Maioria da CCJ do Senado cobra que Alcolumbre marque sabatina de André Mendonça

Dezesseis dos 27 membros da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) do Senado querem que o presidente da CCJ, Davi Alcolumbre, defina data para a sabatina do ex-advogado-geral da União André Mendonça para o Supremo Tribunal Federal (STF). É o que informou levantamento do jornal O Globo, publicado nesta segunda-feira, 11. Nesta semana, o “chá de cadeira” de Mendonça vai completar três meses desde que foi escolhido.

Nas últimas semanas, Alcolumbre tem dito que Mendonça só será sabatinado por ordem do Supremo Tribunal Federal. Em 7 de outubro, o presidente da CCJ disse que escolheria um dia para Mendonça ir à Casa quando houvesse “amadurecimento político”. No fim de semana, Bolsonaro criticou o parlamentar. “Alcolumbre teve tudo o que foi possível durante os dois anos comigo. Isso não se faz”, disse o presidente. As informações são da Revista Oeste.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias

Que coisa feia, deputado!

O assunto ainda repercute: Na noite de terça-feira de carnaval, o deputado federal General Girão (PSL) foi apanhado pela blitz da Lei Seca, em Pirangi, mas

Leia Mais

Os petistas são foda…!!!

Uma frase virou mantra, no Palácio do Planalto: os brasileiros torcem para que o governo Michel Temer tenha sucesso para o bem do Brasil, enquanto

Leia Mais