Dia: 17/05/2011

João Maia puxou o tapate de Vivaldo Costa na eleição passada

Na entrevista que concedeu a 98 FM de Natal hoje o deputado estadual Vivaldo Costa não poupou o deputado federal João Maia ao afirmar que:

– Durante a última campanha política sofreu represálias de João Maia e justificou como motivo o fato dele (Vivaldo) ter ficado com a candidatura de Rosalba ao contrário dele (João) que apoio a candidatura de Iberê.

E também não deixou de ser sincero quando disse que João Maia lhe tirou o apoio de algumas lideranças.

Ou seja…

Mesmo que estivesse fazendo uma dobradinha com João Maia em Caicó e alguns municípios do Estado o Republicano estava puxando o seu tapete.

Vivaldo Costa volta a demonstrar simpatia pela candidatura de Nilma Rodrigues a prefeita de Caicó

O deputado estadual Vivaldo Costa voltou a repetir o que tem dito diariamente no seu programa de Rádio na Caicó AM durante entrevista que concedeu hoje aos jornalistas Felinto Rodrigues e Robson Carvalho na 98 FM de Natal.

– A médica Nilma Rodrigues é a minha candidata preferida para disputar a prefeitura de Caicó nas eleições do próximo ano. Nilma é esposa de Tarcisio Costa, conselheiro do Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte e irmão do Papa-Jerimum.

Ronaldo Soares de peito lavado em Assu

As denúncias do ex-prefeito Ronaldo Soares (PR) sobre irregularidades na aplicação de verbas federais destinadas as obras emergências para o combate das inundações no Vale do Assu pelo prefeito Ivan Junior foram confirmadas pelo chefe da controladoria geral da união no Rio Grande do Norte, Moacir Rodrigues de Oliveira. Ronaldo foi a Brasília e trouxe uma farta documentação que foi entregue a justiça em Mossoró para averiguação de desvios de finalidade.

Ronaldo está de peito lavado.

Depois de troca de insultos Vivaldo Costa e Junior Queiroz fumaram o cachimbo da paz

O blogue soube que deputado estadual Vivaldo Costa (PR) dividiu mesa outro dia na hora do almoço num famoso restaurante de Caicó com o prefeito de Jucurutu Junior Queiroz (PMDB) com quem estava brigado. Fumaram o cachimbo da paz. Juntos, eles protagonizaram uma troca de insultos tempos atrás durante uma visita da governadora do Rio Grande do Norte Rosalba Ciarlini (DEM) a cidade de Currais Novos.

A troca de indelicadezas foi assim:

– De Junior para Vivaldo: você é um aproveitador. Jogou João Maia na lata do lixo.

– De Vivaldo para Junior: você é um mal-educado. E eu sou um político do povo.

E otras cositas más. O tempo fechou.

O secretário Esdras Alves fez o papel de bombeiro.

Controladoria-Geral da União no RN confirma desvio de verba federal em Assú

Em entrevista à TV Ponta Negra, o chefe regional da Controladoria-Geral da União, Moacir Rodrigues de Oliveira, hoje (16), confirmou irregularidades na utilização de verbas repassadas durante a gestão de Ivan Júnior (na foto), em 2008, para contenção dos danos causados pelas inundações no Vale do Assú.

Pelas contas da CGU, Ivan Júnior já havia reformado 267 casas de um total de 862, mas uma fiscalização nas obras identificou “inconsistências, seja no quantitativo, seja na qualidade desse trabalho, dessas execuções de reforma”.

Foram destinados R$ 8 milhões para as ações de socorro às vítimas das enchentes, dos quais R$ 3 milhões haviam sido liberados. “Ao verificar as irregularidades, a CGU recomendou a suspensão dos repasses.

Nelter Queiroz encontra os culpados pelas greves no Estado

O deputado estadual Nelter Queiroz bateu forte hoje durante a sessão da Assembléia Legislativa nos deputados José Dias e Getúlio Rego culpando-os pelas greves que estão sendo deflagradas por várias categorias em todo o Estado do Rio Grande do Norte.

 – Nos governos de Wilma e Iberê, Getúlio Rego e José Dias pressionavam pela aprovação e execução do Plano de Cargos, Carreira e Salários das categorias profissionais e pela contratação dos concursados. Agora, o governo não tem condições de cumprir e as greves estão aí.

Então…

– A governadora Rosalba Ciarlini agradeça as greves do seu governo a Getúlio Rego e José Dias, acusou Nelter Queiroz.

Por uma vida melhor pra nóis…

O Ministério da Educação decidiu não tomar conhecimento da adoção em escolas públicas do livro Por uma Vida Melhor, que “ensina” a língua portuguesa com erros de português. Avalizou, quando autorizou a compra e a distribuição, e depois corroborou seu apoio àquela ode ao desacerto ao resolver que a questão não lhe diz respeito.

Fica, portanto, estabelecido que o ministério encarregado dos assuntos educacionais no Brasil, além de desmoralizar os mecanismos de avaliação de desempenho escolar, não vê problemas em transmitir aos alunos o conceito de que as regras gramaticais são irrelevantes.

Pelo raciocínio, concordância é uma questão de escolha. Dizer “nós pega o peixe” ou “nós pegamos o peixe” dá no mesmo. “Os menino” ou “o menino”, na avaliação do MEC, são duas formas “adequadas” de expressão, conforme o conceito adotado pela autora, Heloísa Ramos, note-se, professora.

A opção pelo correto passa a ser considerada explicitação de “preconceito linguístico”.

Leia mais em Por uma vida pior

Por Dora Kramer

Pode mandar matar e enterrar

Eis o rápido diálogo do blogueiro Oliveira Wanderley com o deputado estadual Gustavo Carvalho(PSB):

Deputado, vai mesmo para o PSD?

– Estamos conversando.

E até quando o senhor decide se fica no PSB ou se vai para o PSD?

Até o próximo mês.

O senhor ouviu a entrevista de Wilma de Faria, afirmando que não acredita na sua ida para o PSD?

– Ouvi, sim. Eu gosto muito dela.

O blog do xerife comenta: se não gostasse podia mandar matar e enterrar. Rsrsrsrs…

Juiz nega relaxamento de prisão a suspeito de encomendar morte de F. Gomes

O juiz Luiz Cândido de Andrade Villaça, da comarca de Caicó, negou o pedido de relaxamento de prisão impetrado pelo comerciante Laílson Lopes, conhecido como Gordo da Rodoviária, suspeito de encomendar morte do radialista Francisco Gomes de Medeiros, o F. Gomes. A decisão do magistrado foi informada no fim da tarde desta terça-feira (17).

Preso no presídio de Caraúbas, Gordo da Rodoviária é suspeito de ter combinado com João Francisco dos Santos, o Dão, a morte de F. Gomes. Dão confirmou que foi o autor dos disparos, mas negou participação de algum mandante no crime. No entanto, a polícia rastreou 19 ligações entre Dão e Gordo da Rodoviária no dia da morte do radialista.

De acordo com informações iniciais, o argumento utilizado pelo Gordo da Rodoviária de que as ligações foram para que Dão buscasse um telefone que o comerciante havia consertado não foi suficiente para convencer o juiz a conceder o relaxamento da prisão. Antes dele, o Ministério Público também já havia se pronunciado contra o relaxamento da prisão.

Tribuna do Norte

Agripino recebe comitiva do Parlamento Europeu

O presidente dos Democratas, senador José Agripino (RN), se reuniu nesta terça-feira (17), em Brasília, com um grupo de deputados integrantes do Parlamento Europeu. O encontro faz parte de uma missão parlamentar chefiada pelo deputado Joseph Daul (UMP – França), que veio ao Brasil para abordar temas de interesse recíproco relativos ao atual contexto político e econômico brasileiro e europeu.  A delegação quis ouvir a opinião do senador brasileiro sobre uma projeção das relações econômicas e comerciais entre a União Européia e o Brasil.

“Nós temos todo interesse em fortalecer a relação com o Parlamento Europeu. É importante estabelecer essa sintonia e eu estarei sempre à disposição para colaborar. Considero o encontro positivo”, declarou Agripino.

