‘Temos que continuar fazendo política’, diz Dirceu

dirceu estadao

O Estadão noticiou que o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu prefere agora cumprir a pena de prisão em Brasília, e não mais em São Paulo. Se retornar à capital paulista, ele teme enfrentar o que chama de “ira” do governo de Geraldo Alckmin (PSDB) contra o PT, com provável transferência para o regime fechado, por falta de vagas no semiaberto.

“Temos que enfrentar isso de cabeça erguida e eu quero trabalhar”, disse Dirceu, na tarde desta terça-feira. “Não há por que se envergonhar, não há por que baixar a cabeça. Temos que continuar fazendo política.” Apesar da frase otimista, o ex-poderoso chefe da Casa Civil do governo Lula oscila momentos de esperança com raiva e abatimento. Não raro se queixa do abandono por parte de quem considerava amigo e diz estar vivendo um “calvário”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

julho 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Categorias

Crescimento de Bolsonaro preocupa

No conturbado cenário brasileiro, o crescimento das intenções de voto do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) para presidente da República preocupa os liberais. Ultraconservador, o

Leia Mais

Mau presságio

Tem prefeito no Seridó precisando de mandar jogar sal grosso na prefeitura. Existe um certo ar de mau presságio.

Leia Mais