Dia: 11/07/2019

Vacina importante para bebês está em falta nos postos de saúde

Por falta de vacinas, bebês brasileiros não estão recebendo a proteção de que precisam nos primeiros meses de vida em diversos estados brasileiros.

O problema enfrentado agora teve início há dois meses. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, interditou um lote de vacinas pentavalente da empresa indiana Biologicals E. Limited em maio.

A Anvisa informou que a vacina “obteve resultado insatisfatório no ensaio de aspecto”, que é a análise das características de um produto e da sua embalagem.

A farsa ‘bandida’ do PT foi descoberta. Leia em matéria mais abaixo

PT sempre cantarolou que o movimento “Lula Livre” era uma iniciativa intrinsecamente popular — bancada pelo militante abnegado ou no máximo pelos cofres de sindicatos devotos ao petismo — visando pressionar o Poder Judiciário a libertar o ex-presidente Lula, que cumpre pena por corrupção desde abril do ano passado, na sede da Polícia Federal em Curitiba. Contudo, documentos obtidos por ISTOÉ mostram que o movimento dificilmente ficaria em pé e sua voz ecoaria Brasil afora se não houvesse farta utilização de recursos públicos.

Leia matéria completa mais abaixo com o título:

“PT usa dinheiro público para bancar o Lula Livre e farra de passagens, hotéis e jantares para visitas ao ex-presidente”.

Caern interrompe operação da Adutora Monsenhor Expedito

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) precisou realizar a substituição emergencial de uma bomba da Estação de Bombeamento que abastece a adutora Monsenhor Expedito na tarde desta quinta-feira (11).

Contudo, após a substituição, o registro de passagem para a adutora apresentou problema. As equipes da Companhia já estão atuando para a correção do equipamento, mas a previsão é que o conserto seja finalizado na manhã desta sexta-feira (12), quando o abastecimento será retomado.

(mais…)

Deputado Tomba Farias diz que votou contra a devolução das sobras da AL porque o governo não fez nada para tirar o estado da crise

“O que o governo fez até hoje? Qual foi a medida que o governo tomou para solucionar os problemas que o estado passa e colocar em dia a folha de pagamento”? O questionamento é do deputado estadual Tomba Farias (PSDB), presidente da Comissão de Finanças e Fiscalização (CFF), ao justificar o fato de a Assembleia Legislativa ter excluído do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020, os parágrafos que pleiteavam a devolução das sobras orçamentárias do Poder Legislativo ao Governo do Estado.

Para o parlamentar, o governo do Rio Grande do Norte ainda não fez a sua parte para enxugar despesas e equilibrar as finanças públicas. “A Arena das Dunas está aí, a Caern está aí, a UERN está aí e o governo não tomou nenhuma decisão para sanear a economia. A governadora quando foi candidata sabia que o estado estava em crise, sabia que haviam dificuldades, sabia que tinha folha de pagamento atrasada, ela não foi candidata enganada”, disse.

Destacando que a Assembleia Legislativa “tem feito a sua parte”, o parlamentar lembrou que no ano passado o Governo do Estado recebeu R$ 670 milhões para a Saúde e, mesmo assim, não ocorreram significativos avanços no setor. “A Saúde Pública continua do jeito que está. Não acredito que serão as sobras do Poder Legislativo que irão resolver os problemas do Estado”, disse Tomba.

(mais…)

PT usa dinheiro público para bancar o Lula Livre e farra de passagens, hotéis e jantares para visitas ao ex-presidente

O PT sempre cantarolou que o movimento “Lula Livre” era uma iniciativa intrinsecamente popular — bancada pelo militante abnegado ou no máximo pelos cofres de sindicatos devotos ao petismo — visando pressionar o Poder Judiciário a libertar o ex-presidente Lula, que cumpre pena por corrupção desde abril do ano passado, na sede da Polícia Federal em Curitiba. Contudo, documentos obtidos por ISTOÉ mostram que o movimento dificilmente ficaria em pé e sua voz ecoaria Brasil afora se não houvesse farta utilização de recursos públicos.

