Comissão do governo mostra real situação financeira e assegura que cumprirá o piso nacional dos professores

Em reunião ocorrida na governadoria com representantes do Sinte/RN, na tarde desta terça-feira (10), o secretário chefe do Gabinete Civil, Paulo de Tarso Fernandes, fez um relato das condições atuais das finanças públicas estaduais e afirmou da impossibilidade do Governo do Estado atender, de imediato, as reivindicações salariais da categoria.      

Paulo de Tarso assegurou aos professores que o Governo pretende, dentro do mais curto espaço de tempo possível, pagar o Piso Nacional do magistério aprovado pelo Supremo Tribunal Federal.

Sobre a reivindicação da atualização da tabela em termos estaduais, o secretário considera impossível no momento. Segundo Paulo de Tarso Fernandes, a política salarial do Rio Grande do Norte para os professores tem sido, ao longo do tempo, escandalosamente vil. “A governadora Rosalba Ciarlini tem a determinação de enfrentar essa histórica cadeia de aviltamento salarial dos professores. Mas, isso não pode ser feito de uma hora para outra”, afirmou o secretário.

O Estado do Rio Grande do Norte terá este ano um aumento em despesas com pessoal, incluindo os três poderes, da ordem de R$ 819 milhões. Entre janeiro de 2010 e dezembro de 2010, as despesas com pagamento de pessoal tiveram um aumento/mês de R$ 63 milhões. “Acrescentar mais despesas pode levar o Estado a um sério risco de desequilíbrio financeiro e levar até ao atraso de pagamento dos funcionários. Essa é uma história que já deixamos pra trás e que não pode voltar”, disse Paulo de Tarso.

A secretária Betânia Ramalho considerou a situação financeira do Estado como dramática, e a decisão do Governo em expressar a realidade para o sindicato, como frustrante, mas verdadeira e honesta. “É melhor dizer a verdade do que prometer, como outros fizeram, e não cumprir”, afirmou.

Betânia Ramalho também mantém o chamado para que o Sinte/RN continue na mesa de negociações com o Governo do Estado. “Pedimos para que a categoria nos dê um voto de confiança e retome o diálogo. Afinal, todos sabem que todas essas dificuldades que enfrentamos foram herdadas de administrações passadas, e estamos ainda colocando a casa em ordem”, completou.

7 respostas

  1. o governo só tem dinheiro para a copa e cargos comissionados da Assembléia e os amigos dagovrnadorakkkkkkkkkke olhe que o estado tem arrecaddo mais que os governos ibere……engana rosaborbolete….pensa que engana os servidoreskkkkkkkkkk

  2. Esse lero é velho, todos usam esse argumento para justificar a falta de vontade e prioridade para com a educação.

  3. SÓ NÃO GASTOU COM O MAGISTÉRIO OU POLÍCIA CIVIL DO ESTADO…

    Dizer que as despesas do Estado com pagamento de pessoal tiveram um aumento/mês de R$ 63 milhões, pode até ter tido! Só não foi com professor ou policial civil, pois já estão sem reajuste salarial há um tempão.

    Verdade se diga, essa possível despesa de R$ 63 milhões/mês foi, em sua totalidade, gasta para bancar os reajustes absurdos nos salários dos egoístas e insaciáveis deputados e juízes do nosso Estado! Só vejo uma maneira de se valorizar o professor e o policial civil, fora dos palanques eleitoreiros de um ano político no RN: “vinculando” o reajuste dessas duas categorias aos reajustes “quase semestrais” dos juízes e deputados…

  4. Vergonhoso esse discurso. Até pensa que o povo é besta.
    Agora, faço-lhe uma pergunta:
    – Esses R$ 63 milhões/mês, que aumentou na folha de pagamento do Estado, está beneficiando quem?
    O POVO quer uma explicação!

  5. Robson, a Rosa só fala nos restos a pagar de Iberê; porquê ela não paga os mais de 1100 professores seletivos contratados agora em Fevereiro, que desde o dia 15 deste mesmo mês trabalham nas escolas de todo estado, sem receber 1 centavo sequer e quando tentam manter contato com o setor de RH do estado, eles alegam que não tem nenhuma data provável para pagamento. Rosa caia na real!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

março 2024
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Categorias

Dilma lidera em Minas

Com a rejeição crescente ao senador Aécio Neves (PSDB), a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) lidera na preferência dos mineiros para concorrer ao Senado em 2018.

Leia Mais