Em palestra na Europa, Ciro Gomes critica nova regra fiscal e nível de investimento do Brasil

O ex-ministro Ciro Gomes criticou o novo marco fiscal, proposto pelo governo Lula para substituir o teto de gastos, e o suposto “arrocho” que a regra traz aos investimentos no país. Ele participou de palestra na Universidade de Lisboa, em Portugal, e realizou sua primeira transmissão desde as eleições de 2022.

“Quero saber se é justo que a gente faça um novo teto de gastos, com o nome arcabouço fiscal, um arrocho absoluto na taxa de inversão. Sabe qual é a taxa de investimento do Brasil hoje? A menor da história. Da União federal remanesce para investimento 0,75 de 1%. E isso significa ao redor de 24 bilhões, que é nada”, disse.

Ao comparar as regras fiscais, Ciro Gomes disse que — na sua opinião — os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, Michel Temer e Jair Bolsonaro e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) adotam o mesmo modelo econômico.

“Mudam as pessoas, se radicalizam as eleições, mas o modelo é rigorosamente o mesmo: teto de gastos, superávit primário, meta de inflação, câmbio flutuante, autonomia do Banco Central. A eleição é a mais dura e radical, e fica rigorosamente a mesma coisa no dia seguinte, com Michel Temer, Fernando Henrique [Cardoso], Lula, Bolsonaro”, disse.

O Ministério da Fazenda de Lula projetou, ao apresentar a proposta, que a regra fiscal levará ao crescimento do investimento público nos próximos anos. Para 2030, a pasta prevê que os aportes alcancem 4,2% da despesa primária.

CNN Brasil

Uma resposta

  1. Ciro Cocada de Sal é preparado e inteligente. Mas é arrogante e imbuanceiro. Aqui, na Barra Nova, até os lajeiros sabem: “besteira demais, quando não mata, aleija”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias