre o financiamento das campanhas eleitorais. Em pronunciamento no plenário, ele reiterou sua disposição de lutar pela aprovação do projeto (PLS 601/2013) que obriga candidatos e partidos a divulgar, antes da eleição, o valor das contribuições recebidas e a identidade dos doadores, para que os eleitores possam saber quem são os financiadores de cada candidatura.

Suplicy referiu-se aos membros do PT condenados na Ação Penal 470, o chamado mensalão, que tiveram suas prisões decretadas na última quarta-feira pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O senador considera que não foram apresentadas provas que justificassem as condenações de José Dirceu, José Genoíno, Delúbio Soares e João Paulo Cunha, mas ponderou que o episódio exige uma reflexão profunda sobre o modelo de financiamento das campanhas eleitorais no País. “Nós do PT precisamos muito refletir sobre como prevenir, como evitar, se houve erros de procedimentos vamos justamente evitar isso”, defendeu.

‘Viva o PT’, grita Genoino ao se entregar à Polícia Federal

genoino preso

O ex-presidente do PT José Genoino acaba de se entregar à polícia nesta sexta-feira (15). Ele entrou na superintendência da PF em São Paulo pela porta da frente, acompanhado da mulher e do advogado. Diversos amigos e militantes do PT estavam em frente ao prédio e gritaram mensagem de apoio ao petista: “Viva Genoino”. Genoino, já dentro da superintendência, também gritou: “Viva o PT”.

O STF (Supremo Tribunal Federal) expediu 12 mandados de prisão contra condenados no processo do mensalão. Ainda não foi divulgada a lista com os nomes, mas o ex-ministro José Dirceu, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e o operador do esquema, Marcos Valério estão nesta primeira leva.

Genoino se apresenta à Polícia Federal cumprindo mandado de prisão

genoino mensalaoJosé Genoino está a caminho da sede da Polícia Federal, na Lapa, em São Paulo, se apresentando após a expedição de mandado de prisão proferido hoje pelo Supremo Tribunal Federal. Em seu site, Genoino postou nota pública, ontem, após as decisões do STF. Eis a nota.

Nota Pública

Com indignação, cumpro as decisões do STF e reitero que sou inocente, não tendo praticado nenhum crime. Fui condenado porque estava exercendo a presidência do PT. Do que me acusam, não existem provas. O empréstimo que avalizei foi registrado e quitado.

Fui condenado previamente numa operação midiática inédita na história do Brasil. E me julgaram num processo marcado por injustiças e desrespeito às regras do Estado democrático de direito. Por tudo isso, considero-me preso político. Aonde for e quando for defenderei minha trajetória de luta permanente por um Brasil mais justo, democrático e soberano.

José Genoino

PF diz que recebeu mandados de prisão de condenados no mensalão

O plantão da Polícia Federal em Brasília confirmou ao G1 que recebeu na tarde desta sexta-feira (15) ofícios ordenando a execução imediata das penas para condenados no processo do mensalão. Os documentos chegaram fisicamente à sede da PF por volta das 16h10 pelas mãos de dois oficiais de Justiça. A PF então, enviaria cópias por fax para as superintendências regionais nos estados onde se encontram os réus para iniciar a execução.

A PF não divulgou o teor dos documentos. Desde o início do dia, o presidente do Supremo Tribunal Federal e relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, esteve reunido com assessores para finalizar um levantamento sobre a pena que cada um dos condenados começará a cumprir. A lei não restringe o cumprimento de mandados de prisão aos finais de semana e feriados. Pelo Código de Processo Penal, apenas deve ser observada a chamada “inviolabilidade do lar”, à noite. Ou seja, se algum dos condenados estiver dentro de casa ou na casa de alguém, a polícia não pode arrombar o local para cumprir os mandados. O cumprimento à força dos mandados de prisão só pode ocorrer durante o dia.