Prestações de contas da Executiva Nacional petista ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre o montante destinado ao partido pelo Fundo Partidário comprovam que o PT usou dinheiro da União — ou seja, público — na compra de passagens aéreas, diárias de hotéis e alimentação para os petistas irem a Curitiba pedir a soltura do ex-presidente, no pagamento de locação de veículos, no aluguel de salas para reuniões e, até mesmo, no custeio do trabalho de seguranças privados em atos registrados em favor do “Lula Livre”. Em especial, no acampamento erguido próximo à sede da PF de Curitiba.

Do bolso do petista que ostentava estrelinha no peito e faixa rubra na cabeça saiu muito pouco ou quase nada. Já do Fundo Partidário (uma verba pública) foi utilizado em 2018 quase R$ 1 milhão. Independentemente do valor, o importante é que princípio da lei que rege a utilização do recurso público foi quebrado. Advogados eleitorais ouvidos por ISTOÉ afirmam que o partido contrariou frontalmente o que determina a Lei 9.096/95 (Lei dos Partidos Políticos), já que o Fundo Partidário destina-se a sustentar as atividades de organização meramente partidárias, não iniciativas de promoção pessoal de seus filiados, como se verifica clara, expressa e indiscutivelmente no movimento pela libertação do ex-presidente.

A farra das passagens

As planilhas às quais ISTOÉ teve acesso somam aproximadamente 10 mil páginas. Elas revelam que a legenda bancou com a verba despesas de boa parte de seus dirigentes para que eles estivessem presentes em São Bernardo do Campo durante o ato de resistência à prisão de Lula, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, entre os dias 6 e 7 de abril de 2018, ou nos dias seguintes em Curitiba, para onde o petista foi levado preso. Os gastos se estenderam a eventos que pediam a libertação do petista nos meses de maio e começo de junho.

Muitas das viagens de parlamentares do PT a Curitiba para visitar Lula na cadeia, como as dos senadores Lindbergh Farias e Gleisi Hoffmann, também foram custeadas pela União. Do mesmo modo que as despesas com deslocamentos de Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo, e da ex-presidente Dilma Rousseff, entraram na cota do dinheiro meu, seu e nosso. Um verdadeiro acinte, para dizer o mínimo.

Os maiores gastos, sem dúvida alguma, foram com passagens aéreas para esses militantes e dirigentes. No período de abril a junho, quando o movimento “Lula Livre” se intensificou e ganhou capilaridade , o partido torrou em torno de R$ 230 mil só com as viagens. Entre os beneficiados pelas passagens aéreas estavam, além da ex-presidente Dilma Rousseff, e do ex-prefeito e candidato a presidente derrotado Fernando Haddad, o ex-presidente da executiva estadual do PT em São Paulo, Emídio de Souza. O Fundo Partidário petista foi generoso ainda com integrantes de executivas estaduais, como da Bahia e Maranhão.

Não houve pudores no gasto com a verba do contribuinte. Por exemplo, para que ela pudesse acompanhar o ato de resistência à prisão de Lula nos dias 6 e 7 de abril, a presidente do partido, Gleisi Hoffmann, na época senadora, não coçou o bolso. Preferiu, claro, ter despesas pagas no Novotel Jaraguá em São Paulo com recursos extraídos pelo PT do fundo público. Na farra com dinheiro da União, outra figura carimbada do PT não poderia faltar: trata-se do sempre histriônico Lindbergh Faria. Para o hoje “Youtuber”, a hospedagem no Astron Saint Moritz, de São Bernardo do Campo, foi inteiramente quitada pelos cofres públicos. “A utilização de recursos do fundo partidário para a promoção pessoal de um de seus filiados, não se enquadra nas premissas legais estabelecidas no Artigo 44 da Lei dos Partidos Políticos. Assim, ao utilizar-se de recursos públicos, provenientes do fundo partidário, para a promoção de filiado, o partido pode ser obrigado a ressarcir a União”, afirma o advogado especialista em Direito Eleitoral, Francisco Emerenciano.

No caso específico de Dilma Rousseff, o PT pagou com recurso público suas passagens de Porto Alegre a São Paulo no dia 7 de abril para que ela pudesse acompanhar a resistência de Lula à prisão em São Bernardo do Campo. O custo foi de R$ 701. Depois, no dia 23 de abril, Dilma teve a passagem de Porto Alegre a Curitiba novamente custeada, no valor de R$ 2.294, para que ela fosse à PF visitar Lula e também participar do evento “Lula Livre” na porta da cadeia. Por ironia do destino, a tentativa de Dilma de ver seu mentor naufragou. A Polícia Federal não permitiu o ingresso da ex-presidente na cela do petista. Na época, a juíza Carolina Lebbos barrou 23 pedidos de visitas ao petista. Além de Dilma, na lista de pessoas que foram visitar Lula com passagens compradas com dinheiro público constavam o ex-prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto, o ex-secretário de movimentos sociais do PT, Renato Simões e Alberto Cantalice, ex-presidente do PT do Rio de Janeiro. Todos foram a Curitiba no dia 9 de abril.

Na prestação de contas da legenda entregue ao Tribunal Superior Eleitoral ainda são listados como gastos diretos do partido em prol dos eventos em favor de Lula R$ 11,9 mil em segurança privada e outros R$ 32,5 mil com a locação de veículos e vans para o deslocamento de militantes em Curitiba nos dias seguintes à prisão do ex-presidente. As despesas informadas ao TSE contabilizam ainda R$ 8,2 mil com o aluguel de uma sala no hotel Dan Inn Curitiba para a realização de reuniões dos petistas na capital paranaense. Foi incluído no montante gastos com água, café e pães de queijo disponíveis para os militantes. Pelo visto, não faltou comida (de graça). Gratuita para quem participou, claro, não para quem pagou — você, o leitor que arca regiamente com seu imposto. É que na lista de despesas com dinheiro público consta a locação de uma outra sala de encontros no hotel Petras Flat, no valor de R$ 3,5 mil, com a disponibilização de 16 cafés completos e 28 almoços, conforme notas fiscais obtidas por ISTOÉ.

Se houvesse conflito com militantes adversários, o PT estava preparado, segundo revelam as planilhas. Para escoltar os filiados, foram gastos cerca de R$ 11 mil com a contratação extra de 32 seguranças, em um total de 353 horas de trabalho entre os dias 4, 5, 6, 13 e 14 de abril do ano passado. Tudo com dinheiro do Fundo Partidário, cujo uso se mostra totalmente desvirtuado. Já em Curitiba, nos dias que seguiram à prisão de Lula, os mortadelas, como ficaram conhecidos os petistas habituês das manifestações, não tiveram problemas de locomoção. Uma verdadeira frota de veículos encontrava-se à inteira disposição dos filiados. Nas notas às quais ISTOÉ teve acesso, foram contabilizados sete veículos executivos (com motoristas inclusos) e nove vans locadas por meio da empresa One Eventos. Os automóveis não estavam a passeio: foram utilizados no deslocamento de dirigentes do PT em Curitiba.

Na festança com dinheiro público, há nas prestações de contas do PT ao TSE dois dados que chamam a atenção. Um deles refere-se à realização do Congresso da Juventude Petista, nos dias 6 e 7 de junho, em Curitiba, utilizado pelos jovens para promover o “Lula Livre”. Nos documentos apresentados, o PT relaciona as despesas de R$ 465,8 mil com o encontro para justificar pagamentos feitos com os recursos do Fundo Partidário. Só com as passagens aéreas para 100 militantes irem a Curitiba, o partido gastou R$ 202,6 mil. À infraestrutura do Congresso, o partido destinou R$ 117,8 mil. Para a edição de um mero informativo, foram gastos R$ 47,5 mil, além de outros R$ 25 mil consumidos na distribuição de camisetas vermelhas.

