12/nov/2018

Aposta em Bolsonaro


Por Robson Pires, em

O HSBC, o maior banco da Europa, quer voltar a investir no Brasil.

Segundo o Financial Times, “o plano coincide com a eleição à presidência do político de extrema-direita Jair Bolsonaro. O capitão reformado seduziu o mercado financeiro e os investidores internacionais com a promessa de reformas econômicas liberais, com o corte de gastos, e a reforma previdenciária”.




12/nov/2018

Walter Alves desinteressado


Por Robson Pires, em

Diz o blogue do Primo que o prefeito de Natal Álvaro Dias deverá assumir a presidência do MDB no Rio Grande do Norte. O atual presidente e deputado federal reeleito, Walter Alves estaria desinteressado depois da derrota do pai, Garibaldi Alves, para o senado.




12/nov/2018

Ex-prefeita e ex-secretária de Monte das Gameleiras-RN são condenadas por pagamento indevido de salários


Por Robson Pires, em

A ex-Prefeita do Município de Monte das Gameleiras, Edna Régia Sales Pinheiro Franklin de Albuquerque e a ex-secretária de Saúde daquela cidade, Érika Cristine Sales Pinheiro, foram condenadas por improbidade administrativa em virtude de supostas irregularidades no quadro de servidores da saúde do Município. A sentença é do Grupo de Apoio à Meta 4 do CNJ, em julgamento de processo da Comarca de São José do Campestre.

Assim, Edna Régia, Prefeita do Município de Monte de Gameleiras, à época dos fatos, foi condenada no pagamento de multa civil equivalente a 10 vezes o valor da última remuneração percebida na qualidade de Prefeita da municipalidade, que deverá ser revertida em benefício do Município de Monte de Gameleiras.

Já Érika Cristine, Secretária de Saúde do Município de Monte de Gameleiras, à época dos fatos, foi condenada no pagamento de multa civil equivalente a cinco vezes o valor da última remuneração percebida na qualidade de Secretária de saúde da municipalidade, que também deverá ser revertida em benefício do Município de Monte de Gameleiras.

Com o trânsito em julgado da ação judicial, os nomes das condenadas serão incluídos no cadastro nacional de improbidade administrativa, mantido pelo Conselho Nacional de Justiça, assim como se dará a comunicação à Justiça Eleitoral para o cumprimento da suspensão dos direitos políticos delas.

O Ministério Público do RN ajuizou Ação Civil de Improbidade Administrativa contra Edna Régia Sales Pinheiro Franklin de Albuquerque e Érika Cristine Sales Pinheiro, imputando a estas a prática de atos de improbidade administrativa, em virtude de suposto pagamento indevido de salários e gratificações decorrentes de desvio de função de servidor do quadro da municipalidade, violando os princípios da legalidade e da imparcialidade, incorrendo na conduta do art. 11, inciso I, da Lei 8.429/92.

Defesa e acusação

(Veja mais…)




12/nov/2018

Enem da direita e da esquerda


Por Robson Pires, em

A esquerda trabalha para a direita, diz Fernando Gabeira:

“Quando vi aquele exame do Enem que apresentou um dicionário dos travestis, pensei que havia infiltração da direita para confirmar suas teses. Por que não alguma coisa em guarani, em italiano, idiomas falados no país e que envolvem muita mais gente? Parecia uma provocação.”

E a direita trabalha para a esquerda:

“Da mesma forma, quando ouço o ministro Paulo Guedes falar numa possível futura fusão do Banco do Brasil com o Bank of America, temo que um esquerdista infiltrado tenha soprado essa sugestão. Por que dizer isso agora, sem que nenhum estudo, nenhuma negociação preliminar tenha sido feita?”

O Antagonista




12/nov/2018

Moro descarta candidatura presidencial


Por Robson Pires, em

Sergio Moro, em entrevista ao Fantástico, jurou que não será candidato a presidente da República:

“Estou te falando que não vou ser. Eu não sou um político que… minto. Desculpe. Com todo respeito aos políticos… Mas existem maus políticos que, às vezes, faltam com a verdade. E eu não estou faltando com a verdade”.