Casa do Estudante de Caicó celebra 53 anos de fundação

casadoestudante

A Casa do Estudante de Caicó preparou dois dias de eventos para comemorar 53 anos de fundação. No dia 22 de novembro (sexta-feira), das 19 às 21 horas, acontecem apresentações de teatro e dança com a Trupe Balaio das Artes, espetáculo O Fuxiqueiro, quadrilha estilizada da Escola Hermann Gmeiner e música ao vivo.

No dia 23 (sábado) será celebrada missa de ação de graças, às 07h, hasteamento das bandeiras, coffee break e almoço de confraternização ao meio-dia com música ao vivo. Das 14h às 17h30 haverá show do grupo S de Samba e das 22h às 04h se apresentam no ginásio da Ilha de Sant’Ana Rodolfo Lopes, DJ Edmar Perez e Canindé Moreno. A entrada será gratuita.

A Casa do Estudante de Caicó foi fundada em 20 de novembro de 1960, tendo como primeiro presidente Manoel Gonçalves de Medeiros. Considerada instituição filantrópica, sem fins econômicos, a residência fica situada à travessa Padre Rafael, Centro de Caicó, sendo formada por uma diretoria com quinze  membros e quadro social formado por mais 60 sócios.

Não vou me abater e nem sair da política, diz José Dirceu

dirceu folha“Eu não vou me dobrar. Eu vou continuar lutando. Nenhuma prisão vai prender a minha consciência”, afirmou Dirceu à coluna de Mônica Bergamo. Ele ainda aguarda as conclusões do Supremo Tribunal Federal sobre como serão definidas as prisões dos réus do mensalão.

“O que eu não posso aceitar é essa coisa medieval, de inquisição. Não basta as pessoas serem condenadas, elas têm que ser linchadas? Como é que publicam a foto da minha filha de 3 anos nos jornais? Isso é proibido em qualquer lugar do mundo, é o direito de uma menor”, afirmou Dirceu quando se referia a foto divulgada nesta semana na qual ele aparece em uma praia, na Bahia.

Prefeito de Assú nega, mas secretário diz que existe emenda para recuperação da feira livre

Ivan Júnior
Ivan Júnior

Segundo contam de Assú, o prefeito Ivan Junior (PROS) está passando por um momento delicado na sua administração, obras paradas e popularidade em baixa. No entanto, ainda se permite recursar recursos extras. Uma verdadeira batalha radiofônica foi travada entre Ivan e o deputado George Soares (PR). O parlamentar republicano disponibilizou no Orçamento Geral do Estado (OGE), em 2012, 300 mil reais em emenda para a prefeitura promover melhorais na feira livre de Assú.

O prefeito, por sua vez, foi ao rádio dizer que a emenda não existia e o governo Rosalba Ciarlini estava em dificuldades de cumprir com seus compromissos até mesmo com a folha mensal. Além isso, não iria gastar o dinheiro da prefeitura com a confecção do projeto para emenda. O secretario estadual de Desenvolvimento Econômico, Rogério Marinho, garantiu ao deputado que os recursos existem e informou, por telefone, ao prefeito e que ele poderia apresentar o projeto para não perder a emenda parlamentar.

O enxoval dos mensaleiros

Enquanto aguardam a hora de seguirem para o Centro de Prisão Provisória do Distrito Federal, os mensaleiros ao menos não terão grandes dificuldades para fazer as malas: eles poderão levar apenas duas calças, um tênis, um sapatênis, uma sandália de borracha, uma blusa de frio, dois lençóis (claros) um cobertor (sem forro), duas camisas e duas bermudas – todas brancas. José Dirceu, que costuma exibir bermudas que custam mais de 500 reais quando resolve ir à praia, deve estranhar.

20131115-143150.jpg

Deputado George Soares emite nota de pesar pela morte de jovens de Carnaubais

nota george

Entenda o caso

De Fato – Na tarde desta quinta-feira, 15, por volta das 17h, um acidente na BR 304, próximo a umas das entradas do município de Assú, deixou três universitários mortos e um em estado grave. As vítimas são todas de Carnaubais.