O outro dado que causa espécie – pela ousadia dos dirigentes petistas — é o pagamento de despesas com a defesa do ex-presidente Lula após a expedição do mandado de prisão. Com verba pública. De acordo com a papelada ao qual ISTOÉ teve acesso, o advogado de Lula Cristiano Zanin teve passagens aéreas custeadas pela Executiva Nacional do PT em pelo menos uma das idas a Curitiba para encontros com o cliente. No dia 14 de junho, Zanin foi a Curitiba às custas do recurso a que o PT recorre do Fundo Partidário. Quem também se valeu da verba foi o escritório Aragão e Ferraro Advogados, que atuou em Curitiba para defender a ocupação de um espaço público por militantes do “Lula Livre” durante uma ação de reintegração de posse impetrada pela Prefeitura de Curitiba. Os militantes ocupavam uma área perto da PF. Documentos relacionados ao escritório Aragão e Ferraro Advogados, que tem o ex-ministro da Justiça de Dilma, Eugênio Aragão, como um de seus sócios, mostram que foram gastos R$ 130 mil por mês na defesa das causas do PT. Assim como as mobilizações do “Lula Livre”, as despesas com os advogados podem caracterizar desvio de finalidade dos recursos do Fundo Partidário, com o partido sujeito à rejeição de contas.

Durante as manifestações por “Lula Livre” em Curitiba, militantes se deslocaram pela cidade a bordo de vans luxuosas pagas pela União

Está mais do que evidente, portanto, que o PT quer “Lula Livre”, mas sem nos livrar de arcar com a infraestrutura para a manutenção e sustentação dos atos em favor do ex-presidente considerado criminoso pela Justiça. Como sempre se desconfiou, mas o PT se esmerava em negar, nem uma tenda sequer foi erguida com vaquinhas dos filiados, mas sim com o dinheiro do contribuinte. Pelo visto, a confusão entre o público e o privado não só fora consagrada quando o partido desfrutava das delícias do poder. Permanece impregnada como um amálgama até hoje nas cinco pontas da estrela da sigla.

Veja alguns trechos de IstoÉ com os documentos

Mulher terá 100% da aposentadoria com 35 anos de contribuição

Em emenda à reforma da Previdência aprovada pelo plenário da Câmara, as mulheres terão direito de se aposentar com 100% do benefício após 35 anos de contribuição, registra o UOL.

Pelo texto do relator, as mulheres teriam direito de se aposentar com 15 anos de contribuição, mas só alcançariam 100% do benefício após 40 anos.

A mudança foi aprovada após emenda do DEM, sigla de Rodrigo Maia. Para os homens, será preciso contribuir por 40 anos para obter os 100% do benefício.

Vereadores mossoroenses encaminharão protesto

Os 21 vereadores mossoroenses encaminharão à bancada federal do RN ofício protestando contra a possibilidade de fechamento da Defensoria Pública da União em Mossoró. Ontem, conversaram com os dois defensores da DPU em Mossoró.

Ministério alerta para fraude via WhatsApp sobre 13º do Bolsa Família

Um novo golpe, veiculado por meio de mensagens no aplicativo WhatsApp, promete a liberação instantânea do décimo terceiro salário do Bolsa Família para beneficiários do programa, segundo informações divulgadas nesta quinta-feira (11) pelo Ministério da Cidadania.

De acordo com o alerta, a mensagem fraudulenta contém um link que redireciona o usuário para uma página onde são solicitados os dados pessoais, como nome completo, CPF e endereço. A mensagem exige ainda que a vítima compartilhe o link com todos os seus contatos para que o pagamento seja efetuado.

Voto de Ezequiel foi decisivo para AL descartar devolver sobras orçamentárias ao Executivo

O plenário da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte rejeitou no início da tarde desta quinta-feira, 11, a proposta do Governo do Estado para que os demais poderes devolvessem ao Tesouro Estadual eventuais sobras orçamentárias. A definição aconteceu durante a votação da proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que estabelece como o orçamento de 2020 deverá ser elaborado.

