Professores da UEPB entram em greve por tempo indeterminado

Os professores da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) decidiram entrar em greve por tempo indeterminado, na manhã de ontem, durante uma assembleia realizada no Campus I, bairro de Bodocongó, em Campina Grande. Os docentes exigem a reposição salarial e melhores condições de trabalho. Os estudantes são contra a decisão e se dizem prejudicados com a suspensão das aulas. Muitos alunos protestaram durante a assembleia.

As aulas da UEPB, que foram iniciadas no dia 18 deste mês, mal puderam começar e já foram paralisadas. Primeiro foram suspensos os serviços técnicos por quase 600 profissionais concursados e depois uma paralisação de 72 horas dos docentes da universidade deixaram os mais de 20 mil estudantes apreensivos até a data de ontem, quando foi deflagrada a greve da categoria. Cerca de 1.300 professores, em todos os campi, cruzaram os braços em protesto, relacionado especialmente à exigência de reajuste salarial de 17,7%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2021
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
Categorias