Penso, logo existo...

Agora lascou: Concentração de enzima que facilita infecção por Covid-19 é maior em homens. E nos testículos

Homens têm uma concentração maior da enzima ACE2 no sangue do que as mulheres — e isso contribui para que desenvolvam quadros mais graves da Covid-19. Essa é a descoberta de um estudo conduzido por especialistas da Sociedade Europeia de Cardiologia e foi publicada nesta segunda-feira (11) no European Heart Journal. “O ACE2 é um receptor na superfície das células. Ele se liga ao coronavírus e permite que ele entre e infecte células saudáveis ​​depois que ele foi modificado por outra proteína na superfície da célula, chamada TMPRSS2. Níveis altos de ACE2 estão presentes nos pulmões e, portanto, acredita-se que desempenhe um papel crucial na progressão de distúrbios pulmonares relacionados à Covid-19“, explicou Adriaan Voors, um dos pesquisadores, em comunicado. Analisando os dados de centenas de europeus, a equipe descobriu que os homens têm uma concentração notavelmente maior das enzimas ACE2 no plasma sanguíneo. A enzima também foi encontrada nos pulmões, no coração, nos rins, nos tecidos que revestem os vasos sanguíneos e nos testículos. Além disso, os estudiosos descobriram que pacientes com insuficiência cardíaca que tomam medicamentos direcionados ao sistema renina-angiotensina-aldosterona (RAAS), como inibidores da enzima de conversão da angiotensina (ACE) ou bloqueadores dos receptores da angiotensina (ARBs), não apresentavam concentrações mais elevadas de ACE2 no sangue. “Nossas descobertas não apoiam a descontinuação desses medicamentos em pacientes com Covid-19, conforme sugerido por relatórios anteriores”, pontuou Voors. GALILEU

Robson Pires

Brasileiro Radialista e Jornalista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *