Dia: 1 de abril de 2012

Corintians perde e fica distante do G4

Com dois gols anulados no primeiro tempo, o Corintians de Caicó acabou derrotado pelo Assú por 2 a 1, no estádio Edgarzão,  em partida válida pela sétima rodada do Campeonato  Estadual 2012. O placar só foi aberto oficialmente na segunda etapa.

Gilmar marcou para o Camaleão do Vale aos 39 minutos. Victor aumentou a vantagem aos 43 minutos. Do lado corintiano, o meia Júlio César fechou o placar. A derrota deixa o Galo do Seridó longe de ingressar no G4, para disputar a fase final do returno.

ABC vence o Palmeira em Goianinha e reassume a liderança do 2º turno

O ABC venceu apertado o Palmeira em Goianinha – 1 a zero – em jogo válido pela 7ª rodada da 1ª fase do 2º turno do Campeonato Potiguar 2012.

O gol único da partida ocorreu aos 39 minutos do segundo tempo: Leo Gamalho aproveitou uma saída de bola falha do goleiro do Palmeira, interceptou a bola, subjugar a zaga (que “cochilou” de forma inexplicável) e, ante o goleiro “batido”, mandou a bola ao fundo das redes, Placar final, ABC 1 a zero. Com o resultado, o clube alvinegro reassumiu a liderança do segundo turno com 16 pontos.

Do Nominuto.com

Com gols nos acréscimos, Caicó vence Potiguar de Mossoró e deixa lanterna

Com gols marcados no segundo tempo, o Caicó Esporte venceu o Potiguar de Mossoró jogando no estádio Marizão, neste domingo (1º). Humberto abriu o placar para a Raposa aos seis minutos da segunda etapa, aproveitando o rebote do goleiro Ramon.

Os mossoroenses chegaram ao empate com Daniel, aos 40 minutos, que marcou numa falha na zaga rubro-negra. Aos 48 minutos, o zagueiro Fagner fechou o placar em 2 a 1 para os donos da casa. Com esse resultado, o Caicó deixa a lanterna da competição para o Potiguar.

OAB pede renúncia imediata do senador Demóstenes Torres

O presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Ophir Cavalcante, defendeu neste domingo (1º) a renúncia imediata do senador Demóstenes Torres (DEM-GO).

“É uma medida extrema, pessoal, mas o teor das conversas telefônicas mantidas com o empresário Carlos Augusto de Almeida Ramos, divulgadas pela imprensa, evidenciam uma situação mortal para qualquer político”, afirmou o advogado.

Ele afirma que isso não o impedirá de exercer seu direito de defesa. “No entanto, a gravidade das denúncias por si só recomendam uma atitude moral. Continuar no cargo significa expor-se cada vez mais e ao seu partido. Mais ainda: expor o Congresso Nacional a mais um desgaste, no momento em que precisamos resgatar a credibilidade do parlamento para garantir o processo democrático”.

Correios vão oferecer novo serviço de entrega rápida

A partir de amanhã (2) os Correios começam a oferecer o serviço Sedex 12, que garante a remessa de documentos e mercadorias até às 12h do dia útil seguinte ao da postagem. O novo serviço não estará disponível para as cidades que já têm o serviço de Sedex 10 (com entrega até às 10h do dia seguinte), e, na primeira fase estará disponível apenas para os estados de Minas Gerais, do Rio Grande do Sul, Espírito Santo e interior de São Paulo.

A fase de testes deve durar cerca de quatro meses e vai abranger 132 cidades. Segundo o chefe do departamento de encomendas dos Correios, Ricardo Fogos, depois da primeira fase haverá uma avaliação do serviço e a previsão é que o Sedex 12 seja estendido para todo o país.

O objetivo do novo serviço, de acordo com Fogos, é entregar encomendas expressas em locais onde não há condições operacionais para que a entrega seja feita até às 10h.

Currais Novos: Zé Lins não descarta totalmente aliança com Milena Galvão

Pré-candidato a prefeito de Currais Novos, o ex-prefeito José Lins (PR) reconhece o desejo de alguns correligionários de verem a sua união com o deputado estadual Ezequiel Ferreira (PTB) e sua irmã, a vice-prefeita Milena Galvão (PMDB), nas eleições de 2012.

“O que temos de concreto é a pré-candidatura minha pelo PR e a da vice-prefeita prefeita Milena Galvão pelo PMDB, se isso vai caminhar par aliança só o tempo é quem vai saber”, disse Zé Lins ao blog de Geraldo Júnior. Tal união poderia significar a vitória contra o atual prefeito, Geraldo Gomes (DEM).

Sabrina Sato: “Namorar comigo tem o ônus e o bônus”

E por falar em Fábio Faria…

Sabrina Sato está com a agenda lotada de compromissos com a mudança do programa “Pânico na TV” para a Band, que estréia neste domingo (1). Preparando matérias em série, ela conta, em entrevista ao jornal “O Dia”, que precisa se desdobrar para dar conta de fazer tudo, inclusive dar atenção ao namorado deputado federal.

“Ele me conheceu assim, sabe como eu sou. Namorar comigo tem o ônus e o bônus, que é muito amor. Procuro conciliar o tempo para ficar mais com o Fábio. Mas ele não tem ciúme. Assiste aos programas todos os domingos, imita os personagens e tudo”, diz. A apresentadora, há uma semana, revelou que não se sente preparada para casar.

Fábio Faria reúne pré-candidatos a prefeito do Seridó

O presidente estadual do PSD, vice-governador Robinson Faria, e o deputado federal Fábio Faria reuniram neste domingo (1º), em Currais Novos, os pré-candidatos a prefeito apoiados pela legenda na região do Seridó.

Dentre os presentes ao encontro na chácara Vale Encantado, de propriedade da família, estão Hudson Pereira (Santana do Seridó), Júnior de Janúncio (Florânia), Amazan Silva (Jardim do Seridó), Humberto Gondim (Parelhas), Zenon Sabino (Equador), Zé Lins (Currais Novos) e Elídio Queiroz (Jardim de Piranhas).

Caso Demóstenes paralisa a oposição na opinião de líder do PSDB

As suspeitas envolvendo o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) têm paralisado o trabalho da oposição no Congresso. O grupo que já é minoritário, agora precisa lidar com o peso das suspeitas sobre o senador, uma de suas principais lideranças. Na avaliação do líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (foto), o caso tem prejudicado o trabalho da oposição, principalmente, pelo “constrangimento” que tomou conta da bancada.

“A oposição já estava limitada numericamente com todas as dificuldades possíveis e imagináveis, reconhecidas por alguns e não por outros, esculhambada por alguns. É evidente que um caso como esse paralisa. Há uma interlocução que precisa ser feita com o DEM, mesmo que o partido já esteja muito limitado no Senado, apenas com quatro senadores. Mas há também a interlocução com quem está na Câmara, em número maior. Esse caso é ruim para a oposição, principalmente pelo constrangimento”, disse o senador Álvaro Dias (PSDB-PR).

Contribuinte tem 30 dias para entregar a declaração do Imposto de Renda

Os contribuintes têm trinta dias para entregar a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2012. O prazo, que começou no dia 1º de março, terminará às 23h59m59s (horário de Brasília) do dia 30 de abril para quem utilizar a internet. Quem fizer a declaração em disquete de computador deverá obedecer ao horário de funcionamento das agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil.

O programa gerador do documento está disponível na página da Receita Federal na internet . O contribuinte deve baixar ainda o Receitanet, aplicativo para a transmissão dos dados, disponível no mesmo endereço.

A maior preocupação do supervisor nacional do Programa do Imposto de Renda da Receita Federal, Joaquim Adir, continua sendo a demora na entrega. Adir avalia que, como em todos os anos, a maioria deverá enviar os dados nos últimos dias. No ano passado, 20% das declarações foram enviadas até o início de abril.

Em 2012, não está sendo diferente. O último balanço divulgado pela Receita Federal mostra que, até a última sexta-feira (30), 5,5 milhões de declarações tinham sido enviadas. Pouco mais de 20% dos 25 milhões de documentos esperados.

João Maia e Henrique Alves discutem sucessão municipal hoje em Natal

O deputado federal e presidente do diretório estadual do Partido da República (PR) João Maia se encontra neste domingo, 1º de abril, com o deputado federal e presidente do diretório estadual do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) Henrique Eduardo Alves. Na mesa as eleições municipais deste ano no Rio Grande do Norte. Onde terão queda de braço e onde farão acordo.

E não pensem que é mentira porque hoje é dia 1º de abril. É vero!

Os presentes de Carla Ubarana

Tem servidor humilde no prédio da justiça potiguar que está sentindo falta da servidora Carla Ubarana. A moça é lembrada pela “forma caridosa” de tratar com presentes principalmente os mais simples.

Teve magistrado que recebeu de presente bolsa e caneta, cogitou devolvê-los, mas foi aconselhado a permanecer com os mimos, pois as investigações já estavam em curso. Já uma ASG do edifício agraciada com uns óculos Louis Vuitton nem pensou na hipótese.

Por Rosalie Arruda

Diáspora do DEM

A colunista Vera Magalhães, da Folha de São Paulo, cantou a pedra:

Ninguém vai tocar no assunto até a eleição, porque não é mais possível mudar de partido. Mas a cúpula do DEM já admite que, após outubro, voltará com força a tese da fusão ou da extinção da legenda, abatida por mais um escândalo de repercussão nacional.

O que tem em comum Carla Ubarana e Carlinhos Cachoeira?

A resposta pra isso é muito fácil: Os dois sabem muito. São uns verdadeiros arquivos vivos. Ubarana, pivô de um escândalo no Setor de Precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, e Cachoeira, por sua vez, personagem central de um esquema de corrupção que envolve o senador Demóstenes Torres (DEM-GO), até então considerado um “paladino da moralidade e da ética” pelos seus próprios pares.

Em comum ainda é que Carla Ubarana está presa em Natal, embora que em prisão domiciliar em troca de delação premiada, e Carlinhos Cachoeira está detido na Penitenciária Federal de Segurança Máxima em Mossoró (RN). Portanto, além de estarem presos estão bem próximos um do outro. A distância que os separam não chega a 300 quilômetros. 277,7 km, pra ser mais exato.

A verdade é que assim como Carla Ubarana sabe coisas cabeluda envolvendo togados potiguares, Carlinhos Ubarana sabe também coisas do arco da velha envolvendo políticos brasileiros. Há de se dizer que a esta altura a toga papa-jerimum e os políticos tupiniquim estão em polvorosa. Ubarana, em troca da delação premiada, já começou a abrir a caixa de Pandora do TJRN. Cachoeira, ainda não tem a delação premiada, mas as gravações interceptadas pela PF já esclarecem muitas coisas obscuras no seu relacionamento com políticos.

Assim como a semana terminou, com revelações, agora em juízo, de Carla Ubarana sobre os ilícitos ocorridos no TJRN, citando inclusive dois togados, e também de novas conversas gravadas que vieram à tona de Carlinhos Cachoeira com Demóstenes Torres, é correto dizer que a semana que se inicia tem tudo pra ferver.

No caso que envolve Carla Ubarana, sabe-se que o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) já tem conhecimento do que ocorria no Setor de Precatórios do TJRN, inclusive, com a participação de dois desembargadores já citados por ela em juízo – Osvaldo Cruz e Rafael Godeiro. No caso de Carlinhos Cachoeira, pode-se dizer que Demóstenes Torres sepultou a sua carreira política, pois que se correr o bicho pega e se ficar o bicho come. A conferir!

Blogue do Barbosa

Homenagem a Chico Anysio

Maurício Shermann, diretor de Zorra Total, vai exibir durante todo o mês de abril, aos sábados, um quadro especial em homenagem a Chico Anysio. A ideia é homenagear o humorista no mês de seu aniversário. Ele completaria 81 anos no próximo dia 12.

Prefeito de São Vicente é condenado por improbidade administrativa

O juiz João Eduardo Ribeiro de Oliveira, da comarca de Florânia, que engloba a cidade de São Vicente condenou o prefeito municipal, Bezerra Neto, por ato de improbidade administrativa. Contra ele por pensavam acusações de ter acumulado cargos e por recebimento de verba de forma indevida, na condição de prefeito.

“O proveito patrimonial foi mais de cem mil reais e que a extensão do dano é gritante, com acumulação de cargos inacumuláveis por anos (mais de um mandato de prefeito), desde 2005, e por recebimento de verba de forma indevida, inclusive na condição de prefeito”, descreveu o magistrado em sua decisão.

Bezerra Neto foi condenado “ao ressarcimento integral quanto à remuneração de cirurgião dentista do Estado do Rio Grande do Norte, quando da acumulação com o cargo de vice-prefeito (1/1/2005 a 31/12/2008), no montante de cento e nove mil, quatrocentos e noventa reais e noventa e seis centavos (resposta à solicitação de parcelamento, fls. 270/271), atualizado em 30 de junho de 2011 e a ser novamente acrescido de correção monetária e juros de um por cento ao mês desde a data referida até o efetivo pagamento”.

