Consórcio de empresas irá desenvolver estudo de viabilidade do projeto Porto Potengi

Neste mês de fevereiro de 2023 foi dado início aos trabalhos para realização do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) do projeto ‘Porto Potengi’, novo complexo portuário na margem esquerda do rio Potengi.

O Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE) apresentou o projeto conceitual de reestruturação do Porto de Natal em 2015. O projeto é fruto da parceria entre o CERNE e o Studio Catucci, e foi coordenada pelo então presidente do Centro, Jean Paul Prates. No ano passado, demonstrando a sua preocupação com o desenvolvimento sustentável da infraestrutura de logística de transporte do Brasil, a Confederação Nacional do Transporte (CNT), em parceria com o mandato do senador Jean, decidiu aprofundar o projeto conceitual. 

A primeira etapa do estudo deverá durar pelo menos seis meses e terá na sua execução um Consórcio liderado pela Dux Consultoria, uma empresa com larga experiência em projetos dessa natureza. Este contrato foi assinado pela CNT.

Em breve, o Consórcio estará em Natal para realizar pesquisas, entrevistas e visitas às entidades do setor produtivo, órgãos ambientais, empresas e também ao Porto de Natal, dirigido pela CODERN (Companhia Docas do Rio Grande do Norte), esta uma grande parceira no projeto.

O novo projeto portuário é tratado como expansão do Porto de Natal, que enfrenta dificuldades de operação e corre o risco de cair em desuso.

“O estudo de viabilidade do Porto Potengi é fundamental para que o Porto de Natal não fique a ver navios”, comentou Jean Paul Prates, idealizador da proposta.

O complexo portuário Porto Potengi prevê a recuperação do mangue do estuário, que está em boa parte já degradado; a recuperação do bairro da Ribeira; a construção de uma terceira ponte sobre o rio Potengi, e a concretização de uma conexão direta, por ramal ferroviário, entre o Porto, o Aeroporto (hub de cargas) e a Zona de Processamento de Exportações – ZPE.

O Projeto

O projeto estabelece a ampliação do porto de Natal para a outra margem do Rio Potengi, com a ideia de utilizar uma área degradada.

O escritório de arquitetura italiano Studio Catucci, escolhido pelo Cerne para desenvolver o projeto conceitual do novo porto da capital potiguar, é especialista em portos rasos situados em cidades históricas e turísticas, e em empreendimentos ambientalmente sustentáveis.

O Studio Catucci criou uma proposta baseada em dados da Federação das Indústrias do RN (Fiern) e da Companhia de Docas do RN (Codern). Além de modernizar a estrutura portuária de Natal, o projeto também cria um parque ecológico para preservação da área do entorno.

Dividida em etapas, a obra ainda incluirá a construção de uma terceira ponte entre as margens do Rio Potengi, objetivando o desafogamento do trânsito, a interligação rodoviária entre o porto de Natal e o aeroporto de São Gonçalo do Amarante para o transporte de cargas, e a ligação do porto com o modal ferroviário.

Histórico

O projeto de reestruturação do porto do Rio Potengi foi apresentado pela primeira vez ainda em 2015, durante o mandato da então presidente Dilma Rousseff. Na época, foi lançada uma chamada nacional para a atualização do programa de logística do Governo Federal.

Ao perceber que o Rio Grande do Norte não possuía nenhuma proposta neste sentido, o então diretor-presidente do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (Cerne), Jean Paul Prates, decidiu apresentar o projeto elaborado pelo Cerne.

Mais tarde, já no Governo Bolsonaro, em 2020, durante conversas entre o senador e o ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas sobre o Marco das Ferrovias, o tema do porto de Natal emergiu novamente. Jean defendeu junto ao ministério a necessidade do envio de recursos para a realização da obra de melhoria da estrutura.

Em julho de 2022, o Senador Jean e o Cerne promoveram um seminário para tratar da reestruturação do terminal portuário. O evento aconteceu na sede do Sebrae, em Natal. Durante o seminário, foi apresentada a proposta desenvolvida pelo Cerne junto ao escritório de arquitetura Studio Catucci para o porto. 

Além dos representantes do escritório, do Cerne e do próprio Senador Jean, o evento reuniu entidades representativas do setor econômico, do meio ambiente, órgãos ambientais, representantes de mandatos políticos, entre outras instituições. 

Na ocasião, foi anunciada uma parceria com a Confederação Nacional do Transporte (CNT) para a contratação do estudo de viabilidade desse projeto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias