Vereador acusado de homicídio é cassado por receber “ajudinha” de deputado

Deu no Jornal de Hoje:

O vereador da cidade de Vera Cruz, Cleonado Joaquim de Oliveira, preso no ano passado por um crime de homicídio e que também teve uma ossada humana encontrada em um sítio de sua propriedade, foi cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN). Ele teria recebido uma “ajudinha” de um deputado estadual e não declarou os valores, configurando prática de caixa dois.

O juiz eleitoral Marcos José Sampaio de Freitas Júnior, da comarca da Monte Alegre, entendeu que o vereador realizou “captação ilícita de recursos com fins eleitorais”, no pleito de 2012 e, por isso, além de determinar a cassação do mandato dele, estabeleceu inelegibilidade por oito anos.

Na sentença, o juiz usou como argumentos interceptações telefônicas, inclusive do período em que Cleonaldo estava preso. As conversas indicam o recebimento da quantia de R$ 1 mil e que o valor teria sido repassado pelo então deputado estadual Poty Junior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias