Roberto Freire: fundo eleitoral é infame

IMG_5969

Em nota divulgada nesta quinta-feira, 22, o presidente do PPS, deputado Roberto Freire (SP), criticou o acordo de presidentes de sete partidos para tentar aprovar, a toque de caixa, a criação de um fundo de R$3,5 bilhões para bancar a campanha eleitoral de 2018.

“O PPS não foi chamado e se tivesse participado teria se posicionado contra essa reforma. Elas (propostas) não ajudam no encaminhamento de soluções para a crise da representatividade política. Ao contrário, todas essas propostas visam a sobrevivência e a garantia da atual estrutura dos grandes partidos”, afirmou o parlamentar.

Dirigentes do PMDB, PSDB, DEM, PSB, PP, PR e PSD fecharam um acordo para acelerar a votação e aprovar até setembro o fundo que financiará as campanhas eleitorais a partir de 2018. Com uma estimativa inicial de R$ 3,5 bilhões, o fundo terá como parâmetro 50% dos gastos das campanhas de 2014 para presidente da República, governador, senador e deputados.

Uma resposta

  1. Sinceramente fico envergonhado com a insensatez desses desapatriados da politica brasileira, que só querem afundar o país, e o povo que se lasque para pagar tantos impostos para sustentar esses sanguessugas do poder. Não dá mais para entender como isso vem acontecendo e tudo fica por isso mesmo? Creio que estão brincando com a população. Pensam que somos todos bestas! Não dar mais para aguentar e ficar calado e o povo tem que reagir e mostrar a esses parasitas do poder que o país ainda é da maioria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

janeiro 2022
DSTQQSS
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031 
Categorias