Operação Cactus: PF investiga desvio de recursos públicos no Ceará

casa elias fernandes

A Operação Cactus, deflagrada nesta quinta-feira (21) pela Polícia Federal do Ceará, em conjunto com a Controladoria-Geral da União, está investigando o desvio de recursos públicos transferidos pela união para municípios cearenses através de convênios e contratos de repasses.

De acordo com o setor de Comunicação Social da PF do Ceará, 62 mandados judiciais de busca e apreensão estão sendo cumpridos na sede do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), em Fortaleza, e em mais 19 municípios cearenses: Aiuaba, Apuiarés, Barbalha, Canindé, Catarina, Guaraciaba do Norte/CE, Iguatu, Irauçuba, Itapipoca, Itapiúna, Juazeiro do Norte, Morada Nova, Mucambo, Quixeramobim, Reriutaba, Saboeiro, Tarrafas, Tejuçuoca e Ubajara. Além de Natal, Aparecida de Goiânia (GO) e Brasília (DF).

Para Natal, foram expedidos dois mandados, um deles na casa do ex-deputado Elias Fernandes, que foi diretor-geral do Dnocs, que tem sede em Fortaleza, até janeiro deste ano. Em entrevista, Elias Fernandes explicou que os policiais não falaram o motivo das investigações, mas que pode ter a ver com o Dnocs, já que seria seu único vínculo com o Ceará.

Da Tribuna do Norte

0 resposta

  1. Xerife,

    Será coincidência?

    O Sr. Elias Fernandes está sendo investigado. Ele foi indicado pro DNOCS pelo Deputado Henrique Eduardo Alves.

    Eita, Brasil bom de bola…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

setembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930 
Categorias

Lupas em Currais Novos (RN)

O Ministério Público está de olho na contabilidade da prefeitura de Currais Novos (RN). O município é gerenciado pelo petista Odom Júnior.

Leia Mais