Número de pré-candidatos parlamentares a prefeituras cai pela metade

O orçamento secreto e suas novas peculiaridades, como a emenda pix, em que o parlamentar tem direito a mandar até R$ 15 milhões diretamente para os caixas das prefeituras, estão mudando o perfil de parlamentares que deixam a Câmara para disputar as eleições municipais. Por ano, cada deputado e senador tem direito a R$ 60 milhões em emendas parlamentares — parte delas pode ser usada como emenda pix. A informação é da coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Levantamento do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), aponta que, em 2020, 123 parlamentares anunciaram pré-candidaturas às prefeituras, sendo 63 delas (61 deputados e dois senadores) efetivamente registradas. Este ano, pouco mais da metade daquele total (68) se dizem pré-candidatos, número que ainda tende a cair até os registros das candidaturas.

Nos últimos 20 anos, o número de candidatos-parlamentares foi de 93 em 2004, 89 em 2008, 92 em 2012, 83 em 2016 e 63 em 2020, quando já havia a liberação das emendas pix.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

julho 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

Sem pudor

O deputado estadual Vivaldo Costa estava ontem (26) na novena da Festa de Nossa Senhora do Rosário de Caicó. Na Novena não! Estava aproveitando a

Leia Mais