12/nov/2018

Ex-ministro de Dilma assumirá BNDES


Por Robson Pires, em

O ex-ministro da Fazenda Joaquim Levy, expulso do governo Dilma Rousseff após tentar conduzir o ajuste fiscal, será o presidente do BNDES na gestão de Bolsonaro.




12/nov/2018

A salvação do DEM é Leonardo Rego


Por Robson Pires, em

Praticamente dizimado do cenário político do RN, o DEM se agarra na força do prefeito de Pau dos Ferros, Leonardo Rêgo, para permanecer vivo e se fortalecer. Só Leonardo tem condições de fazer os democratas terem um futuro em terras potiguares.




12/nov/2018

Raimundo Fernandes manda recado para Galeno Torquato


Por Robson Pires, em

O deputado estadual Galeno Torquato (PSD) saiu das eleições deste ano ano desmoralizado, como freguês do seu arquirrival Raimundo Fernandes (PSDB). Raimundo teve mais de 400 votos de maioria sobre Galeno em São Miguel, na terra dos dois. Foi um recado para 2020.




12/nov/2018

Rogério Marinho pecou na estratégia política


Por Robson Pires, em

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB), que deixou com marcas projetos como o Pró-sertão e o Metrópole Digital, errou na estratégia ao relatar a Reforma Trabalhista, defender incansavelmente e se posicionar contra o que dizia a população potiguar. No Sul ou Sudeste, ele seria reeleito sem problemas. No Nordeste, pra se fazer oposição ao petismo, é preciso muita moderação. Mais de 60% do eleitorado potiguar vota no PT para a presidência. Marinho foi um grande parlamentar. Seu erro foi bater de frente com o petismo sendo de um Estado nordestino.




12/nov/2018

Henrique Alves permanece no MDB


Por Robson Pires, em

Não passou de “Fake News” a notícia de que o ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo teria deixado o MDB. Henrique continua filiado, embora não esteja atuando muito, devido à prisão domiciliar.




12/nov/2018

A oposição está perdida em Pau dos Ferros


Por Robson Pires, em

A oposição em Pau dos Ferros está perdida. Não sabe pra onde vai. A líder do grupo, Maria Rêgo (PSD), é apontada como possível candidata com um dos filhos de Nílton Figueiredo como vice. A derrota já é vista como certa. O prefeito Leonardo Rêgo se fortaleceu não só no município, mas como líder, em toda a região.




12/nov/2018

A covardia dos petistas


Por Robson Pires, em

Jorge Viana atribuiu sua derrota humilhante no Acre a Gleisi Hoffmann, que insistiu no discurso do golpe e do Lula livre, diz a Veja.

Os petistas continuam a atacar covardemente a presidente do PT, mas eles sabem que ela só obedeceu às ordens do presidiário.




12/nov/2018

Cai na real, Robinson!


Por Robson Pires, em

O governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria (PSD) continua desconexo com a realidade. Ao comentar sobre o seu governo, fala em perseguição, boicote, realizações. Ele ainda não caiu na real. Talvez um dia caia.




12/nov/2018

Economia dá sinais de recuperação após as eleições


Por Robson Pires, em

O fim das incertezas eleitorais começa a mudar o humor de empresários e investidores no Brasil. Nas últimas duas semanas, desde a eleição de Jair Bolsonaro (PSL) para presidente da República, empresas começam a retomar planos engavetados nos últimos meses, seja de investimentos, fusões e aquisições e lançamento de ações no mercado (IPOs). Alguns anúncios de investimento já foram feitos apenas alguns dias depois do anúncio de Bolsonaro como próximo ocupante do Palácio do Planalto. Mas o otimismo vem com um alerta: é necessário avançar com as reformas econômicas.