O acidente envolveu uma Parati, que servia de táxi, de placas NNQ 7782, de Carnaubais, no Rio Grande do Norte, e um caminhão-baú, com placas PFZ 8003, de Jaboatão dos Guararapes/PE.

A colisão foi frontal. No acidente envolvendo um táxi e um caminhão morreram no local os estudantes da Ufersa em Angicos Eltanã Fernandes de Souza e Jaécio de Souza Pereira, que seria o motorista do táxi. Marcílio Dantas foi socorrido, mas faleceu.

João Maia será homenageado na Câmara Municipal de Jardim do Seridó

joao maia carcinicultura

Por unanimidade, a Câmara Municipal de Jardim do Seridó aprovou esta semana a entrega da Comenda Antônio de Azevedo Maia ao deputado federal João Maia (PR). A indicação foi do vereador Zé da Noite, mas recebeu o apoio de todos os demais vereadores, por reconhecerem a importância da luta de João Maia pela região do Seridó.

José da Noite justificou a homenagem ao dizer que as grandes lutas do Seridó tem a presença do deputado João Maia. “É o caso do Contorno Viário de Caicó; da recuperação das principais BR’s que cortam a região como a 226 e 427, e agora recententemente a confirmação do deputado de lutar pela federalização da RN-086 beneficiando cidades como Jardim do Seridó, Carnaúba dos Dantas, Parelhas, Santana do Seridó e Equador. Em Brasília, o deputado seridoense é coordenador de toda a Bancada Federal”, justificou o autor da comenda.

Pipa 360º Graus apresenta Sambô, Uskaravelho e Sax in The House.

sambo pipa

Conhecida pelas suas belezas naturais, a praia da Pipa vem se destacado pelos eventos que realiza nos feriados. Prova disso é o PIPA 360º, que acontece sábado (16) tendo como atração principal a turma do Sambô, a festa ainda tem como atrações Uskaravelho e Sax in The House.

Pensando nisso, os organizadores do evento já planejaram uma estrutura toda especial para garantir, principalmente, segurança e conforto a quem for ao PIPA 360º, organizado e produzido pela B! Shows, Jovem Pan Natal, 98 FM, AD Shows e Bob Flash.

De acordo com Bernardo Bezerra, que integra a equipe de organização, não são apenas pessoas do RN que estão animadas com o evento e vão a Pipa no fim de semana. “Já tivemos informações e contatos com vários grupos de João Pessoa, de Recife e até de Fortaleza que já se programaram para curtir o evento e passar o fim de semana”, disse.

Inscrição para “BBB” pergunta se candidato ficaria nu ou teria relação homossexual

Para participar da edição 2014 do “Big Brother Brasil”, cujo prazo para inscrição se encerra nesta sexta-feira (15), o futuro brother ou sister deve responder a um extenso questionário com 103 perguntas, dividido em 8 partes. No formulário disponível no site do programa, o candidato ao prêmio milionário do reality deve responder se está disposto a ficar nu e se relacionar com alguém do mesmo sexo na casa e se tem ficha na polícia ou está sendo processado judicialmente.

20131115-113609.jpg

Barbosa pode decidir prisões de condenados no mensalão durante feriado

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, pode decidir no feriado ou mesmo no fim de semana as prisões dos condenados no mensalão. A expectativa, no entanto, é que as prisões ocorram a partir de segunda-feira. Como relator do caso, Barbosa usa a prerrogativa de decidir sozinho os casos dos réus e das penas em que não há mais possibilidade de recurso, sem necessariamente submeter essa análise aos demais ministros da Corte.

Mulher deixa de trabalhar por ser muito bonita

lauraBeleza é geralmente vista como uma qualidade. Mas para alguns, ao que parece, é vista mais como uma maldição. A britânica Laura Fernee, 33 anos, compartilha da segunda opinião, já que ela alega que sua beleza lhe custou o emprego. De acordo com o site Daily Mail, a doutora em pesquisas médicas teve de deixar seu emprego porque sua beleza atraia a atenção indesejada de seus colegas do sexo masculino e a inveja de outras mulheres que trabalhavam com ela. Fernee afirmou que era constantemente assediada e intimidada até decidir parar de trabalhar.

“Eu não sou preguiçosa e nem burra. A verdade é que minha beleza tem causado grandes problemas para mim quando se trata de emprego, então decidi parar de trabalhar no momento. Não é minha culpa, eu não posso mudar minha aparência”, disse ao Daily Mail. Após deixar seu emprego em um laboratório, onde trabalhou entre 2008 e 2011, Fernee recebe uma mesada de seus pais no valor de £ 2.000 (ou R$ 6.174 de acordo com a cotação do Banco Central de 17 de maio) para pagar suas contas e o aluguel de seu apartamento em Notting Hill, Londres. “Meus colegas só estavam interessados na minha aparência. Eu queria que eles reconhecessem minhas conquistas profissionais, mas tudo o que viam era um rosto e um corpo”, declarou a profissional atualmente desempregada.

Prostituta depreda carro de deputado paraibano e confusão acaba em delegacia de Brasília

carro poUm encontro de 40 prefeitos paraibanos com deputado federal Wilson Filho e o ex-senador e presidente regional do PTB paraibano, Wilson Santiago, que devem participar hoje de uma audiência, como ministro da Educação, Aluízio Mercadante (PT), acabou virando caso de polícia em uma delegacia de Brasília.

Os prefeitos e suas assessorias que estão em Brasília, desde o começo desta semana, após jantarem com o deputado paraibano, alguns assessores solicitaram do deputado seu carro com motorista para conhecerem a noite na Capital Federal. Segundo as informações, durante a madrugada foram a uma boate, também frequentada por garotas de programa. Após um desentendimento, uma prostituta de posse de um pedaço de ferro, danificou o carro do deputado Wilson Filho. O motorista de Wilson Filho, conhecido por “Severino” resolveu levar o caso para uma delegacia de Brasília, onde foi feito um acordo informal durante a madrugada.

O outro lado
Em contato com a reportagem do ClickPB, deputado federal Wilson Filho (PTB-PB) revelou, através de ligação telefônica (061-81XX-XX85) que tomou conhecimento dos fatos somente na manhã de hoje. Confirmou que havia emprestado seu veículo com o motorista de nome Severino para alguns assessores conhecerem Brasília. Disse ainda que não tinha conhecimento do destino do passeio e que nos veículos estavam alguns assessores de prefeitos paraibanos e que no momento não conseguia recordar os nomes dos envolvidos no imbróglio.

Para Lula e Dilma prisão dos mensaleiro é melhor agora

Em três horas e meia de conversa, no Palácio da Alvorada, a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva avaliaram ontem que a execução antecipada das penas dos réus petistas do mensalão é mais favorável ao governo que a prisão em 2014. Dilma quer que essa etapa do julgamento termine logo para que adversários não explorem o assunto na campanha eleitoral.

George Soares solicitará audiência pública para acabar buraqueira nas estradas do RN

george-soares-382x300O grande número de acidentes nas estradas do Rio Grande do Norte e o que fazer para garantir a segurança de quem trafega serão os principais pontos em discussão na audiência pública que o Deputado George Soares solicitará na Assembleia Legislativa do Estado.

A situação vem se agravando ano após ano e a intenção é convocar DNIT, PRF, PRE, DER e demais entidades do setor para uma discussão em torno das melhorias e maior fiscalização. A intenção do Deputado George Soares é garantir segurança à população do Rio Grande do Norte ao rodar por nossas estradas e rodovias, envolvendo população e os diversos órgãos competentes na busca por soluções efetivas.