Além disso, o juiz deixa claro no documento que “a perda do cargo de prefeito é medida proporcional e indeclinável face a gravidade exposta, pois incompatível com um gestor probo, conforme já exarado, a prática na Administração Pública de acumulação vedada de cargos por quase dez anos, irrelevante a intenção tardia de devolução e que não se apresenta como ato de boa-fé. (…) Também é proporcional a suspensão dos direitos políticos por oito anos”.

Governo do RN decreta ponto facultativo na Quinta-Feira Santa

O Diário Oficial do Estado publicou o decreto nº 22.621, assinado pela governadora Rosalba Ciarlini, determinando ponto facultativo nos órgãos e entidades da administração direta, indireta, autárquica e fundacional na próxima quinta-feira, 05 de abril.

O ponto facultativo na Quinta-Feira Santa só não vale para aquelas atividades que sejam consideradas essenciais, como a assistência médica e hospitalar na rede pública.

Domingo de Ramos abre solenemente a Semana Santa

O Domingo de Ramos abre por excelência a Semana Santa. Relembramos e celebramos a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém, poucos dias antes de sofrer a Paixão, Morte e Ressurreição. Este domingo é chamado assim porque o povo cortou ramos de árvores, ramagens e folhas de palmeiras para cobrir o chão onde Jesus passava montado num jumento. Com folhas de palmeiras nas mãos, o povo o aclamava “Rei dos Judeus”, “Hosana ao Filho de Davi”, “Salve o Messias”… E assim, Jesus entra triunfante em Jerusalém despertando nos sacerdotes e mestres da lei muita inveja, desconfiança, medo de perder o poder. Começa então uma trama para condenar Jesus à morte e morte de cruz.

Neste dia, entrecruzam as duas tradições litúrgicas que deram origem a esta celebração: a alegre, grandiosa , festiva litrugia da Igreja mãe da cidade santa, que se converte em mímesis, imitação do que Jesus fez em Jerusalém, e a austera memória – anamnese – da paixão que marcava a liturgia de Roma. Liturgia de Jerusalém e de Roma, juntas em nossa celebração. Com uma evocação que não pode deixar de ser atualizada.

A liturgia das palmas antecipa neste domingo, chamado de páscoa florida, o triunfo da ressurreição, enquanto que a leitura da Paixão nos convida a entrar conscientemente na Semana Santa da Paixão gloriosa e amorosa de Cristo o Senhor.

Brasil bloqueia plano da ONU contra mortes de jornalistas

Embora seja 1º de abril, essa história é verdade…

O governo brasileiro se aliou aos da Índia e do Paquistão para impedir a aprovação imediata de um plano de ação da ONU cujo objetivo é tentar reduzir o assassinato de jornalistas no mundo e combater a impunidade quando muitos desses crimes são cometidos.

Segundo a entidade independente mais respeitada nessa área, o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ), com sede em Nova York, 909 jornalistas foram mortos de 1992 até hoje no mundo. O Brasil ocupa a 11ª posição no ranking, com 21 mortos. A Índia está em 8º (28 mortos) e o Paquistão é o 6º (42 mortos).

A aliança entre Brasil, Índia e Paquistão se deu na semana passada, nos dias 22 e 23, numa reunião em Paris na Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura).

Nesse encontro, o Conselho do Programa Internacional para o Desenvolvimento da Comunicação (PIDC) analisou o Relatório da Diretora-Geral sobre Segurança de Jornalistas e poderia dar sinal verde para a adoção do Plano de Ação da ONU sobre a Segurança dos Jornalistas.

Como Brasil, Índia e Paquistão não quiseram dar seu apoio imediato, a implantação desse plano de ação fica postergada para 2013, pelo menos, quando haverá uma nova reunião dentro da instância responsável pelo tema.

Santa Cruz relembra neste 1º de abril enchente de 1981

Quando chega o dia 1º de abril a população de Santa Cruz relembra um dos momentos que marcaram a história do nosso povo: A Enchente de 1981.

O projeto do reservatório desenvolveu-se entre setembro e dezembro de 1957. A sua construção teve início no ano de 1957 e foi concluída no ano de 1959. Desde 1960 sua conservação ficou a cargo da Prefeitura Municipal de Santa Cruz, município em que se localiza. Na noite do dia 1º de abril de 1981, estando o reservatório de Mãe D’Água em regime de sangria devido às intensas chuvas, recebeu uma contribuição extraordinária de seis pequenos açudes ao seu montante de água, ocasionando a ruptura. Em conseqüência, estima-se que um volume por volta de 5.000.000 m³ d’água, liberado instantaneamente, atingiu o reservatório de Santa Cruz, que sangrava normalmente, fazendo com que houvesse um transbordamento por sobre a parede do açude com lâmina superior a 1 metro. Em virtude disto, ocorreu sua ruptura em três pontos distintos numa abertura total de 160 metros.

Estima-se que o arrombamento do Açude Santa Cruz deu vazão instantânea a um volume de 12. 000.000 m³, descarregado diretamente sobre a cidade, acarretando a destruição de prédios municipais e de mais de mil residências construídas, deixando ao desabrigo cerca de 5.000 pessoas.

Sinal de alerta

E os sinos badalavam, soavam, gritavam e alertavam para a fuga de suas casas. Se os sinos da torre-campanário da Igreja Matriz de Santa Rita de Cássia falassem, talvez o momento marcante de sua história seria quando o Monsenhor Raimundo mandou tocar os sinos e usou o serviço de som externo do templo para avisar a população da tragéria que se aproximava.

A Igreja de Santa Rita foi o abrigo para muitos que fugiam das águas do Rio Trairi, que já atingiam as partes às margens do mesmo. Em poucos minutos o centro da cidade seria tomado pelas águas do reservatório que iria romper.

A Paróquia de Santa Rita de Cássia foi também peça fundamental na reconstrução da cidade.

Do blog do Wallace

Corintians procura avançar na tabela, enquanto Caicó faz o jogo dos desesperados

Corintians e Caicó voltam a campo neste domingo (1º), para a sétima rodada do returno do Estadual 2012, mas com objetivos bem diferentes.  

O Corintians vai ao estádio Edgarzão, às 17h, para enfrentar a equipe do Assú. O Galo está na sétima posição, mas espera avançar na tabela e chegar ao G4 do campeonato.

Enquanto isso, na ponta de baixo da classificação o Caicó (10º) recebe o Potiguar de Mossoró (9º), no estádio Marizão, às 17h, para o “jogo dos desesperados”. Qualquer tropeço pode mandar um deles para o alçapão do rebaixamento.

PSDB inclui Rogério Marinho entre candidaturas já definidas pelo partido

O deputado federal Rogério Marinho teve seu nome incluído pelo PSDB numa lista de 18 candidaturas do partido nas capitais brasileiras em 2012. Os nomes foram divulgados em matéria publicada no site oficial da legenda.

Além de Natal com Rogério Marinho, o PSDB nacional confirma candidaturas de Otávio Leite (Rio de Janeiro), Nelson Marchezan Júnior (Porto Alegre), Reinaldo Azambuja (Campo Grande), Ruy Palmeira (Maceió), Zenaldo Coutinho (Belém), Leonardo Vilela (Goiânia), Guilherme Maluf (Cuiabá), Daniel Coelho (Recife), Michel JK (Macapá), Firmino Filho (Teresina) e Cícero Lucena em João Pessoa.

A matéria afirma ainda que a legenda firmará alianças com o PSB em Curitiba e Belo Horizonte, enquanto em Aracaju está definida a parceria com o DEM. Em Salvador, ainda está sendo analisada a possibilidade de DEM e PSDB terem candidaturas autônomas, enquanto em Boa Vista o partido apoiará candidatura do PMDB.

OAB criará banco de dados de violadores de prerrogativas profissionais

O Colégio de Presidentes de Seccionais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu em reunião conduzida pelo presidente nacional da entidade, Ophir Cavalcante, criar um banco de dados para cadastrar e registrar, passo a passo, o histórico de todos os casos de violação das prerrogativas profissionais dos advogados em âmbito nacional. Com isso, a OAB poderá conhecer os nomes e ações de autoridades ou agentes públicos (como delegados, magistrados, promotores, entre outros) que violarem direitos dos advogados no exercício da profissão e que tenham sido agravados pela entidade.

Conforme Ophir Cavalcante, com base nesse cadastro a ser confeccionado por todas as Seccionais, com dados dos últimos cinco anos, se pretende ter um banco de dados que ajude o Sistema OAB a identificar os problemas que mais ocorrem em termos de violação às prerrogativas da advocacia no Brasil, de forma a orientar a política de defesa do exercício profissional.

STF decidirá se é legal a retirada de fetos em caso de má-formação cerebral

Na próxima semana, os 11 ministros da mais alta Corte do país julgarão uma ação proposta pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde (CNTS), que reivindica a legalização do aborto em casos de anencefalia. O tema chegou ao STF em 2004, mesmo ano em que uma liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello autorizou as grávidas de anencéfalos no Brasil a abreviar o parto. Menos de quatro meses depois, a decisão foi derrubada. Voltou a ser exigida, então, uma autorização judicial para o aborto, sob risco de a mulher e o médico serem processados por homicídio.

Prefeito de Macau manda irmão romper com Ivan Júnior em Assú

Pelo que conta o blog do Valderi Tavares, as coisas só pioram para o lado do prefeito de Assú, Ivan Júnior (PP):

Ontem, o empresário Manoel Vieira Neto, Vieirinha (foto), que agia como opositor incubado assumiu publicamente a condição de opositor a administração do prefeito Ivan Junior. Ele foi prestigiar o anúncio de rompimento do seu companheiro inseparável e presidente do diretório do PSD, Odelmo Rodrigues, com o chefe do executivo assuense, além de aplaudir efusivamente o presidente do legislativo.

Desde que assumiu o planejamento e a coordenação de um ambicioso projeto político para se eleger deputado estadual nas eleições de 2014, o prefeito de Macau, Flávio Veras (PMDB), vem estimulando e incentivando o seu irmão, o empresário Manoel Vieira Neto, o Vieirinha, a romper com o prefeito do Assu, Ivan Júnior, do PP, a partir do momento que ele se negou a apoiá-lo na disputa por uma vaga na Assembléia Legislativa do RN.

Com a decisão do prefeito do Assu Ivan Júnior declarar apoio público ao projeto de reeleição do presidente da Assembléia e deputado estadual, Ricardo Motta, o prefeito Flávio Veras ficou uma fera e ontem deu sinal verde para que o seu irmão Vieirinha assuma a condição de adversário político do governo do PP em Assu.

Valério Mesquita: “Ninguém pode mandar para o TCE um Tiririca”

Deputado estadual quatro vezes e prefeito de Macaíba, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Valério Alfredo Mesquita, em entrevista a O Poti/Diário de Natal, negou que as nomeações de conselheiros sigam critério políticos. “Os critérios estão previstos. São experiência administrativa, noções – não precisa ser um sábio – de direito, de economia”, disse Valério. Segundo ele, o indicado tem que ser uma pessoa preparada. “Ninguém pode mandar para aqui, como vai para o poder legislativo, um Tiririca para o Congresso. É o povo que manda. Lá, o povo pode mandar qualquer pessoa. Para o TCE, é preciso atender aos pré-requisitos determinados na Constituição do Estado. Também é necessário que tenha reputação ilibada.” O presidente do TCE também negou que vá antecipar sua aposentadoria, prevista para novembro e negou-se a comentar a possível indicação, pela governadora, da prefeita de Mossoró, Fafá Rosado. “Não posso fazer juízo de valor de ninguém. Seria uma situação aética. Nós esperamos que venha para o Tribunal um nome que preencha os requisitos que a Constituição determina. Se está demorando, o problema não é nosso. Quem indica é a governadora. Quem indica tem o ônus e o bônus da indicação”.

CLIQUE AQUI para conferir a entrevista completa

Dia da Mentira: tudo começou na França

Tudo começou quando o rei da França, Carlos IX, após a implantação do calendário gregoriano, instituiu o dia primeiro de janeiro para ser o início do ano. Naquela época, as notícias demoravam muito para chegar às pessoas, fato que atrapalhou a adoção da mudança da data por todos.

Antes dessa mudança, a festa de ano novo era comemorada no dia 25 de março e terminava após uma semana de duração, ou seja, no dia primeiro de abril. Algumas pessoas, as mais tradicionais e menos flexíveis, não gostaram da mudança no calendário e continuaram fazer tal comemoração na data antiga. Isso virou motivo de chacota e gozação, por parte das pessoas que concordaram com a adoção da nova data, e passaram a fazer brincadeiras com os radicais, enviando-lhes presentes estranhos ou convites de festas que não existiam.Tais brincadeiras causaram dúvidas sobre a veracidade da data, confundindo as pessoas, daí o surgimento do dia 1º de abril como dia da mentira.

