Congresso se contrange com a divulgação de salários de servidores

A decisão do Executivo federal de publicar os salários de todos os servidores, nome a nome, incluindo as gratificações, ajudas de custos e jetons — acréscimos para quem integra conselhos de estatais —, e a sinalização de que o Judiciário deve fazer o mesmo, constrangeram deputados e senadores a permitir a divulgação das remunerações. Na próxima semana, as Mesas Diretoras da Câmara e do Senado Federal vão discutir o assunto. Deputados e senadores ouvidos pelo Correio afirmaram que a tendência das duas Casas é autorizar a publicação dos contracheques dos servidores.

Na Câmara, o primeiro-secretário, Eduardo Gomes (PSDB-TO), diz ser a favor da publicidade dos salários, mas salientou que não pode responder por toda a Mesa antes de debater o tema. “Sou a favor. É algo que se aplica a todos os Poderes, não só ao Executivo. A Lei de Acesso à Informação vai requerer uma adequação, mas seria injusto não defender isso”, afirmou. A vice-presidente da Casa, deputada Rose de Freitas (PMDB-ES), segue a mesma linha. “No fim das contas, a origem disso tudo são os impostos. É um assunto público, é claro que deve ser divulgado.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

setembro 2022
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Categorias