“O que percebemos quando percorremos nosso Estado é que a situação está precária, em total abandono. As notícias de blogs e jornais deixam claro que estamos em uma gerra civil nas estradas, com muitos acidentes e vítimas fatais. É preciso melhorar a fiscalização e baixar os números de acidentes”, frisou o parlamentar.

Carlos Eduardo cumprirá seu mandato. Candidatura ao governo inexiste

Não existe candidatura do prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves ao governo do Estado nas eleições de 2014. Carlos foi eleito prefeito da capital e cumprirá o seu mandato até o final. Quem assegura é o próprio Carlos e a sua vice-prefeita e ex-governadora Wilma de Faria.

– Isso é conversa de quem deseja tumultuar o processo sucessório estadual no Rio Grande do Norte. Na opinião de ambos.

Nome de Fernando Bezerra para o governo é mais fraco do que caldo de Batata, diz prefeito

fernandobezerra2De um prefeito seridoense agoniado com a demora do PMDB em definir o nome de um pré-candidato ao governo do Estado nas eleições de 2014:

– O PMDB tem que definir esse nome logo e se juntar com a ex-governadora Wilma de Faria para forma uma chapa forte. Essa conversa de lançar o nome do ex-senador Fernando Bezerra não existe. Eleitoralmente ele está mais fraco do que caldo de batata.

Artigo: Aluízio Alves e o TCE, por Alex Medeiros

O Tribunal de Contas do RN foi instalado em 12 de janeiro de 1961, quase num contexto temporal do limbo, ao apagar das luzes do governo Dinarte Mariz e já recebendo o brilho da nova administração que começaria com Aluizio Alves.

Mas foi concebido ainda na administração do mítico líder do Seridó, que o criou em 1957. O primeiro presidente foi Vicente da Mota Neto, empossado numa conjuntura política de grande rivalidade e que pintaria o estado de verde e encarnado.

Aluízio faz parte da história do TCE como o primeiro governador a ter as contas aprovadas pelo colegiado de conselheiros e por investir na inauguração da segunda sede do órgão, erguida na Rua Seridó em substituição a da Rua Campos Sales.

Entre fatos e versões, o relacionamento do então governador Aluizio Alves com o tribunal foi dado como amistoso, para uns, e de conturbado, para outros. Há casos e causos ilustrando o que teria sido uma sequência de tapas e beijos sem fim.

É recorrente a narrativa em rodas de conversas das perseguições do pai de Henrique Eduardo contra alguns conselheiros, e tem quem conte aos detalhes o dia em que o governador mandou a pintar a fachada, por não poder limpar o TCE internamente.

Certo dia, no comecinho do ano 2000, espalhou-se por Natal, com a força de uma fofoca provinciana, e ganhou contornos de marco histórico, a irrelevante picuinha que questionava os méritos de Aluizio para receber uma medalha de honra do TCE.

Tudo por causa do nome incrustado no metal da honraria, batizada merecidamente pelos conselheiros de Dinarte Mariz, aquele que por décadas fora tido como o maior desafeto do chefe dos Alves no campo político e eleitoral, quiçá na esfera pessoal.

Os comentários à época – lá se vão treze anos – e a histeria quase socialite nas mesas dos restaurantes finos e gabinetes idem, sentenciavam o disparate dos responsáveis pelo inusitado cerimonial da comenda. Quem teria tido tão incoerente ideia?

Condenavam a atribuição do honroso título ao ex-ministro e ex-governador com o argumento de que ele teria sido um carrasco e perseguidor implacável do tribunal, além de nutrir ódio mortal – que seria mútuo – por Dinarte, o patrono da medalha.

O trem da História, porém, não tem trilhos apenas nos pergaminhos de faraós, nas enciclopédias de reis, nas atas de políticos ou nas páginas dos jornais e das revistas. Muitas vezes o comboio histórico entra por desvios e atalhos desconhecidos.

E no alternativo percurso, deixa nalguma fresta de dormentes pequenos registros que podem revelar grandes fatos. Os leitores compulsivos, os curiosos e colecionadores que folheiam até bula farmacêutica, sabem muito bem do que eu estou falando.