Aproximadamente duzentos anos mais tarde essas brincadeiras se espalharam por toda a Inglaterra e, consequentemente, para todo o mundo, ficando mais conhecida como o dia da mentira. Na França seu nome é “Poisson d’avril” e na Itália esse dia é conhecido como “pesce d’aprile”, ambos significando peixe de abril. No Brasil, o primeiro Estado a adotar a brincadeira foi Pernambuco, onde uma informação mentirosa foi transmitida e desmentida no dia seguinte. “A Mentira”, em 1º de abril de 1848, apresentou como notícia o falecimento de D. Pedro, fato que não havia acontecido.

Walt Disney criou uma versão para o clássico infantil Pinóquio, dando ênfase à brincadeira, mostrando para a criançada o quanto mentir pode ser ruim e prejudicial para a vida das pessoas. Ziraldo, um escritor brasileiro da literatura infanto-juvenil, também conta histórias sobre as mentiras, através do tão famoso personagem, o Menino Maluquinho. Em “O Ilusionista”, Maluquinho descobre o mal provocado por roubar, fingir e mentir.

Pregar mentiras nesse dia é uma brincadeira saudável, porém o respeito e o cuidado devem ser lembrados, para que ninguém saia prejudicado, afinal, a honestidade é a base para qualquer relacionamento humano.

“Gilmar negou ter informações sobre suposta doação a Agripino”

A Tribuna do Norte destaca que o advogado José Luiz Carlos de Lima, que representa judicialmente o empresário Gilmar Lopes – o Gilmar da Montana (foto) – no inquérito da Operação Sinal Fechado, esclareceu ontem o que ele chama de “distorções” de declarações atribuídas ao seu cliente. De acordo com informações divulgadas na imprensa, em depoimento Gilmar teria dito que ouviu de George Olímpio, denunciado como chefe do esquema, o relato da suposta entrega de R$ 1 milhão ao senador José Agripino Maia e a Carlos Augusto Rosado, marido da governadora Rosalba Ciarlini, como doação à campanha do DEM em 2010. O advogado afirma que o engano foi provocado pelas condições em que o depoimento foi prestado, e que Gilmar Lopes retificou em juízo as declarações iniciais.

O empresário Gilmar Lopes confirma as acusações contra o senador José Agripino e Carlos Augusto Rosado, atribuídas a ele no noticiário recente da imprensa?

Não, o meu cliente não confirma ter ouvido de George Olímpio menção a doação de campanha ao senador José Agripino e a Carlos Augusto Rosado.

Nesse caso, o que aconteceu?

Antes de mais nada, é bom deixar claro que eu não era advogado de Gilmar Lopes quando ele prestou aquele primeiro depoimento. Depoimento, aliás, que foi prestado, pelo que ele me disse, em condições de absoluto estresse emocional e debilidade física. Ele foi retirado do hospital às sete da manhã, sem saber nem para onde ia, sem assistência de advogado credenciado e sob efeito de remédios tranquilizantes.

Mas, Gilmar mantém os termos do depoimento divulgado?

Não, não mantém. Ao contrário: na defesa apresentada em juízo, ele teve a oportunidade de repor os fatos e negou peremptoriamente ter informações sobre doações de campanha.

Demóstenes preservou funcionário fantasma

Além de colocar o mandato a serviço do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) tentou ludibriar a fiscalização da contratação de servidores fantasmas no Senado. Numa das conversas gravadas pela Polícia Federal na Operação Vega, Demóstenes diz ao contraventor que terá que demitir dois servidores e depois recontratá-los.

O motivo seria escapar das denúncias de desvio de dinheiro por meio da contratação de assessores fictícios. Acusado de chefiar a exploração ilegal de caça-níqueis, Cachoeira está detido no presídio de segurança máxima de Mossoró (RN).

Devido a esta e outras acusações, o Supremo Tribunal Federal abriu inquérito criminal contra o senador e outros parlamentares na quinta-feira. A conversa foi interceptada às 15h51m do dia 12 de maio de 2009. Depois dos cumprimentos habituais, em que se tratam de Doutor (Demóstenes) e Professor (Cachoeira), o senador vai direto ao ponto que interessa ao colega.

— Tão aqui nos gabinetes procurando servidores fantasmas. Você entendeu? Então, para evitar problema, no futuro a gente volta a resolver isso aí, falou? — confidencia o senador.

Posts Recentes

Posts Recentes

Categorias