Um balanço feito pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos) mostra que os bancos doaram R$ 347,2 milhões para a produção de vacinas contra a covid-19 no Brasil. A Fiocruz (Fundaçao Oswaldo Cruz), responsável pela produção da vacina da Oxford/AstraZeneca, foi a entidade que mais recebeu recursos.

A maior parte do dinheiro foi doada pelo programa Todos pela Saúde, do Itaú, que destinou R$ 265,3 milhoes à Fiocruz.

O Instituto Butantan, que desenvolve a CoronaVac, recebeu R$ 50 milhões do Itaú, R$ 10 milhões do Bradesco, R$ 5 milhões do Safra, R$ 5 milhões do BTG, R$ 916.000 do BNP Paribas e R$ 196.000 do Cetelem.

Os recursos serão destinados à construção de novas unidades de produção de vacinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *