Meteorologia da Emparn divulga a previsão climática para o RN

nuvem chuvaNos dias 20 e 21 de janeiro foi realizada em Fortaleza, a III Reunião de Análise e Previsão Climática para o Norte do Nordeste do Brasil, coordenada pela Fundação Cearense de Meteorologia (FUNCEME). Nessa reunião estiveram presentes representantes da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) e dos centros estaduais de meteorologia do Nordeste, CPTEC/INPE, INMET, UECE, IRI (USA), UK MET OFFICE (Reino Unido) e outras instituições. A precipitação prevista, em milímetros, para as microrregiões do RN, para o trimestre fevereiro, março e abril de 2014, segundo as categorias de maior probabilidade de ocorrência será de normal e abaixo do normal.

Os representantes dos estados iniciaram o encontro apresentando as condições pluviométricas referentes ao ano de 2013, destacando os baixos índices de chuva ocorrida, culminando com escassa agricultura e alta deficiência no armazenamento de água nos principais reservatórios na região semiárida, que atualmente apresentam um armazenamento em torno de 25% a 30% da capacidade máxima.

Em seguida, foram avaliados os parâmetros atmosféricos que influenciam diretamente na ocorrência de chuvas na região, como a temperatura das águas superficiais dos oceanos Atlântico e Pacífico, a condição do vento alísio de sudeste e as relações entre esta variável e o deslocamento da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que é o principal sistema meteorológico causador de chuvas na região no período de fevereiro a maio para posições mais ao sul em relação a linha do Equador.

Baseados nesses estudos, no posicionamento da ZCIT durante dezembro de 2013 e a primeira quinzena de janeiro de 2014 e na análise dos resultados dos principais modelos oceânicos/atmosféricos (CPTEC/INPE, FUNCEME. IRI, UK Met Office, FUNCEME) e estatísticos (INMET), os meteorologistas concluíram que existe uma tendência de que as chuvas para os próximos três meses (fevereiro a abril) variem entre normal a abaixo da normalidade com grande variabilidade temporal e espacial na ocorrência das chuvas.

Como acontece todos os anos, durante o mês de fevereiro será realizada no Rio Grande do Norte a IV Reunião de Análise e Previsão Climática para o Norte da Região Nordeste, coordenada pela EMPARN, com data ainda a ser definida, oportunidade em que serão avaliadas as variáveis de interesse e atualizada a previsão para os meses seguintes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias