Em audiência comandada por Garibaldi, presidente da Petrobras afirma que investimentos no RN estão mantidos

Garibaldi_Petrobras

Com um endividamento que chegou a R$ 351 bilhões no final do ano passado e um prejuízo que superou os R$ 21,6 bilhões, em 2014, a Petrobras deve apresentar, em 30 dias, um plano de negócios com alternativas para melhorar esses números. A informação foi transmitida pelo presidente da estatal, Aldemir Bendine, em audiência pública realizada nesta terça-feira (28) no Senado Federal. A economia não afetará a exploração de petróleo nos campos maduros do Rio Grande do Norte, nem a Refinaria Clara Camarão ou a Termelétrica Jesus Soares Pereira.

Convidado pelas comissões de Serviço de Infraestrutura (CI) e de Assuntos Econômicos (CAE), Bendine prestou as informações sobre o Rio Grande do Norte a pedido do senador Garibaldi Filho, que conduziu a audiência pública ao lado do senador Delcídio Amaral. O parlamentar potiguar externou sua preocupação depois de o presidente da estatal enumerar uma série de medidas que serão adotadas para recuperar a empresa petrolífera da situação na qual se encontra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Categorias

Rosalba ri com o tempo

Em Mossoró, as conversas estão mais focadas na sucessão da prefeita Rosalba Ciarlini, que ri com o tempo com o desentendimento profundo entre seus adversários.

Leia Mais