Polêmica cobertura do Maracanã tem imagem divulgada. Confira no blog

Inicialmente, a reforma do Maracanã estava orçada em R$ 705 milhões. Porém, a necessidade de substituir a atual cobertura por uma moderna fez a estimativa passar a ser de quase R$ 1 bilhão. Nesta terça-feira (17), o layout da polêmica estrutura foi apresentado.

A imagem de como ficará o estádio após as obras foi exibida no site da secretaria de Obras do Rio de Janeiro. Será uma estrutura em lona tensionada e que vai proteger todos os torcedores. A cobertura tem durabilidade prevista de 50 anos , com garantia de 15.

Nesta terça-feira, as autoridades cariocas estiveram em Brasília para apresentar, ao Tribunal de Contas da União (TCU), dados da reforma do Maracanã. No começo de 2011, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) bloqueou os empréstimos até que todo o planejamento da obra fosse apresentado de forma detalhada.

As autoridades do Rio de Janeiro mantiveram o discurso de que o Maracanã, pronto, estará entregue até dezembro de 2012. O prazo é exigência da Fifa para que o estádio possa ser um dos palcos da Copa das Confederações em 2013.

Líderes discutem pauta da semana em reunião na residência de Fábio Faria

O deputado federal Fábio Faria recebeu em reunião seguida de almoço mais de 20 líderes partidários, onde foi discutida a pauta da semana na Câmara. O encontro foi convocado pelo líder da base do governo, deputado Cândido Vaccarezza e, além das medidas provisórias que estão prontas para plenário, foi discutida a possibilidade de votação do Código Florestal.

“Essa é uma matéria polêmica, que precisamos encontrar um consenso para então levarmos novamente a plenário. Nestas reuniões que fazemos semanalmente, avaliamos as matérias da semana e levamos uma posição para o Colegiado de Líderes”, disse Fábio Faria. A reunião também contou com a presença do ministro de Relações Institucionais, Luiz Sérgio, o secretário-executivo Cláudio Vgnatti e o deputado Aldo Rebelo, relator do Código Florestal.

Além de Cândido Vaccarezza, estavam presentes Fábio Faria (PMN), Nelson Meurer (PP), Alex Canziani (PTB), Rebecca Garcia (PP), Jovair Arantes (PTB), Osmar Serraglio (PMDB), Eduardo Cunho (PMDB), Osmar Júnior (PC do B), Pepe Vargas (PT), Waldir Maranhão (PP), Felipe Bournier (PHS), Giovanni Queiroz (PDT), Ana Arraes (PSB), Mendes Ribeirão Filho (PMDB), Lincoln Portela (PR), George Hilton (PRB), Edivaldo Holanda Júnior (PTC), Dr. Grilo (PSL), Aldo Rebelo (PC do B).

Governo do Estado gastará R$ 3,5 milhões de reais mensais com hospitais de Caicó e Currais Novos

O novo diretor do Hospital Regional do Caicó, vereador Nildson Dantas (na foto), administrará um orçamento mensal de R$ 2 milhões de reais. Foi o que declarou a Rádio Caicó AM o secretário estadual de saúde Domício Arruda:

– O Hospital de Currais Novos, que é menor do que o de Caicó representa para o governo cerca de 1 milhão e meio, porque nós levamos em consideração, principalmente a folha de pessoal. Nós temos muitos funcionários aqui, mas como não era uma unidade própria nossa, não tínhamos uma central de custos para este hospital. Mas pelo seu porte, eu acho que deve girar em torno de R$ 2 milhões por mês, disse Arruda.

Depois de mamar 8 anos no governo de Wilma, Gustavo ameaçar deixar o PSB

Depois de ter mamado 8 eternos anos no governo de Wilma de Faria o deputado estadual Gustavo Carvalho está disposto a cuspir no prato que comeu. Apesar dos insistentes apelos da guerreira para mantê-lo na legenda parece mesmo que ele arruma as malas para trocar o PSB pelo PSD do vice-governador Robinson Faria para integrar a base aliada da governadora Rosalba Ciarlini.

Mas…

Diz que ainda vai ouvir as bases para até a metade do ano $e decidir.

É muita cara de pau.

Pela primeira vez a Record bate a Globo em audiência

Pela primeira vez, desde que começou ser feita a medição de audiência na TV aberta, a Record derrotou hoje a Globo em todos os programas matinais, e fechou a manhã, das 6h às 12h, em primeiro lugar no ibope.

Na média, a Record ficou com 6,9 pontos contra 6,3 da Globo e 5,9 no SBT. Os dados foram apurados da medição prévia minuto-a-minuto, e foram calculados pela reportagem.

O chamado resultado consolidado, no entanto, só será divulgado oficialmente pelo ibope amanhã, mas a Record já festeja a data como histórica.

No acompanhamento da medição em tempo real do ibope, o “SP no Ar” venceu de ponta a ponta das 7h15 às 8h40 (7,8 a 7,5). Ele enfrentou parte do “Bom Dia São Paulo” e todo o “Bom Dia Brasil”, da Globo.

Dobradinha Rosalba e Garibaldi consegue R$ 3,1 milhões para construção de poço em Serra do Mel

O presidente da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), Gilson de Carvalho Queiroz Filho, vai viabilizar a liberação de R$ 3,1 milhões para a construção de um poço profundo revestido e uma caixa d’água, além da aquisição de uma bomba para resolver o grave problema de abastecimento de água enfrentado pelo município de Serra do Mel. O compromisso foi assumido por ele no início da tarde desta terça-feira (17) em audiência com o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, e a governadora potiguar, Rosalba Ciarlini.

Rosalba e Garibaldi, que no domingo (15) participaram da festa de 23 anos de emancipação da Serra do Mel, relataram ao presidente da Funasa o drama que a população do município está enfrentando. Eles pediram a liberação dos R$ 3,1 milhões incluídos no Orçamento deste ano para Serra do Mel, na rubrica Implantação e Melhoria de Abastecimento D’Água em Municípios de até 50 Mil Habitantes. No dia 4 de maio Henrique Eduardo Alves encaminhou ofício a Gilson Queiroz fazendo o mesmo pedido. Segundo o censo do ano passado, Serra do Mel tem 10.281 habitantes.

Dom Delson confirma recomendação às paróquias: Não podemos defender a vida e apoiar vendas de bebidas

 Ao ser entrevistado no Panorama Seridó (Rádio Caicó AM) desta terça-feira, o bispo da Diocese de Caicó, Dom Manuel Delson Pedreira confirmou ter recomendado a todos os padres do clero seridoense que evitassem comercializar bebidas alcoólicas, nos eventos realizados pelas paróquias, e principalmente nas festas dos padroeiros. Dom Delson disse que não chegou a ser uma imposição, já que se fosse se sentiria na obrigação de punir os que não atendessem sua determinação. “Eu não estou proibindo ninguém de beber, mas estamos orientando os nossos padres para que não vendam bebidas. Os outros são livres, nós não”, explicou Dom Delson.

Seguem trechos da entrevista:

Marcos Dantas: Porque a recomendação aos padres da diocese para que não vendam bebidas alcoólicas nas festas de padroeiro?

Dom Delson: Sabemos dos efeitos da bebida alcoólica na vida das pessoas, as dependências químicas, as portas abertas para as outras drogas e as conseqüências das pessoas embriagadas que sofrem acidentes, tem problemas de saúde, são tantas conseqüências na vida das pessoas que não condiz com aquilo que a igreja prega e ensina que é a sobriedade. Então orientamos os padres e as paróquias para que separem as coisas que as nossas festas religiosas sejam para proclamar o evangelho, que fortalece o principio de proteger a vida. Como estamos defendendo a vida, e vendendo bebidas alcoólicas nas festas religiosas? Isso condiz com o ensinamento religioso do evangelho? Se alguém acha que condiz, venha me dizer, porque não é esse o evangelho que estamos pregando. Evidentemente que existe uma tradição por aí. Inclusive um dos temas das novas diretrizes que aprovamos em Aparecida na ultima assembléia, trata-se de uma conversão pastoral, é a gente mudar estruturas que não condizem com a nossa realidade. E essa é uma tradição que precisa se mudar, para que a nossa pregação realmente venha trazer os efeitos desejados, e nao pareça que é uma coisa contraditória. Falamos no altar uma coisa justa e certa, e na mesma hora, na frente da Igreja nós praticamos outra coisa bem diferente.

Seria uma incoerência então?

