Vacinas recebidas pelo RN até agora só dão para imunizar 10% dos idosos

As vacinas contra a Covid-19 recebidas até agora pelo Rio Grande do Norte são suficientes para imunizar apenas 10% dos idosos que vivem no Estado, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para fechar o primeiro ciclo de imunização, o Estado precisa receber mais doses, principalmente considerando que profissionais de saúde estão no grupo prioritário, independente da idade.

Nesta terça-feira (19), o Rio Grande do Norte recebeu do Ministério da Saúde 82,4 mil doses da Coronavac, o que dá para vacinar 41 mil pessoas – já que serão duas doses. Em contrapartida, o RN tem 392 mil habitantes com mais de 65 anos, de acordo com o mais recente estudo, de 2019.

As pessoas com mais de 60 anos formam o principal grupo de risco para a Covid-19. Nesta faixa etária, a mortalidade é maior que nos outros pacientes. No Rio Grande do Norte, a maioria dos óbitos por Covid-19 entre os homens aconteceu naqueles pacientes que têm entre 70 e 74 anos de idade. Já entre as mulheres, são mais afetadas as que têm mais de 80 e menos de 84 anos de idade.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), a campanha de vacinação contra a Covid-19 deve começar nesta terça-feira (19) às 10h. A imunização estava prevista para iniciar nesta segunda (18) às 17h, mas o voo que trará as doses da vacina para o Estado atrasou.

Neste domingo (17), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso emergencial de duas vacinas contra a Covid-19: a Coronavac, desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac; e a da Universidade de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca e a Fiocruz do Brasil.

Na primeira fase da campanha, serão vacinados no RN profissionais de saúde (independente da idade). Já na segunda etapa, a vacina será aplicada em quem tem mais de 75 anos. Na terceira fase, a vacina será aplicada em quem tem mais de 60 anos e está em instituições do governo, como asilos.

Desta fase adiante, serão contempladas também as pessoas que têm comorbidades, como pressão alta, diabetes e doença renal. Essas doenças incluem as pessoas no grupo de risco para a Covid-19 apesar da idade.

Segundo o IBGE, o RN tem 829 mil pessoas diagnosticadas com alguma comorbidade que são de risco para a Covid-19. Considerando apenas os maiores de 60 anos, 297 mil pessoas estão inscritas nesse grupo.

Além da Coronavac, o Ministério da Saúde deve distribuir nos próximos dias cerca de 2 milhões de doses da vacina de Oxford, que serão importadas de um laboratório da Índia.

AGORA RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

fevereiro 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  
Categorias

Agripino anda distante da chapa

Com a chapa praticamente fechada para 2018, o prefeito Carlos Eduardo (PDT), pré-candidato a governador, e o senador Garibaldi Filho (PMDB), candidato à reeleição, tem

Leia Mais

Moro está perto de deixar governo

Discordando de medidas autoritárias do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o ministro da Justiça e Segurança, Sérgio Moro, poderá deixar o governo. Ele tem externado insatisfação

Leia Mais