Aécio agora está encurralado

Em declaração à PGR (Procuradoria-Geral da República), o empresário Joesley Batista disse que pagou R$ 50.000 por mês para o senador Aécio Neves (PSDB-MG), ao longo de 2 anos. Os repasses teriam sido feitos por meio de uma rádio da qual o senador foi sócio até 2016.

As informações são do jornal Folha de S.Paulo, que teve acesso a 1 dos anexos de colaboração entregues pelo empresário ao Ministério Público em 31 de agosto de 2017.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

dezembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 
Categorias