Maior parte dos adeptos à traição é de homens casados há mais de sete anos

trair

O Secondlove, site de relacionamento para pessoas comprometidas que procuram uma relação extra-conjugal, fez uma pesquisa com seus usuários para entender quem são e quais os motivos pelos quais as pessoas traem. Neste levantamento, percebeu-se que a maior parte dos adeptos à traição é de homens casados há mais de sete anos, entre 30 e 49 anos, e com curso superior.

A grande maioria das pessoas interessadas em ter um caso está em São Paulo (41%), segundo a pesquisa com os usuários. O Rio de Janeiro é o segundo estado com mais traições, com 15,2%. Na sequência vem Minas, com 10,3%, e Paraná, com 5,7%.

Os motivos para trair são diversos, mas o principal é a monotonia no relacionamento, com 51,7%, seguido de perto pela falta de sexo (45,3%). Apesar desses dois serem os motivos que ganham em disparado, os pesquisados citaram também falta de atenção e espontaneidade do parceiro, monotonia no relacionamento e vingança.

A maioria dos pesquisados possui alguma expectativa com a traição, seja que resulte em um romance casual (50,2%), em um novo relacionamento (18,5%) ou mesmo uma relação longa (15,6%). Ainda assim, há também os que esperam somente por uma noite de aventura (7,2%).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias

Fátima ao lado dos marajás

O presidente Michel Temer (PMDB) anunciou medida para congelar os salários da elite do funcionalismo público federal, que já ganha bem acima da população brasileira.

Leia Mais