O Promotor de Justiça André Nilton Rodrigues de Oliveira, determinou a abertura de Procedimento Administrativo, com a finalidade de investigar a recusa do Centro de Reabilitação Infantil e Adulto (CRI), que pertence ao Governo Potiguar, em fornecer uma cadeira de rodas para o paciente Luciano Gomes de Aquino.

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *