Robinson Faria diz que coligações precisam ser amadurecidas e mantém pré-candidatura ao governo

robinson feirinhaEm entrevista à Rádio Rural de Caicó, hoje (03), o vice-governador Robinson Faria (PSD), comentou as recentes articulações políticas, inclusive a decisão do PMDB de romper com o governo Rosalba Ciarlini. “O PMDB não poderia ser parceiro de um excesso. A decisão surgiu na hora em que o governo não atendeu os conselhos do PMDB, porque tem um modelo ultrapassado. Foi uma atitude corajosa do PMDB”, disse.

Alianças

O filho do vice-governador, deputado federal Fábio Faria (PSD), teve um recente encontro com o presidente estadual do PMDB, deputado federal Henrique Alves, no sentido de traçar uma articulação para a coligação proporcional. “A oposição tem que continuar dialogando, incluindo o PMDB até pela sua importância no estado. Foi o início de uma conversa, mas muitas outras virão com o PSB de Wilma de Faria, o PT de Fátima Bezerra e o PDT de Carlos Eduardo”, salientou Robinson. “E se eu tiver a oportunidade de disputar o cargo de governador, a minha promessa é de um governo inovador e dialogando com cada região”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Categorias

É muita cara de pau

Mesmo ficando contra na votação do COAF contrariando os interesses de Jair Bolsonaro o ‘escorregadio’ deputado federal Beto Rosado foi abraçar o presidente na maior

Leia Mais