É essa incoerência que temos que superar e a igreja nos pedem conversão. A gente tem que converter não somente as pessoas individualmente, mas certas estruturas e práticas. E eu louvo que monsenhor Edson tem tomado esta decisão juntamente com sua equipe da Paróquia de Santana, de não vender bebidas alcoólicas durante a festa de Santana no pavilhão, como outras paróquias já tomara. São José do Seridó já vem fazendo isso há muito tempo. Santana do Seridó começou no ano passado e está muito bem. Não houve nenhum prejuízo para a qualidade religiosa da festa. Ao contrário, melhora mais ainda o sentido religioso das nossas festas. É essa que estou orientando e refletindo com os padres. Não tenho medo de dizer isso.

Mas houve reação?

Se alguém discorda ou se alguém me ataca eu fico muito contente, porque estou sendo atacado por uma coisa justa. Quando a gente é criticado porque está fazendo a coisa correta, a gente não se importa e agradece esses ataques. Agora, se estivesse fazendo uma coisa errada e fosse criticado, aí isso chateia porque tem que mudar. Mas essa minha posição não, tenho paciência, reconheço que existe uma prática que vem de muito tempo, e vou acompanhando, orientando. Já disse isso outra vez que água molhe em pedra dura, tanto bate até que fura. Vou falando, repetindo e mostrando os efeitos dessa prática que não condiz com o anuncio do evangelho que nós fazemos. Nós temos a Fazenda Belo Amor, que tanta cuidar daqueles que são dependentes, com muita dificuldade. As famílias sabem disso e o prejuízo é muito grande para a sociedade, a questão do alcoolismo. E nós não podemos estar incentivando nas nossas igrejas. A nossa posição é essa. Muito clara e transparente. Que as pessoas que tem bom senso entendam. Para quem gosta de tomar uma bebida, vão comprar e não vai ser vendida pela igreja. Eu não estou proibindo ninguém de beber, mas estamos orientando os nossos padres para que não vendem bebidas. Os outros são livres, nós não.

Chega a ser uma imposição, ou o senhor está inicialmente recomendando?

Uma imposição, aí é uma coisa que os padres têm que cumprir. Se não cumprir eu vou lá e tiro o padre da paróquia. Eu não estou fazendo isso. Estou recomendando. Se o padre ver que ainda não é a hora, se o padre ver que as pessoas ainda não estão preparada, se o padre que ainda não tem coragem de tomar uma decisão, porque é fraco, então a gente respeita tudo isso, respeitamos as fraquezas dos próprios padres, que tremem, ou padres que gostam de beber e defendem tudo isso.

Mas tem que ter coragem pra tomar uma decisão desta?

Claro que tem. Vem de uma tradição de muitos anos, de prática. E a gente sabe que toda tradição tem um peso. Eu sei de gente católica, que defendem os princípios católicos com unhas e dentes, mas defendem a bebida também. Então temos que ir esclarecendo até que as pessoas usem a razão e a partir dos motivos lógicos e racionais, cheguem a compreender a motivação da nossa proposta, de separar a festa religiosa da festa profana. Hoje existe espaço, a Ilha de Santana está aí para quem quiser tomar sua bebida. Essas coisas não se mudam de um dia para o outro. Isso exige tempo e processo de conversão. E nós estamos neste processo.

A maioria dos padres do Seridó aceitou esta sua recomendação?

Eu creio que a maioria sim. Eu acho que todos estão trabalhando para mudar. Alguns são mais rápidos no entendimento e no assumir os compromissos e vão fazendo as coisas. Creio que pouco a pouco vamos criando esse clima e toda a diocese estará assumindo essa posição, que é a mais lógica e condizente com o evangelho que pregamos.

Quando o senhor fala em estar preparado para aceitar as críticas, se refere a feirinha de Santana, principal momento social da festa de Caicó?