Na última semana, o empresário Carlos Wizard Martins – ex-proprietário da escola de inglês Wizard e hoje dono da rede Sforza, que inclui negócios como as redes Mundo Verde, KFC e Pizza Hut – disse que pretende desembolsar R$ 1,6 bilhão nos próximos anos. Outro negócio que circulava nas rodas de conversa de bancos de investimento havia meses teve o contrato de compra assinado apenas alguns dias depois do fim das eleições: a aquisição de 22% da rede Madero pelo fundo americano Carlyle. O aporte, de R$ 700 milhões, veio após 24 meses de “jejum” do fundo no País.

Grandes bancos brasileiros melhoraram suas perspectivas para a economia do País: o Bradesco agora prevê que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro vá crescer 2,8% no ano que vem (antes, projetava 2,5%), enquanto o Itaú Unibanco elevou sua perspectiva para 2,5% (ante 2%, anteriormente). O economista-chefe do Itaú Unibanco, Mário Mesquita, diz que o humor do mercado mudou nas últimas semanas: “Vemos um claro aumento das consultas para fechamento de operações, dado que a sensação é que os mercados de renda fixa e variável reabriram para as empresas brasileiras”.

Ânimo. Se nos bancos comerciais há otimismo, em alguns bancos de investimento a sensação é que o próximo ano guarda grandes possibilidades. No banco Brasil Plural, a estimativa de expansão do PIB para 2019 foi revisada para 3,5%. Para que essa meta seja atingida, porém, ressalva o presidente da instituição, Rodolfo Riechert, é necessário que a reforma da Previdência seja aprovada. De acordo com o executivo, a Previdência virou um “símbolo” da retomada do Brasil. Por isso, em sua opinião, o combate ao déficit previdenciário deve ser a “prioridade zero” da nova administração.

O Brasil Plural está trabalhando na abertura de capital do banco BMG, uma das primeiras ofertas iniciais de ações que foram confirmadas para o mês de dezembro. E Riechert diz que, desde o fim de outubro, projetos que estavam em “banho-maria”, incluindo o auxílio para o IPO de duas empresas de tecnologia de médio porte, voltaram a ficar quentes. “Também fomos procurados por gestoras de fundos imobiliários querendo ampliar sua plataforma aqui o Brasil”, diz o executivo.

Embora concorde que o humor do mercado tenha mudado para melhor, o chefe de fusões e aquisições do escritório Pinheiro Neto Advogados, Fernando Alves Meira, diz, porém, que há “certo exagero”, principalmente por parte de bancos de investimento. “Há quem aposte em 30 aberturas de capital na Bolsa no ano que vem. Não estou tão otimista”, diz. Apesar disso, ele acredita que, com medidas como a reforma da Previdência e a independência do Banco Central, há condição para a economia brasileira consolidar um crescimento de 2,5% a 3% nos próximos anos, “sem muita surpresa negativa”.

O sócio da gestora Vinci Partners, José Guilherme Souza, diz que alguns indicativos demonstram um cenário um pouco mais favorável a novos negócios. Ele destaca que, até as eleições, era difícil até marcar uma conversa com um investidor estrangeiro. Com o fim das indefinições políticas, a gestora já foi procurada por um fundo soberano para falar sobre novas estratégias no mercado brasileiro e tem reuniões marcadas para o fim do mês com investidores estrangeiros. “Isso já um bom sinal, depois da paralisia que vivemos no pré-eleição.”

Entidades. A retomada do otimismo também pode ser verificada nos índices de confiança do mercado. Medido pela (Veja mais…)




12/nov/2018

Dinastia de Nélter prepara retomada do poder em Jucurutu


Por Robson Pires, em

O “povo quer o liso” foi o hit das eleições de 2016 em Jucurutu, que culminaram com a vitória de Valdir da Ambulância para prefeito. No entanto, com o desgaste da sua gestão, a dinastia Queiroz prepara um projeto para retomar o poder em 2020.