A obrigatoriedade da devolução das sobras por Assembleia, Tribunal de Justiça, Ministério Público, Tribunal de Contas e Defensoria estava na proposta original de LDO enviada pela governadora Fátima Bezerra para apreciação dos deputados. O trecho, contudo, foi suprimido pelo relator do projeto, deputado José Dias (PSDB), ainda na Comissão de Finanças e Fiscalização. Em plenário, o texto substitutivo terminou mantido por 12 votos a 10.

Depois da aprovação do texto-base do relatório, um destaque apresentado sugeria a manutenção do texto original no que diz respeito às sobras orçamentárias. A nova alteração, porém, foi descartada por 12 votos a 11. O presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), teve de proferir um voto de minerva para desempatar a votação contra a proposta do governo.

(mais…)

Bolsonaro decide indicar seu filho Eduardo como embaixador nos EUA

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (11) que decidiu indicar seu filho Eduardo Bolsonaro como embaixador do Brasil nos Estados Unidos, mas que cabe ao atual deputado federal aceitar ou não o cargo.

“Da minha parte, eu me decidi agora, mas não é fácil uma decisão como esta estando no lugar dele e renunciando ao mandato”, disse ele em entrevista a jornalistas. “Apesar de ser meu filho, ele tem de decidir”, acrescentou.

Questionado pela Folha sobre o assunto, Eduardo Bolsonaro disse que ainda não há nada definido.

“A missão que o presidente Bolsonaro der para mim certamente vou desempenhar da melhor maneira. Não tem nada formal, nada oficial. O presidente falou, está falado, mas não chegou nada oficial”, disse, na Câmara.

O presidente disse ainda que o filho fala inglês com fluência, tem boa relação com a família do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e “daria conta do recado perfeitamente”.

“É uma coisa que está no meu radar, sim, e existe a possibilidade. Ele é amigo dos filhos do Donald Trump, fala inglês e espanhol, tem uma vivência muito grande do mundo. Poderia ser uma pessoa adequada e daria conta do recado perfeitamente”, ressaltou.

(mais…)

Paulo Toller move ação contra Haddad e o PT

A ex-vocalista do Kid Abelha, Paula Toller, entrou com uma ação contra o Partido dos Trabalhadores (PT) e Fernando Haddad, por uso indevido do conteúdo do grupo.

Agora em carreira solo, a cantora pede um valor de R$ 200 mil e, conforme informações do Jornal ‘Estado de São Paulo’, ela não pretende realizar acordos.

(mais…)

17 professores da UERN deixarão sala de aula para atuar no Governo Fátima

Na sessão desta quinta-feira (11) na Assembleia Legislativa os deputados apreciaram a proposta do Governo do Estado que trata da cessão de docentes da UERN para exercerem cargo comissionado em outros órgãos, especialmente do Executivo, mantendo a irredutibilidade salarial. Segundo o Governo, o objetivo é oferecer condições favoráveis para que os docentes possam compartilhar sua expertise com a Administração Pública do RN, sem que ocorra redução salarial. No entanto, houve discussão calorosa sobre a proposta.

Pelo lado do Governo, os parlamentares defenderam que a proposta visa valorizar os profissionais e que faz com que o Estado aproveite a mão de obra de profissionais formados pela universidade pública potiguar. Contudo, por outro lado, parlamentares criticaram a iniciativa devido à saída de professores das salas de aula para cumprirem outras atividades no Executivo, além de que o valor gasto com as mudanças (aproximadamente R$ 70 mil por 17 profissionais) ficaria à cargo da própria instituição.

(mais…)

“Marcha para Jesus” em Natal será em outubro

A tradicional “Marcha para Jesus” já tem data marcada no calendário potiguar. Após três anos sem ocorrer no Rio Grande do Norte, o evento está programado para o dia 5 de outubro, em Natal, com concentração na Av. Alberto Silva, ao lado do Shopping Midway Mall, e encerramento na altura da Arena das Dunas.