Daí que naqueles dias, seis anos antes de Aluizio Alves falecer, me chegou às mãos, descarrilado dos caminhos tradicionais de leitura, o volume nº 1 da “Revista do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte”, de dezembro de 1996.

Fora produzida ainda na gestão do saudoso Nélio Dias, que se tornaria um bravo deputado federal, e tendo como coordenador editorial o jornalista Afonso Laurentino Ramos, então meu colega de departamento de marketing do Diário de Natal.

Como todas as publicações institucionais fadadas ao abandono de prateleiras ou caixas de arquivo, sem merecer qualquer passada de vista, a edição trazia um pouco da história do TCE em depoimentos de figuras relevantes, como o polêmico Romildo Gurgel.

Eram dez páginas reproduzindo o discurso de Romildo, em dezembro de 1994, durante a mudança provisória da sede do TCE. Um discurso surpreendente que remenda a história do relacionamento da casa com Aluízio Alves nos duros anos de fundação.

A fala de Romildo Gurgel foi, na verdade, a primeira grande homenagem que um conselheiro prestou ao bacurau-chefe desde aquele histórico janeiro de 1961. Os desentendimentos da casa com o Palácio da Esperança estavam ali, no discurso.

Protagonista dos mais duros golpes verbais em Aluizio, o orador narrou as brigas iniciais com o então jovem governador, mas logo desmitificou tudo e prestou um emocionado depoimento sobre o imprescindível apoio que consolidou a casa.

O mais incrível no depoimento, guardado para a História naquela revista, é que o briguento ex-presidente (o segundo após Mota Neto) sempre contou com a cumplicidade de Dinarte no fim de cada queda de braço que travava com Aluizio.

O discurso de Romildo é um pedaço do alicerce físico e da estrutura espiritual do TCE, que cabe muito bem no mosaico da própria história política do Rio Grande do Norte. O arauto combatente chega a dizer que sentia saudades do governo Aluizio Alves.

Num dado momento, faz um mea-culpa e afirma categórico: “Aluizio não é aquilo que eu muitas vezes disse, nem aquilo que muita gente pensa”, para em seguida rasgar elogios e confessar bondades institucionais do aparente desafeto do tribunal.

Gurgel chega a contar alguns episódios que considerou de extrema solidariedade do governador Aluizio com os conselheiros e afirma da ajuda providencial para a implantação do TCE, mesmo ocorrendo no fim do governo Dinarte, antes da sua posse.

Aquele depoimento do saudoso fundador do TCE, um dos sete pioneiros ministros de 1961, teve como título “Processo Saudade”. Um discurso que jamais deveria ter ficado restrito a uma publicação institucional, de pouca circulação e naturalmente efêmera.

O discurso de Romildo Gurgel tanto inocenta Aluizio quanto engrandece Dinarte, salvando da fogueira das fofocas as duas personalidades mais relevantes da política local. É uma agulha que costura uma colcha de retalhos que até hoje serve de estopa para cobrir fatos e biografias.

Por Alex Medeiros – Jornal de Hoje

É preso o suspeito de matar a namorada em Apodi

Foi preso na noite de ontem o suspeito de matar a tiros a ex-namorada na cidade de Apodi. Júlia Mariana Torres de Oliveira, de 17 anos, foi morta na porta na porta de casa. Ela tinha se mudado para a cidade de Mossoró fazia poucos dias após terminar um namoro de dez meses com o suspeito, mas voltou a Apodi para passar alguns dias com a família. A polícia acredita em crime passional.

Francisco Marcílio da Costa tem 18 anos. Segundo informações policiais, o jovem fugiu após o crime, mas se apresentou com um advogado dois dias depois. Como não houve flagrante, foi liberado. A prisão na noite de ontem ocorreu por um mandado de prisão preventiva expedido por solicitação do delegado que cuida do caso.

BV

Posts Recentes

Posts Recentes

Categorias