Transexual pode ter nome de mulher, mas é proibido de trocar de sexo

Lembram daquela história que repercutiu na região do Seridó do transexual de Ouro Branco, residente em São Paulo, que desejava trocar de nome e de sexo para casar com um italiano e depois ir morar na Itália, cuja ação tramita na comarca de Jardim do Seridó?

Pois bem!

De acordo com o advogado Jaime Mariz, que cuida da ação, a situação ainda não foi resolvida.

 Ele disse que apesar do Juiz substituto da comarca de Jardim do Seridó, Luiz Antonio do Nascimento, onde o processo foi julgado, ter dado parecer favorável para que José Xavier da Silva, trocasse de nome e de sexo, o promotor da comarca do município não acompanhou a decisão do magistrado e apelou da decisão.

O promotor aceitou que José Xavier da Silva, que nasceu em Ouro Branco e foi registrado em Jardim do Seridó, trocasse apenas de nome. Passasse a se chamar, como era o desejo do transexual, de Joseane Xavier da Silva. Nome de mulher.  De sexo, não.

Coitada de Ravana, como se chama a transexual, disse o advogado caicoense Jaime Mariz, que defende os seus interesses.

Como é que pode se chamar de mulher e ter o sexo masculino? Indaga o advogado.

Faz sentido.

Ravana é cabeleleira em São Paulo.

O caso, inédito, no Rio Grande do Norte, ganhou as páginas dos principais jornais do estado.

3 respostas

  1. Quem tem de MUDAR (de opinião, claro!!) é O PROMOTOR…..

    Cabecinha atrasaaaaada…… FAZ PENA!

    COITADA DA RAVANA!!! E DE OUTROS(AS).

    AFFFFFF………………..NAAAAMMMM!!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

setembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930 
Categorias