Não há recursos para dar tudo a todos, diz novo ministro da Saúde

dinheiro saudeO novo ministro da Saúde, Ricardo Barros, disse hoje (17) que vai buscar, junto à equipe econômica do presidente interino Michel Temer, a aplicação do que foi previsto para o setor no Orçamento 2016. Houve, segundo ele, um corte de R$ 5,5 bilhões no setor, feito pelo governo da presidenta afastada Dilma Rousseff.

“Espero poder recompor esses valores para que todos os compromissos do ministério sejam cumpridos. Se a equipe econômica, que acaba de se instalar, não tiver condições de recompor esses valores, aí, sim, nós iniciaremos uma análise de que áreas poderão cooperar com o ajuste fiscal”.

Questionado sobre a possibilidade de reduzir o tamanho do Sistema Único de Saúde (SUS), Barros destacou que trata-se de uma cláusula da Constituição que prevê saúde universal para todos, mas admitiu que “não há recursos para se dar tudo a todos”, disse o ministro. “O SUS tem funcionado com os recursos que tem, atendendo ao máximo de pessoas com as melhores condições possíveis”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

Montanhas (RN) com muito lixo

A firma OTIMIZA ENGENHARIA E SOLUÇÕES LTDA, foi beneficiada com um contrato de dispensa de licitação, patrocinado pela Prefeitura Municipal de Montanhas  (RN) no valor

Leia Mais