Presidente eleito destaca que TJRN “fez o dever de casa”

expeditoO presidente eleito do Tribunal de Justiça, desembargador Expedito Ferreira de Souza, disse nesta terça (25), que o Judiciário potiguar “fez o dever de casa” no aspecto financeiro durante a gestão atual. O desembargador Expedito foi entrevistado no programa nordeste Urgente, do vereador Luiz Almir, um dia após ser eleito por unanimidade para comandar o TJRN a partir de janeiro de 2017 por um período de dois anos.

Questionado sobre a proposta de repasse dos recursos do Judiciário ao Executivo para pagamento de pessoal, o presidente eleito disse que os recursos do Judiciário não são oriundos somente da Fonte 100 (Estado), mas de longos anos de economia. “O Tribunal fez o seu dever de casa”, enfatizou. Mesmo assim, reconheceu a grave crise financeira por que passa o Rio Grande do Norte e lamentou a falta de apoio do Governo Federal para amenizá-la.

O desembargador, com 36 anos de Magistratura, afirmou que fará um trabalho de valorização dos juízes de primeiro grau e do servidor do TJRN, agradecendo a escolha unânime do Pleno. Expedito Ferreira destacou que haverá uma transição tranquila com a atual administração e que fará um trabalho cada vez maior de aproximação do Judiciário com a sociedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Categorias

Carnaval movimenta dinheiro

As atividades turísticas ligadas ao carnaval devem movimentar este ano aproximadamente R$ 5,8 bilhões, segundo pesquisa divulgada hoje (6) pela Confederação Nacional do Comércio de

Leia Mais

Ivermectina

A infectologista Roberta Lacerda, do Hospital Universitário Onofre Lopes, disse em entrevista nesta quinta-feira (11) que a “Ivermectina tem o poder de parar esta pandemia”.

Leia Mais

Mudanças em curso

O DEM pretende apresentar um programa de reformas apoiando o empreendedorismo, mais apoio à educação, segurança pública, redução da redução da maioridade penal para crimes

Leia Mais