12/nov/2018

Fátima se cala diante da crise


Por Robson Pires, em

Ao contrário de Bolsonaro, que vem anunciando diariamente medidas do novo governo, a governadora eleita Fátima Bezerra (PT) esconde o jogo. Ninguém sabe o que ela pensa em fazer sobre a crise. Olhar no papel copiado do Piauí não vale. O povo quer saber, Fátima! Ou você não estava tão preparada o quanto dizia?

É somente uma pergunta.




12/nov/2018

O exame da ‘goma” e os mistérios em torno do processo seletivo de Styvenson


Por Robson Pires, em

Por que o Capitão Styvenson está fazendo seleção para escolher assessores? Será que a equipe que trabalhou com ele na campanha não quis continuar? Por qual razão será essa mudança drástica. Muito estranho.

Em grupos de WhatsApp está rolando a maior malhação. Perguntam se vai ter o exame da ‘goma’.

A turma não perdoa.




12/nov/2018

O PSD de Robinson Faria respira por aparelhos


Por Robson Pires, em

Respirando por aparelhos no Rio Grande do Norte, o PSD do governador Robinson Faria, só conseguiu ainda continuar a ter representatividade no Estado devido à reeleição do deputado federal Fábio Faria (PSD). O PSD já começou a ser dizimado no interior do Estado. Quem ainda segura alguns filiados são os deputados estaduais Galeno Torquato (PSD) e Vivaldo Costa (PSD).




12/nov/2018

As sobras financeiras pra Fátima Bezerra


Por Robson Pires, em

Se o futuro Governo do RN está contando com sobras financeiras dos outros poderes: TJ, AL, MP e TCE.

Será que existem saldos mesmo?

É somente uma pergunta.




12/nov/2018

Qual o plano de governo de Fátima Bezerra?


Por Robson Pires, em

“Mas…

… Qual é mesmo o plano de governo de Fátima Bezerra para os próximos quatro anos?

Nem disse nem sequer a mídia quer saber?”

é somente uma pergunta.




12/nov/2018

Fiquem atentos!


Por Robson Pires, em

A partir desta segunda-feira (12) o whatsapp vai apagar todos os arquivos de conversas com mais de um ano no sistema operacional Android. Os dados ficarão armazenados em suas contas do Google Drive.




11/nov/2018

Ciro Gomes: isso é uma ‘jumento’ batizado


Por Robson Pires, em




11/nov/2018

Whatsapp vai começar a apagar mensagens antigas


Por Robson Pires, em

A partir desta segunda-feira (12) o whatsapp vai apagar todos os arquivos de conversas com mais de um ano no sistema operacional Android. A ação é resultado de um acordo feito pelo aplicativo (que pertence ao Facebook) e o Google para que todas as conversas, fotos e vídeos enviados sejam armazenados no Google Drive, o serviço de hospedagem de arquivos do buscador.

Em um comunicado na página do WhatsApp, a empresa emitiu o alerta. “Para evitar a perda destes dados, recomendamos que se faça uma cópia de segurança dos seus dados no WhatsApp antes do dia 12 de novembro de 2018.” Quem usa o sistema da Apple não será afetado porque a empresa já possui um acordo com o aplicativo de conversas para que os usuários de iPhone possam guardar seus dados na nuvem iCloud. Os outros usuários precisam backup de suas conversas antes de 12 de novembro para não perder seus arquivos.




11/nov/2018

Chuvas são insuficientes e Paraíba e Ceará sofrem com falta d’água


Por Robson Pires, em

As chuvas deste ano não foram suficientes para encher os reservatórios de boa parte do sertão nordestino, depois de anos de seca. “As chuvas deste ano foram bem melhores do que ano passado, embora ainda estejamos numa situação bastante crítica devido às chuvas ocorridas nos últimos anos, que foram abaixo da média”, diz a meteorologista Marle Bandeira.

Dos 233 municípios paraibanos, 176 estão em situação de emergência por causa da seca. Significa dizer que 80% das cidades estão sofrendo com falta d’água. Em todo o estado, 128 açudes são monitorados pela Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa). Mais de 50% estão com menos de 20% da capacidade.

Em boa parte da zona rural de Boqueirão, Cariri da Paraíba, a água só chega de carro pipa, e apenas uma vez por mês. Por isso, os agricultores cuidam das cisternas como se fossem ouro. O açude de Boqueirão abastece 19 cidades. Além da chuva, conta com a água da transposição do rio São Francisco. Os produtores que vivem pertinho do açude só podem irrigar plantações com até meio hectare.

No Ceará, a situação não é diferente. Hoje, a capacidade hídrica do estado é de pouco mais de 12%. A reserva deve garantir o abastecimento humano apenas para os próximos três meses. Na cidade de Granjeiro, por exemplo, desde 2015 os moradores enfrentam escassez de água. O único reservatório da cidade, o açude do Junco, secou, e apenas este ano recuperou um pouco do volume que havia perdido. Mas a qualidade da água nas torneiras não é a ideal.




11/nov/2018

Álvaro Dias acelera nos transportes


Por Robson Pires, em

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (MDB) está acelerando a tramitação de um novo projeto de licitação dos transportes públicos. Os debates já começaram na Câmara Municipal. Vamos ver se agora sai.




11/nov/2018

Temos alguma senadora assumidamente lésbica no Brasil?


Por Robson Pires, em

A primeira senadora assumidamente lésbica da história dos Estados Unidos, Tammy Baldwin, foi eleita nesta terça-feira passada (6) no estado de Wisconsin.

Temos alguma senadora assumidamente lésbica no Brasil?

É somente uma pergunta.




11/nov/2018

Um ‘ladrão’ a menos no Rio Grande do Norte


Por Robson Pires, em

O ex-ministro da Casa Civil do governo Lula, o petista José Dirceu não fixará residência em Natal, ao contrário do que vem sendo sendo divulgado em grupos de WhatsApp. 

E que ele iria compor o governo de Fátima Bezerra.

Boa notícia. Um ‘ladrão’ a menos no Rio Grande do Norte.




11/nov/2018

RN: Restos a pagar e salários em aberto somam R$ 2,1 bilhões


Por Robson Pires, em

A soma dos restos a pagar com o volume de recursos necessários para o pagamento em dia dos salários de novembro, dezembro e décimo terceiro deste ano, além do que falta ser pago do benefício de 2017, ultrapassa os R$ 2,1 bilhões. Para arcar com os vencimentos dos servidores ativos e aposentados são necessários, pelo menos, R$ 1,2 bilhão para finalizar o ano com todas as obrigações salariais em dia.

Segundo levantamento do Fórum de Servidores, faltam R$ 140 milhões para regularizar o restante do décimo-terceiro de 2017 e o mesmo valor para o restante do salário de outubro. Além disso, faltam as folhas de novembro e dezembro, que custam R$ 450 milhões cada. Falta ainda o décimo terceiro de 2018, cuja parcela de 40% já foi paga para servidores da Educação e Administração Indireta.
O Governo não confirma qual valor está pendente do décimo terceiro de 2018. Procurado, o Governo do Estado não respondeu se há expectativa de receita suficiente para pagar todas as obrigações. Também não negou que haja risco de deixar valores não quitados para a próxima gestão. Os salários não são pagos dentro do mês trabalhado há mais de dois anos.

Comprometimento

O gasto com pessoal acima do permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) tornou-se realidade generalizada nos Estados brasileiros. No ano passado, essa despesa extrapolou o limite em 16 Estados e no Distrito Federal. Em cinco Estados, o comprometimento com gastos de pessoal já ultrapassa os 75% da RCL: Rio Grande do Norte (86%), Rio de Janeiro (81%), Minas Gerais (79%), Rio Grande do Sul (78%) e Mato Grosso do Sul (77%). Os dados constam no relatório “Exposição do Governo Federal à Insolvência dos Entes Subnacionais”, publicado semana passada pelo Tesouro Nacional.

O número é praticamente o dobro de 2016, quando nove governos estaduais infringiram a norma e gastaram mais de 60% da Receita Corrente Líquida (RCL) com a folha de pagamento. O documento ainda expõe a maquiagem contábil feita pelos Estados para ficar artificialmente dentro dos limites da LRF. Apenas seis governos estaduais admitem em seus próprios dados que extrapolam a regra prevista em lei. O Tesouro Nacional expõe o caso do Rio Grande do Norte como um dos que causa “preocupação” em decorrência da diferença entre o comprometimento admitido pelo Estado e o cálculo do Tesouro supera os 30 pontos porcentuais.

No dia 8 de novembro, o Governo do Rio Grande do Norte emitiu nota contestando os dados do Tesouro Nacional relativos ao índice de comprometimento da Receita Corrente Líquida (RCL) com o pagamento da folha de pessoal. O Tesouro Nacional afirma que o Rio Grande do Norte compromete 86% da RCL com o pagamento do pessoal, mas admite apenas 52%. Nesta quarta-feira, 7, o Governo do Estado apresentou novo número: 57,84%.

Confira as Secretarias que mais devem dinheiro no RN

R$ 256.355.271,45 – IPERN
R$ 147.340.484,83 – SESAP
R$ 85.947.013,18 – SEEC
R$ 44.747.834,20 – SEMARH
R$ 43.320.458,77 – SEPLAN

Poderes

R$ 68.239.312,32 – ALRN
R$ 48.789.644,19 – TJRN
R$ 15.741.679,83 – MPRN

R$ 869.013.269,51 é o total acumulado pelo Poder Executivo, ALRN, TJRN e MPRN de janeiro a agosto deste ano;

Tribuna do Norte




11/nov/2018

O fundo do tacho


Por Robson Pires, em

Ou Robinson Faria paga aos fornecedores ou aos funcionários públicos estaduais.

Uma missão difícil.

Robinson vai raspar o fundo do tacho se é que o tacho ainda tem fundo.




11/nov/2018

Robinson Faria vai lascá Fátima Bezerra


Por Robson Pires, em

O problema fiscal e financeiro do Rio Grande do Norte é muito maior do que se imagina.

Atualmente o Governo de Robinson Faria (PSD) tem uma dívida com fornecedores de R$ 870 milhões, que pode ultrapassar R$ 1 bilhão no final de dezembro.

Somando aos salários em atraso dos servidores, hoje a dívida é de R$ 2,1 bilhões.

São heranças malditas do Governo Robinson Faria que deverão terminar no colo da governadora eleita Fátima Bezerra (PT).

A reportagem completa está na edição impressa da Tribuna do Norte deste domingo (11).

Por Heitor Gregório




11/nov/2018

Novos tempos para a grande mídia nacional


Por Robson Pires, em

A previsão é de que a grande mídia nacional vá perder os chamados “furos de reportagem” na gestão do futuro presidente da República Jair Bolsonaro.

Será ele mesmo, através de suas Redes Sociais, o primeiro a dar o furo.

Serão os novos tempos para a grande imprensa ‘ ‘cretina’ que ‘achincalhou’ Bolsonaro durante sua vitoriosa campanha.

É melhor JAIR se acostumando.

 




11/nov/2018

Enquanto isso pra saúde e segurança…


Por Robson Pires, em

As escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro esperam arrecadar R$ 28,6 milhões via Lei Rouanet em 2019, relata O Globo.

O Minc autorizou a captação para as 12 escolas.




11/nov/2018

Os números da reforma trabalhista de Rogério Marinho


Por Robson Pires, em

O G 1 elencou alguns dos principais efeitos da reforma trabalhista, que completou 1 ano neste domingo.

— O número de novas ações trabalhistas com pedidos de danos morais caiu 60%;

número de novas ações reduziu o estoque de processos antigos. De janeiro a setembro deste ano, o número de novas ações trabalhistas caiu 36%, em comparação com o mesmo período do ano passado;

— No acumulado do ano até setembro, o número de postos intermitentes gerados representa 6,5% do total de vagas criadas no país;

— A arrecadação sindical caiu 86%;

— A taxa de desemprego caiu para 11,9% no trimestre, mas ainda atinge 12,5 milhões de brasileiros.




11/nov/2018

As despesas de Robinson Faria


Por Robson Pires, em

O governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria tem exatos 50 dias para quitar, no mínimo, R$ 870 milhões em despesas com fornecedores diversos.

Fátima Bezerra vai pegar um abacaxi grande.




11/nov/2018

Rogério Marinho comemora reforma no Twitter


Por Robson Pires, em

Rogério Marinho, relator da reforma trabalhista na Câmara, comemorou no Twitter o aniversário de um ano da nova lei.

“Após um ano constatamos que a herança peleguista da república sindical de Vargas começa a ruir, em 2018 a contribuição sindical que era obrigatória e passou a ser opcional foi reduzida em 86%. Agora sindicatos terão de ser relevantes e prestar serviços ou desaparecerão.”




11/nov/2018

Bolsonaro e Fátima não terão os 100 dias de tolerância


Por Robson Pires, em

Normalmente, as oposições dão 100 dias de tolerância aos novos governos para mostrarem suas caras. No entanto, o radicalismo vai tirar do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e da governadora eleita Fátima Bezerra (PT) esse “direito”. Ambos já começaram a ser criticados antes de tomarem posse. A população, há tempos já irritada com tanto papo furado, também cobra medidas rápidas e eficazes.




11/nov/2018

Mossoró terá duas cadeiras na Câmara dos Deputados


Por Robson Pires, em

A cidade de Mossoró voltará a ter duas cadeiras na Câmara Federal, caso se confirme a reeleição do deputado Beto Rosado (PP) pelo TSE, como é esperado, com a validação dos votos de Kerinho (PDT). Representarão o município Beto e o General Girão (PSL), que foi secretário de Segurança do município na gestão Rosalba Ciarlini. 




11/nov/2018

Solidariedade terá três deputados estaduais no RN


Por Robson Pires, em

Sob a liderança do deputado estadual Kelps Lima, o Solidariedade vem em franco crescimento no Rio Grande do Norte. Organizou-se na maioria dos municípios, possui lideranças regionais e terá uma bancada de três deputados estaduais, com os eleitos Kelps Lima e Alysson Bezerra, além da chegada de Cristiane Dantas, que foi eleita pelo PPL, legenda que não atingiu a cláusula de barreiras.




11/nov/2018

O DEM no RN JÁ era


Por Robson Pires, em

Sem o mandato de senador de José Agripino e a cadeira de deputado federal antes ocupada por Felipe Maia, a representatividade do DEM no Rio Grande do Norte se resumirá ao deputado estadual Getúlio Rêgo. Ainda respirando por aparelhos no Alto Oeste, o DEM está prestes a sumir do mapa do RN, ficando com míseras prefeituras e poucos vereadores. Vai se tornar um partido nanico. Não se sabe até quanto tempo Getúlio e sei filho prefeito de Pau dos Ferros, Leonardo Rêgo, vão se segurar no navio, que virou uma canoa.




11/nov/2018

MDB se acabou no RN


Por Robson Pires, em

Após o desastre de popularidade do governo Michel Temer (MDB) e a derrota do senador Garibaldi Filho (MDB) nas eleições deste ano, o MDB se tornou um peso morto. Prefeitos e vereadores de todo o Estado estão de saída para outros partidos. Os deputadosestaduais Nélter Queiroz e Hermano Morais também deverão mudar de rumo.







11/nov/2018

Rosalba pode ganhar ‘Frango’ em Mossoró


Por Robson Pires, em

A prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP) ganhará mais um vereador em sua base de apoio. Alex do Frango (PMB) está de malas prontas em direção ao governismo.