Rejeitado pedido de retirada de pauta da reforma da Previdência

O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou o requerimento da oposição que pedia a retirada de pauta da reforma da Previdência (PEC 6/19).

Agora, os deputados começam a analisar os destaques e emendas apresentados à proposta. O primeiro deles é uma emenda do DEM, apoiada por partidos de oposição, como PT e PDT, que faz várias mudanças em aspectos pontuais do texto:

Permite o acréscimo de 2% para cada ano que passar dos 15 anos mínimos de contribuição exigidos para a mulher no Regime Geral de Previdência Social, enquanto o texto do relator prevê o aumento apenas para o que passar de 20 anos;

(mais…)

Bancada feminina pede apoio a mudanças na reforma da Previdência

Integrantes da bancada feminina pediram apoio para aprovação de uma emenda que altera três pontos da reforma: mantém na Constituição a proteção à maternidade; permite que trabalhadoras tenham um benefício maior a partir dos 15 anos de contribuição; e altera regras para pensão.

Sedraf realiza em Mossoró oficina sobre “Reuso de Águas Cinza e Produção Agroecológica

A Secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (SEDRAF) realiza nesta sexta-feira (12) uma oficina sobre “Reuso de Águas Cinza e Produção Agroecológica no Arredor de Casa”, no Centro Terra Viva, em Mossoró.

O evento tem como objetivo conhecer, intercambiar e refletir sobre as experiências de reuso de águas cinza, implementadas pelas instituições da sociedade civil do estado. Além de fomentar o debate e definir parâmetros técnicos para elaboração de termo de referência sobre tecnologia social de reuso de água cinza para implementação no Estado com apoio da Sedraf.

(mais…)

Ministério Público recomenda que Ciosp tome providências contra trotes

O Ministério Público do Rio Grande do Norte publicou recomendação nesta quinta-feira, 12, solicitando medidas de combate aos trotes praticados ao serviço “Disque 190”, que é responsável por denúncias e informações à Polícia Militar.

Segundo o 70º promotor de Justiça da comarca de Natal, Vitor Emanuel de Medeiros Azevedo, que é o autor da recomendação, a prática dos trotes traz inúmeros prejuízos ao sistema de segurança pública, e reforça que a medida é um ato ilícito, podendo até mesmo configurar como crime de atentado contra a segurança de serviço de utilidade pública ou de comunicação falsa de crime ou de contravenção.

RN tem 44 municípios com o FPM zerado no primeiro repasse de julho

O repasse da primeira parcela do mês de julho do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), realizado pelo Tesouro Nacional nesta quarta-feira, 10, deixou o Rio Grande do Norte com 44 municípios zerados.

Tradicionalmente, o repasse do FPM sofre dificuldades no segundo semestre de cada ano, quando há altos índices de municípios com o fundo zerado, visto que coincide com o período em que a Receita Federal realiza a restituição do Imposto de Renda (IR) de quem pagou a mais no ano anterior.

Os municípios potiguares afetados forma:
• Afonso Bezerra;
• Antônio Martins;
• Apodi;
• Baraúna;
• Caiçara do Norte;
• Caicó;
• Caraúbas;
• Extremoz;
• Felipe Guerra;
• Florânia;
• Galinhos;
• Governador Dix-Sept Rosado;
• Grossos;
• Guamaré;
• Ielmo Marinho;
• Ipanguaçu;
• Jandaira;
• Janduis;
• João Câmara;
• Lagoa D’Anta;
• Lagoa de Velhos;
• Martins;
• Mossoró;
• Paraná;
• Pedra Grande;
• Pedro Avelino;
• Pendências;
• Porto do Mangue;
• Rafael Godeiro;
• Rio do Fogo;
• Santa Maria;
• Santana do Matos;
• Santo Antônio;
• São Bento do Norte;
• São Bento do Trairi;
• São Miguel do Gostoso;
• São Pedro;
• Senador Georgino Avelino;
• Sítio Novo;
• Taípu;
• Tenente Laurentino;
• Tibau;
• Triunfo Potiguar;
• Vila Flor.

Trânsito: Caicó parece ser uma cidade ‘sem lei’

É o que aparenta, pelo menos em alguns detalhes. Uma revenda de carros da marca Chevrolet, particular, trancou uma das principais Avenidas da cidade para montar um ponto de vendas de veículos interditando completamente o fluxo de veículos no coração comercial da cidade ao lado do Hotel Regente, onde ficam várias lojas, e nas proximidades do Banco do Brasil.

Um transtorno para os motoristas que transitam pelo local.

Deputados estaduais aprovam lei que estabelece como orçamento deve ser elaborado

Os deputados estaduais aprovaram, nesta quinta-feira (11), a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício financeiro de 2020. Com 21 emendas, o Projeto de Lei de número 162/2019, que estabelece como o orçamento do próximo ano deve ser elaborado, foi aprovado por unanimidade. O relator foi o deputado estadual José Dias (PSDB).

“Fizemos um relatório bem embasado, com as modificações que interessam ao Rio Grande do Norte. Grande parte das emendas trata apenas de ajustes de datas, pontos sobre os quais todos na Comissão de Finanças e Fiscalização foram pacíficos”, declarou o parlamentar antes do início da votação. As modificações consensuais também receberam o aval unânime do plenário.

(mais…)

Vídeo: Barragem se rompe na Bahia e moradores deixam casas às presa

Uma barragem se rompeu, nesta quinta-feira (11), entre as cidades de Pedro Alexandre e Coronel João de Sá, a cerca de 450 km de Salvador, no interior da Bahia.

Juntas, as duas cidades têm aproximadamente 35 mil moradores. Segundo a Defesa Civil, uma parte da Barragem rompeu no topo e há outras rachaduras da estrutura que ainda podem ceder.

Por meio das redes sociais, o prefeito de Coronel João de Sá, Carlos Augusto Silveira Sobral (MDB), pediu para os moradores saírem de suas casas e salvar o que for possível, pois “não sabe ainda das consequências, porque nunca passamos por ela”.

Escolas do município e e as quadras esportivas já estão disponíveis para receber os moradores, conforme Sobral.

Fátima Bezerra não terá mais carro blindado

O Secretário Chefe do Gabinete Civil do Governo do Estado, Raimundo Alves Júnior, publicou ato no Diário Oficial do Estado, tornando sem efeito a publicação de Termo de Retificação de Dispensa de Licitação, na locação de carro blindado, que seria utilizado pela governadora Fátima Borku’s Bezerra.

Os trabalhadores sendo assaltados nos ônibus urbano da Região Metropolitana da Grande Natal, e a Chefe Maior do Estado se escondendo dentro de um veículo a prova de bala. Isso estaria certo?

Lagoa das Pedras (RN): Contrato superfaturado

O Ministério Público Estadual, precisa colocar as suas lupas para investigar o contrato no valor de R$ 183.600,00, firmado pelo prefeito Raniere Amâncio da Silva da cidade de Lagoa de Pedras (RN), com a empresa CRIL SOLUÇÕES AMBIENTAIS, na prestação de serviços de coleta, transporte, tratamento e destinação final de resíduos da área da saúde.

Os contratos firmados por outras prefeituras com a referida empresa, com o mesmo objetivo, são orçados em torno de R$ 20 a 30 mil.

Prefeito de Baía Formosa contrata empresa multifuncional

O prefeito Adeilson Gomes Oliveira da cidade de Baía formosa (RN), autorizou a contratação da empresa local LUIZ EDUARDO DA SILVA – ME, pelo valor de R$ 92.880,00, na locação de um carro de som móvel de pequeno porte para divulgar a propaganda do Município.

A referida firma, que tem um Capital Social de apenas R$ 6.000, tem entre as suas atividade econômicas, a venda de peixe, edição de revistas, fornecimento de refeições e serviços de casas de chá.

Fátima Bezerra desfaz nomeações para a UERN

A governadora Fátima Borku’s Bezerra, assinou Decreto Governamental, tornando sem efeito a nomeação de Raimundo Nonato do Vale Neto (titular) e Luiz Carlos de Mendonça Martins (suplente), para integrar o Conselho Diretor da Universidade Estadual do Estado do Rio Grande do Norte.

Inflação da terceira idade recua no segundo trimestre deste ano

O Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade IIPC-3i), que mede a variação da cesta de consumo de famílias compostas por pessoas com mais de 60 anos de idade, registrou inflação de 0,97% no segundo trimestre de 2019.

A taxa é menor do que a registrada no primeiro trimestre do ano, quando ficou em 1,49%.

Com esse resultado, divulgado nesta quinta-feira (11) pela Fundação Getúlio Vargas,  o IPC 3i acumula em 12 meses alta de 4,00%, acima da taxa acumulada de 3,73% no mesmo período pelo IPC- Brasil, que mede a inflação para todas as faixas etárias.

Porto de Natal registra aumento de movimentação no primeiro semestre, mesmo com paralisação da CMA-CGM em março

O Porto de Natal movimentou, no primeiro semestre de 2019, um total de 363.098 toneladas, representando um crescimento de 7,72% comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram 337.062 toneladas, de acordo com números da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN).

Do que foi transportado, 211.567 toneladas foram relacionadas à exportação de frutas e sal e 151.531 toneladas de importação, com predominância do trigo.

O crescimento foi registrado mesmo com a paralisação, em março deste ano, pela CMA-CGM, empresa francesa de transporte marítimo que tinha suspendido as atividades após a apreensão de drogas.

A expectativa é que a movimentação no Porto de Natal aumente ainda mais com o período da safra das frutas, com início entre agosto e setembro.

O bispo de Caicó anda calado

O bispo petista de Caicó Dom Antônio Carlos Cruz diminuiu o ritmo de ‘pitaco’ que dava na política durante os seus sermões utilizando-se dos santos altares da igreja católica no Seridó. Parece que andou levando ‘um arrocho’ da opinião pública. Ou será que ele anda fará algum mimimi sobre a votação da Reforma da Previdência? Vamos aguardar.

O voto ‘Camaleão” de Beto Rosado

E o deputado federal Beto Rosado, hein?

Tinha se manifestado anteriormente contrário a Reforma da Previdência, mas mudou de opinião. Votou a favor. É o chamado voto “Camaleão”. Aquele que muda de cor.

Qual foi mesmo a atração Beto?

É somente uma pergunta.

MPRN abre inquérito civil contra o ex-prefeito Cid Arruda

O Promotor de Justiça José Roberto Torres da Silva Batista, mandou instaurar INQUÉRITO CIVIL, contra o ex-prefeito de Nova Cruz (RN), Cid Arruda Câmara, visando apurar prática de improbidade administrativa, em razão de suas contas de governo relativas ao ano de 2014, terem sido desaprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte.

O Ministério Público encaminhou ao presidente da Câmara de Vereadores de Nova Cruz, a decisão do TCE/RN, que desaprovou as contas do ex-prefeito Cid Arruda Câmara, para o Poder Legislativo Municipal adotar as providências que julgar necessárias.

Em 15 de março de 2019, o ex-prefeito Cid Arruda Câmara, foi nomeado para o cargo de Diretor Autárquico da Agência Reguladora de Serviços Público do RN (ARSEP), pela governadora Fátima Borku’s Bezerra.

Posts Recentes

Posts Recentes

Categorias

Jornalistas armados

O presidente Jair Bolsonaro incluiu jornalistas entre as categorias profissionais que terão acesso facilitado ao porte de arma. Mais do que justo. Profissão de alto

Leia Mais