Freire quer sigla do partido novo seja PED

Se depender do atual presidente do PPS, Roberto Freire, o novo partido resultante da fusão PPS-PMN se chamará Partido da Esquerda Democrática-PED. Há quem ache PED uma sigla muito feia. Além do mais, ela remete ao PT, em que designa o Processo de Eleições Diretas, o PED. Outros preferem Partido da Mobilização Democrática – PMD. Nome é importante, mas o essencial é garantir logo o registro da nova sigla, antes que os governistas consigam fechar a janela que, não impedindo sua criação, barraria a herança do capital que importa para Eduardo Campos, o tempo de TV e os recursos do Fundo Partidário.

Nascendo com 17 deputados, a sigla ainda sem nome espera receber adesões de parlamentares em situação de desconforto partidário, chegando em breve às 35 cadeiras na Câmara. Como o PSB de Eduardo Campos tem hoje 32 deputados, a coligação teria cerca de 70 deputados. Esta sim, já seria uma força nada desprezível na disputa. O PSDB, por exemplo, tem 49 deputados. Em coligação com o DEM, seu parceiro histórico, teria 77. Estariam se equivalendo, no campo da oposição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

setembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930 
Categorias