Setor de serviços registra em fevereiro pior resultado desde julho de 2018, antes da pandemia

O volume de serviços caiu 1% em fevereiro deste ano, na comparação com o mês anterior, ficando em -3,1%. É o pior resultado do setor desde julho de 2018. Em janeiro deste ano, o setor de serviços cresceu 0,4%, de acordo com a Pesquisa Mensal de Serviço divulgada nessa semana pelo IBGE.

Três das cinco atividades pesquisadas acompanharam o movimento de queda. Destaque para os Serviços profissionais, administrativos e complementares, e Serviços de informação e comunicação. Os Serviços prestados à família também tiveram variação negativa, mas, segundo o IBGE, o impacto foi menor no índice geral.

 

Transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio; e Outros Serviços registraram taxas positivas.

 

O IBGE destaca que este é o terceiro resultado negativo do setor nos últimos quatro meses, mas que os dados coletados ainda não refletem os impactos da pandemia do novo coronavírus, pois as medidas de isolamento social na maioria dos estados foram iniciadas em março.

 

Na comparação com fevereiro de 2019, e no acumulado de 12 meses, o setor de serviços teve alta de 0,7%.

 

A receita nominal caiu 0,1% em relação a janeiro deste ano, mas subiu 3,8% na comparação com fevereiro de 2019, e 4,1% no acumulado de 12 meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2021
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Categorias

Na UEPB está sobrando dinheiro

Depois da UnB e da Unicamp, a Universidade Estadual da Paraíba anunciou que também oferecerá um curso sobre o “golpe de 2016” no Brasil, como “resposta” a Mendonça Filho.

Leia Mais