Vivaldo Costa é do verde!

O candidato a deputado estadual Vivaldo Costa (PR) surpreendeu seus eleitores e aliados durante passeata e comício de encerramento de campanha ontem em Caicó. Ele anunciou de alto e bom som que vai votar na candidata do Partido Verde para presidente da República: Marina da Silva.

– Peço seu voto para uma melhor simples, de cor preta e que foi até empregada doméstica. Ela se destaca no cenário político nacional. Tem origens simples. Não chegou aonde está por acaso não! Chegou por competência. Por isso peço o seu voto para Marina, disse o Papa-Jerimum.

O blog comenta: É o Papa-Jerimum indo na onda verde que está empurrando Serra para o segundo turno.

9 respostas

  1. Vivaldo Costa, hoje é um homem sem identidade política ao partidária. Ele diz que é do vermelho, que ama o verde, que gosta do amarelo, eu acho que ele vai terminar mesmo é se assumindo ROSA ou o LILÁS. Afinal de contas ele estar mesmo é com Rosalba.

  2. marina e 1 pessoa digna cor partidaria e coisa para gente burra agente tem q analiza e votar conciente por isso q eu voto no papa e em marina

  3. verde ou vermelho não inporta! precisamos votar consciente, vivaldo fez uma ótima escolha! parabéns!!!

  4. Votando no papa, está votando em: Nélter, George, Petronilo, Lins, Walter… Vamos votar 50.

  5. Não estou entendendo a do papa ,ele não dar ponto sem nó , vamos esperar q tem sabotagem , certeza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2021
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Categorias

Pense num rombo!

As contas do governo tiveram um déficit recorde nos primeiros meses do ano. O rombo da Previdência foi a causa principal. Os gastos superaram a

Leia Mais

José Agripino na reta

Ao encontrar o ministro dos Transportes, Valter Casimiro, nesta terça-feira (17), no corredor das comissões do Senado, o senador José Agripino (RN) aproveitou a oportunidade

Leia Mais

Há um mentiroso

Num acordo de colaboração judicial, pode-se desconfiar das verdades dos delatores. Mas uma mentira deslavada, quando apanhada no pulo, revela-se sempre rigorosamente verdadeira. Por isso,

Leia Mais