Mesmo depois da advertência do Papa Francisco, padre é preso por suspeita de estupro de garoto

padre_roupaMesmo depois do Papa Francisco assumir uma posição mais enérgica contra os casos de pedofilia na Igreja, um padre, de 27 anos, foi preso na tarde deste sábado (4), em Caldas Novas – a 167 km de Goiânia – suspeito de estuprar um garoto, de 15 anos, que sofre de deficiência intelectual na sauna de um clube, localizado no centro da cidade. De acordo com a delegada Sabrina Leles, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), que cuida do caso, o menor relatou à mãe e, posteriormente, à polícia que teve as partes íntimas tocadas e que o suspeito o obrigou a fazer sexo oral.

Segundo a Polícia Civil (PC), o adolescente estava na sauna do clube com o padre e uma terceira pessoa pouco antes do meio-dia. Quando ficaram sozinhos, o padre teria se aproximado do garoto e cometido os abusos.  “A vítima contou minuciosamente o que aconteceu”, afirmou a delegada. O garoto não passou por exames de corpo de delito porque não houve conjunção carnal.

O padre negou ter cometido o crime.  Ele disse à Polícia que esteve na sauna com o garoto, chegou a conversar com ele, mas ao perceber que ele tinha dificuldades de responder por causa da necessidade especial, deixou o local. O religioso afirmou manter relações homossexuais, mas enfatizou que nunca se envolveu com menores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias

Irônico

O Presidente do Sistema Fecomércio do Rio Grande do Norte (RN), Marcelo Queiroz, foi um dos incentivadores do Governo de Fátima Bezerra a adotar o

Leia Mais

Lula caiu nas pesquisas

Assim como Michel Temer, Lula também despencou na pesquisa da Ipsos. De um mês para o outro, ele perdeu 9 pontos. No penúltimo levantamento, 38%

Leia Mais