Vítimas de violência na Paraíba receberão aparelho para acionar a PM

botao PBMulheres vítimas de violência doméstica na Paraíba poderão acionar a Polícia e a Delegacia da Mulher usando um aparelho que envia um sinal para o Centro Integrado de Operações Policiais (CIOP) e para a Central, que determina que a viatura mais próxima se dirija ao local da vítima. A localidade é identificada por meio de GPS. O chamado “botão do pânico”, instituído pelo Tribunal de Justiça do Espírito Santo, foi o destaque na categoria Tribunal do Prêmio Innovare.

Na Paraíba, a medida faz parte do Programa Mulher Protegida e S.O.S Mulher, do governo do estado, com apoio do Poder Judiciário estadual e da rede de proteção à mulher e foi formalizada nessa segunda-feira (5/5) na Presidência do Tribunal de Justiça da Paraíba. O Programa Mulher Protegida também permite visitas regulares das Polícias Militar e Civil nas casas das vítimas para fiscalização do cumprimento das medidas protetivas expedidas pela Justiça contra os agressores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

Lascou tudo!

O deputado estadual Kelps Lima entrou com uma ação no Tribunal de Contas do Estado (TCE) hoje, quinta feira, 16, para proibir novo saque ao

Leia Mais

Trocando as prefeituras

Na cidade de Japi (RN) o prefeito Jodoval Pontes, publicou no Diário Oficial da FEMURN, extratos de pregão presencial na aquisição de combustíveis, gás, água

Leia Mais