Lojas são saqueadas em meio a protestos

IMG_0344

Pelo menos 15 lojas foram saqueadas durante a noite de quinta e a madrugada desta sexta-feira (14) no estado venezuelano de Miranda, informou o governador, o opositor Henrique Capriles, dois dias depois que outras 14 lojas foram atacadas na região.

Capriles assegurou que padarias, sapatarias, lojas de bebidas, uma fábrica e pequenos estabelecimentos foram saqueados por “um grupo orquestrado, promovido pelo governo, sem possibilidade de reação”.

O governador disse que estes “atos de vandalismo foram gravados”, aconteceram a poucos metros de onde estavam dezenas de agentes da Guarda Nacional Bolivariana (GNB, Polícia Militar) que “não fizeram nada”, e buscam desvirtuar os protestos antigovernamentais dos últimos dias, afirmou.

O opositor disse ainda que os saques, bem como as “atuações repressivas e selvagens”, são “ordenados diretamente” pelo ministro de Interior e Justiça, Néstor Reverol, que já acusou Capriles publicamente de promover “atos terroristas”, em alusão à violência registrada durante os recentes protestos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

Zenaide intensifica projeto

A deputada Zenaide Maia pretende intensificar seu projeto como pré-candidata ao Senado a partir do próximo mês de janeiro. Entusiasmada com os resultados das pesquisas,

Leia Mais