Segurança Pública apresenta o plano da Operação Réveillon para Região Metropolitana

A secretaria de Segurança Pública divulgou na manhã desta quinta-feira (31) o plano de operações para o Reveillon 2016 com a distribuição do efetivo para as atividades ostensivas nos locais de realizações de shows na Região Metropolitana e reforço nas ações de fiscalização preventivas do Corpo de Bombeiros.

O Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) atuará com um efetivo de 216 policiais militares e 36 veículos, entre automóveis e motocicletas, além do Regimento de Polícia Montada (RPMon). O policiamento nas áreas Sul, Norte, Leste e Oeste ocorrerá normalmente, sendo empregado um reforço extra nas praias do Meio, Ponta Negra e Redinha, em Natal, Pirangi do Norte e no Bairro Rosa dos Ventos, em Parnamirim.

Está previsto a atuação integrada dos efetivos do Batalhão de Choque (BPChoque), dos 1º, 3º, 4º e 5º Batalhões de Polícia Militar, das Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTUR), Proteção Ambiental (CIPAM), de Policiamento Feminino (CPFEM), Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (ROCAM) e do Regimento de Polícia Montada (RPMON), que serão distribuídos nos locais de eventos, proporcionado uma maior segurança no festejo de fim de ano aos cidadãos do Rio Grande do Norte.

O Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE) também reforçará o efetivo nas rodovias estaduais bem como nos locais de realizações de eventos festivos em todo o Rio Grande do Norte. Os cinco distritos rodoviários estaduais realizarão trabalhos de prevenção e fiscalização de trânsito garantindo a segurança dos usuários das vias, de forma educativa e repressiva, para prevenir a prática de infrações e acidentes de trânsito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

janeiro 2023
DSTQQSS
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031 
Categorias

A delação de Fred Queiroz

O Juiz Federal Francisco Eduardo Guimarães, titular da 14 Vara Federal no Rio Grande do Norte, homologou a delação premiada de Carlos Frederico Queiroz, réu

Leia Mais