11/nov/2018

São João do Sabugi (RN): Aníbal Pereira pendurou as chuteiras


Por Robson Pires, em

Uma fonte do ninho bacurau de São João do Sabugi informou ao blogue do Xerife que, apesar de haver uma pressão muito grande no MDB para que ele seja candidato, Aníbal Pereira (MDB) apoiará a reeleição da prefeita Lydice Brito (MDB), que vem fazendo uma gestão bem avaliada.




11/nov/2018

Situação de Túlio Lemos se complica em Macau


Por Robson Pires, em

A impopularidade do prefeito de Macau, Túlio Lemos (PSD), aumenta a cada dia. Desgastado desde o início da gestão, Lemos, ao que parece, terminará semelhante aos seus correligionários Silveira Júnior, de Mossoró, e Robinson Faria (PSD).




11/nov/2018

Convocação extraordinária da Assembleia Legislativa do RN


Por Robson Pires, em

Ainda na atual legislatura, a governadora eleita Fátima Bezerra (PT) convocará a Assembleia Legislativa, em janeiro, para iniciar as medidas que serão tomadas no governo. É uma ótima oportunidade para o presidente da Casa, Ezequiel Ferreira (PSDB) mostrar um posicionamento.




11/nov/2018

Descendo de ‘goela a baixo’, viu Fátima?


Por Robson Pires, em

Militante dos movimentos sociais desde jovem, a governadora eleita Fátima Bezerra (PT) é a única que pode conseguir fazer o ajuste de forma pacífica. Ela tem o apoio da maioria do Estado e respaldo de todos os sindicatos. Se Fátima não conseguir fazer por bem, as medidas terão que descer de goela a baixo.




11/nov/2018

Não existe fórmula mágica para o RN


Por Robson Pires, em

Não há nenhuma condição de governabilidade hoje no RN. O governador Robinson Faria (PSD) empurrou os problemas com a barriga durante quatro anos. Especialistas apontam que a demissão de 13 mil servidores e aumento de 25% na arrecadação colocariam o Estado de volta nos trilhos.




11/nov/2018

Rio Grande do Norte vulnerável


Por Robson Pires, em

De acordo com Estudo do Tesouro Nacional, o Rio Grande do Norte é o Estado mais vulnerável, do ponto de vista financeiro. O documento revelou que o RN compromete 86% de sua receita corrente líquida com pagamento do funcionalismo, o maior índice de todo o Brasil. A situação é calamitosa.




11/nov/2018

Ja procurou, Fátima Bezerra?


Por Robson Pires, em

Pergunta feita ao Estadão:

Os novos governadores já estão procurando o Banco Mundial?

Sim. Alguns já vieram a Brasília e outros se manifestaram. Eles têm uma leitura muito realista da situação. Têm pé no chão. Eles reconhecem a necessidade de uma política fiscal disciplinada e de reformas estruturais e de construir a parceria entre a União e Estados para agilizar esse processo. Com certeza, é com parceria que vai ser resolvido esse desafio.

Será que a senadora petista e futura governadora do Rio Grande do Norte FátimaBezerra procurou o Banco Mundial?

É somente uma pergunta.

 




11/nov/2018

Bolsonaro vai herdar 7,3 mil obras inacabadas


Por Robson Pires, em

Jair Bolsonaro vai herdar um total de 7,3 mil projetos que ainda constam como incompletos – e representam mais de R$ 32,5 bilhões em investimentos até sua conclusão –, registra o Estadão.

Projetos de habitação, saneamento e energia estão no topo da lista de um documento que traz a relação dos projetos concluídos e inacabados do Executivo federal.

O documento deverá ser entregue à equipe de transição nas próximas semanas.





Continuar Lendo





Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Quinta, 15 de Novembro de 2018


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter



Calendário

novembro 2018
D S T Q Q S S
« out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930