TJRN discute realização de audiências de custódia na Central de Flagrantes da Polícia Civil 1

O presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, desembargador Expedito Ferreira, reuniu-se com o delegado geral de Polícia Civil, Correia Júnior, para discutir o estudo sobre a criação de um centro de audiências de custódia na Central de Flagrantes da polícia, localizada no mesmo prédio da delegacia de Plantão Zona Sul, no bairro de Cidade da Esperança, em Natal. Na oportunidade, o presidente visitou as instalações da Central e o local onde poderá ser instalado o centro de audiências.

De acordo com o desembargador presidente, a ideia da criação de um local para audiências de custódia na Central de Flagrantes da Polícia Civil tem como objetivo otimizar o procedimento, que atualmente envolve o transporte de presos até a Central de Flagrantes de Natal, no bairro da Ribeira.

“Essa é mais uma parceria que o Tribunal de Justiça procura para agilizar e dar mais celeridade às ações do Judiciário. Esse é um convênio para que as audiências de custódia sejam realizadas no complexo da Delegacia Geral de Polícia Civil. Isso vai, principalmente, agilizar o transporte dos presos até as audiências, além de permitir que as audiências aconteçam diariamente”, explica Expedito Ferreira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

setembro 2022
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Categorias