Câmara quer ouvir diretor da JBS

Em mais uma ofensiva contra o frigorífico JBS no Congresso Nacional, a Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 7, em votação simbólica, requerimento para ouvir o ex-diretor de relações institucionais da empresa Ricardo Saud. O colegiado quer que ele esclareça de que forma pagou propina a 1.890 políticos e a servidores do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES). Saud, no entanto, não é obrigado a atender ao convite.

O requerimento aprovado é de autoria do deputado Hildo Rocha (PMDB-MA), filiado ao mesmo partido do presidente Michel Temer e do suplente de deputado Rodrigo Rocha Loures (PR), ambos incriminados na delação da JBS. O pedido original solicitava apenas a oitiva do ex-diretor de crédito da Odebrecht João Nogueira para esclarecer informações prestadas por ele em delação premiada de que a empreiteira mantinha pagamentos a servidores do BNDES.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Categorias