Fátima Bezerra estuda cortar os salários dos servidores, diz sindicato

Em meio à pandemia mundial do COVID-19, o Governo do RN estuda cortar o salário dos servidores não colocando nos contracheques o pagamento de horas suplementares do Magistério Estadual, adicional noturno, auxílio transporte , promoções diversas, diárias, ADTS, férias, além de promoções que não serão implantadas e mudança de letras. A informação foi divulgada pelo Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do Rio Grande do Norte (Sinsp-RN).

A entidade lembra que o Governo do RN ainda deve R$ 636 milhões em salários atrasados, equivalente ao mês de dezembro e o décimo terceiro salário de 2018 e nunca apresentou um possível calendário com previsão para quitação da dívida.

O executivo estadual também está com dificuldade em efetuar o pagamento da folha em razão da queda na arrecadação. A previsão do governo, no cenário mais otimista, é que o Rio Grande do Norte, no final do mês, tenha uma perda na arrecadação própria entre R$ 130 e R$ 150 milhões, cerca de 30% da arrecadação, em razão da pandemia.

Além disso, o Governo do RN até o momento ainda não garantiu o pagamento das horas suplementares dos professores, que representa quase 30% do salário, mesmo cientes de que os professores irão repor as aulas assim que a rotine seja retomada.

3 respostas

  1. A governadora não devia reclamar na queda da arrecadação não porque não foi ela mesmo que mandou fechar tudo e parar tudo?

  2. Aí sim, outro atraso de VIDA. Para a GOVERNADORA, o funcionalismo e o céu ñ fazia diferença até no dia que foi ELEITA. GENTE! quem vai pagar a conta são os PELEGAS e ñ tenho divida. Isto faz parte da cúpula de ESQUERDA.

  3. Tudo o que ocorrer daqui pra frente em relação ao funcionalismo, está rotulado pelo PT. Dizia LENEN,da migalha para sobre viver para depois nos procuramos da comida para sobre viver.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias

O dia do confronto em Caicó

Queiram admitir ou não, este domingo (25) será o dia de confronto direto entre bacuraus e bicudos. As bandeiras verdes e vermelhas vão se estender

Leia Mais