Eu não sei como monsenhor Edson está programando essa questão da feirinha. Eu pelo menos foi todos os anos para feirinha pela manhã, tomo meu refrigerante, provo da culinária da região e volto pra casa e não vejo mais nada. O pessoal diz que no período da tarde lá só fica bebida. Pela manhã eu acho um clima muito positivo e acho que deve continuar. Mesmo que outros queiram lá vender sua cerveja, nós não temos nada com isso. Nossa recomendação é que a igreja não comercialize a bebida alcoólica. Pouco a pouco acho que vamos levando que outros também tomem essa decisão. Eu não sei como será a feirinha este ano, mas acredito que não vai perder qualidade não. A igreja não vai vender, outros vendem, vão lá, participam, compram os alimentos e festejam num mundo familiar, como vemos nas ceias e almoços em festas de padroeiro. Aquilo que fica depois, termina a feirinha fica o pessoal lá bebendo até não poder mais, aquilo é o contra testemunho.

Por Marcos Dantas

Alta do algodão: crise na tecelagem fecha fábricas e demite mais de 2 mil pessoas em Jardim de Piranhas

A alta de quase 200% no preço do algodão em pluma nos últimos oito meses provocou o fechamento de 80 tecelagens (de um total de 200) e a demissão de mais de 2 mil pessoas em Jardim de Piranhas, município a 287 km de Natal. A alta também afetou outros municípios potiguares. Segundo Joilson Borges, presidente da Associação de Tecelagens do Seridó, “isso não ocorria há 140 anos”, quando faltou algodão e os preços dispararam. A atividade têxtil é a base da economia de Jardim de Piranhas. Antes da crise, o setor empregava até 4,5 mil pessoas.

O município, segundo Joilson, não foi capaz de absorver os funcionários demitidos, que estão ociosos, aguardando a reabertura das fábricas. “A cidade gira em torno da tecelagem. Não conheço nenhuma atividade que  possa se igualar em números de empregos gerados”, afirma. O presidente da Associação espera que algumas fábricas reabram e voltem a readmitir já no segundo semestre com a provável queda nos preços, em decorrência da nova safra. “A alta do algodão desencadeou uma série de problemas em Jardim de Piranhas. A indústria perdeu seu poder aquisitivo, se descapitalizou e demitiu vários funcionários”, resume.

De acordo com José Rangel de Araújo (na foto), gestor do Arranjo Produtivo Local da Tecelagem do Seridó e consultor do Sebrae/RN, está faltando algodão no mercado mundial, o que elevou os preços e culminou com o fechamento de fábricas e a redução de postos de trabalho. “O fio, que antes custava R$4,30, agora está custando, em média, R$8,50 – quase o dobro. Este aumento não pôde ser repassado para o consumidor final. O preço do fio dobrou, mas o preço do pano de prato, por exemplo, não pôde subir nem 30%”, exemplifica.

Quem trabalha na indústria têxtil e tem como matéria-prima o tecido e não o fio também sentiu os efeitos da alta do algodão. O tecido já chega 30% mais caro nas indústrias, segundo José Rangel. “Quem trabalha com fio sentiu maior impacto do que quem trabalha com o tecido. No entanto, o preço do fio acabou repercutindo na cadeia como um todo”, afirma

Por Geraldo Oliveira

Barragem de Oiticica no Seridó começará a ser construida no próximo ano

A infraestrutura de monitoramento e construção de barragens, adutoras e açudes no Rio Grande do Norte vem sendo modernizada para atender a demanda do Estado, principalmente no período de inverno, onde os reservatórios acumulam e escoam grande quantidade de água.

A construção de estruturas hídricas para contenção de cheias e melhoria do abastecimento humano – como as barragens e reservatórios – continuam sendo o foco principal da Semarh, que planeja iniciar em 2012 a obra da Barragem de Oiticica, a qual será construída no município de Jucurutu, na bacia do Rio Piranhas-Açu, e irá beneficiar 340 mil pessoas. O projeto está em fase de licitação e terá capacidade de acumulação de 600 milhões de metros cúbicos e um investimento de R$ 121 milhões.

Adutora

Já na região Seridó, o sistema de abastecimento de água ganhará reforço com a construção da adutora Seridó, que levará água captada do Açude Público Marechal Dutra (Gargalheiras) para os municípios de Acari, Currais Novos e quatro comunidades rurais: Bulhões, Brejuí, Gargalheiras e Barra Verde.

 A obra foi iniciada em 2010 e tem previsão de conclusão ainda este ano com investimento estadual e federal de R$ 24 milhões distribuídos em 28 quilômetros de extensão e beneficiando mais de 72 mil habitantes.

Rosalba consegue metrô de superficie para Natal

A governadora Rosalba Ciarlini assinou nesta terça-feira, 17, em Brasília, termo de anuência (compromisso) para a construção do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), o chamado metrô de superfície de Natal. Foi durante a reunião técnica do PAC 2 da Mobilidade Urbana. A obra será compartilhada Governo e Prefeitura do Natal e beneficiará a região metropolitana. O projeto inclui revitalização, reforma e adaptação do trecho da linha férrea Ribeira-Extremoz e a implantação do VLT.

O sistema passará pela Zona Norte e terá 11 estações, das quais 3 de integração com ônibus ( Ribeira, Nova Natal e Alecrim) e terá capacidade para transportar 50 mil passageiros/dia. “O metrô significa um avanço na região não por ser apenas uma opção de transporte eficiente e seguro, mas por ser também barato, melhorando significativamente nosso sistema público coletivo”, afirmou a governadora Rosalba que assistiu uma exposição da diretora de Mobilidade Urbana, Luíza Gomide, do Ministério das Cidades. Segundo ela, o PAC da Mobilidade para as Grandes Cidades envolve recursos da ordem de R$ 18 bilhões, dos quais seis do Orçamento Geral da União (OGU) e a outra parte de financiamentos.

O governo do Estado conseguiu a garantia de R$ 130 milhões para o metrô, uma obra que é esperada há 20 anos pelos natalenses e moradores da região metropolitana. A previsão é que o veículo leve sobre trilhos comece a funcionar em 2013, um ano antes da Copa do Mundo, que exige aumento e modernização do transporte público da capital.

 Participaram da reunião, os secretários Kátia Pinto( Infraestrutura) e Demétrio Torres (Copa). A prefeita Micarla de Sousa também assinou o termo de compromisso proposto pelo governo do Estado na mesma reunião. O metrô do RN será semelhante ao do Cariri, no Ceará.

Sesap divulga novos números da dengue

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou, nesta terça-feira (17), por meio do Programa Estadual de Controle da Dengue, o novo boletim epidemiológico da doença. Desde o início do ano até o último dia 07, o RN contabiliza um total de 11.746 casos notificados, dos quais 2.934 foram confirmados.

Conforme os últimos dados, o quantitativo de municípios do Estado que apresentam incidência alta da doença corresponde a 70, enquanto 46 estão com média, 45 com baixa e 6 com incidência silenciosa. O município de Natal permanece com incidência alta, registrando o maior número de notificações do RN (3.171). Em seguida, estão os seguintes municípios: Mossoró (1.135), Parnamirim (875), Santa Cruz (534), João Câmara (526), Pau dos Ferros (384), Macaíba (379), São Gonçalo do Amarante (362), Nova Cruz (331) e São Paulo do Potengi (238).

O Programa Estadual de Controle da Dengue alerta a população para a importância das medidas de prevenção, principalmente por meio da eliminação de criadouros, para combater a dengue. Além disso, a Sesap prossegue com a operação com os carros-fumacê (Ultra Baixo Volume – UBV), nos municípios onde há alta transmissão da doença.

Governistas de olho em vaga no Tribunal de Contas

A princípio a vaga do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Getúlio Nóbrega (na foto), deve ser uma indicação do Ministério Público. Contudo, uma emenda constitucional pode mudar esse entendimento, para que a indicação fique a cargo do governo do estado.

Haveria duas possibilidades, segundo as especulações: o secretário-chefe do Gabinete Civil, Paulo de Tarso Fernandes, ou o deputado-licenciado Betinho Rosado, atualmente na pasta da Agricultura. O cargo é vitalício. Outro conselheiro do TCE a caminho da aposentadoria é Alcimar Torquato, que também completará 70 anos.

Perigosa bactéria é encontrada em uma mulher em Parelhas

Segundo reportagem da TV Seridó, apesar de ser a primeira vez que é identificada em uma pessoa em Parelhas, a Serratia marcescens não é uma bactéria rara, mas pode ser muito perigosa. Isso porque os medicamentos capazes de combatê-la não são tão fáceis de encontrar. Para evitar novas vítimas, a secretaria de saúde do município já entrou em alerta máximo e já tomou várias medidas para impedir contágio dentro do hospital.

Confira no vídeo:

Nós paga a conta, mas nós pode falar errado

Os 485 mil exemplares do livro polêmico em que o MEC defende a linguagem popular, mesmo com erros, renderam uns R$ 700 mil à autora e R$ 5 milhões à editora.
Ou seja, falar errado pode. Só não pode é… errar nas contas.

Betânia Ramalho: o governo não tem dinheiro para atender os professores do Estado

Da Secretária de Educação do Rio Grande do Norte, Betânia Ramalho, em entrevista hoje na Rádio Cabugi do Seridó de Jardim do Seridó:

– O impasse é que não há caixa, não há recursos financeiros pra no momento atender a essa reivindicação, associando o piso nacional ao plano de cargos dos professores, que não é essa reivindicação que se pretendem, eles tem um plano de cargos que está pra ser encaminhado e aprovado que duplica essa reivindicação, então estamos nesse impasse.

Garibaldi Filho e Henrique Alves antecipam filiação de Roberto Germano ao PMDB em Caicó

O ato de filiação do ex-prefeito e pré-candidato a prefeito de Caicó Roberto Germano ao PMDB foi antecipado das 19 horas para as 17 horas desta próxima sexta feira, 20.

Os organizadores da solenidade atenderam pedido do ministro da Previdência Garibaldi Filho e do deputado federal Henrique Eduardo Alves que têm compromissos inadiáveis no mesmo dia à noite em Natal. A solenidade será na câmara municipal de vereadores de Caicó.

Do ex-jogador Edmundo: Ninguém quer ter um filho gay

Depois de um longo silêncio em relação à confusão envolvendo seu filho com a ex-modelo Cristina Mortágua – o rapaz de 16 anos e a mãe foram parar na delegacia depois de uma briga em casa, em fevereiro -, Edmundo abriu o coração. O ex-craque reconheceu, em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo, que foi um pai ausente, mas tenta compensar o tempo perdido fazendo terapia com o garoto. Sobre a opção sexual do adolescente, o ex-craque fez questão de dizer que respeita, mas admitiu que não gostaria de ter um filho gay.

 “Ele nunca me falou: ‘Pai, eu sou gay’. Mas claro que não sou idiota, ele tem aparência total. Mas não muda nada, respeito e admiro igualmente. Tenho muitos amigos gays. Mas é claro que quando é com o outro é mais fácil. Quando é na nossa família fica mais difícil. Por mais que não seja preconceituoso, ninguém quer ter um filho homossexual, até pelo preconceito que ele vai sofrer. Respeito a opção, mas quero que ele tenha um comportamento íntegro na sociedade”, disse Edmundo. “Ele pode ser gay, mas que tenha uma postura. Já viu quando você está numa festa e chega uma bicha querendo aparecer? Exagero não é legal. Mas é chato, né? Tem meus amigos homens que comentam”.

 O ex-craque mostrou como se faz mais presente na vida do filho: “Começamos agora a fazer terapia. Ele faz uma sessão, eu faço outra, depois fazemos juntos”.

Mágoa de Mortágua

 Quando falou de Cristina Mortágua na entrevista ao Estado de S. Paulo, Edmundo deixou clara a sua mágoa: “Eu era recém-casado com minha ex-mulher e, durante uma noitada, a engravidei. Não tivemos um relacionamento, mas ela fez questão de mostrar a gravidez para aparecer. Ixe, ‘aparecer’ é uma palavra pela qual ela pode querer processar, porque tudo que eu falo, ela me sacaneia”.

Posts Recentes

Posts Recentes

Categorias

Bolsonarismo cresce nas redes, indica pesquisa

De acordo com um levantamento da agência de inteligência de dados MAP, perfis de direita fecharam fevereiro com 30,7% de engajamento nas redes sociais, sendo que 87% dessas contas se apresentam como bolsonaristas. A

Leia Mais

É grave!

É gravíssimo: … dos 21 hospitais cadastrados para receber pacientes para tratamento Covid-19, 16 deles estão com ocupação 100%. Região Oeste está com 100% de

Leia Mais