RN cai para 10º lugar em ranking da transparência da Covid-19

Na semana de avaliação sobre a qualidade dos dados e informações relativas à pandemia da Covid-19 disponibilizadas ao cidadão por estados e União em seus sites oficiais, o Rio Grande do Norte caiu cinco degraus no ranking da transparência, assumindo o 10º lugar entre todas as unidades federativas.

O estado manteve os 67 pontos obtidos na avaliação da semana passada, assistindo à ultrapassagem de estados como Rondônia, Amapá e Goiás. Pernambuco, com 98 pontos, permanece líder de transparência de dados no Brasil.

O levantamento é realizado semanalmente pela Open Knowledge Brasil desde o dia 3 de abril, como forma de contribuir com a melhoria da transparência pública dos dados sobre as ações realizadas pelos órgãos públicos durante a pandemia.

Ausência de informações

A ausência de informações consideradas importantes no boletim diário da Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP/RN) impedem o estado de ampliar sua pontuação no levantamento. Por não apresentar informações sobre a existência de doenças preexistentes em todos os casos confirmados da doença, o RN pontuou 0,5 de 1 ponto neste quesito. Nota semelhante nos quesitos: proporção entre leitos Covid-19 existentes/ocupados, e apresentação de casos por bairro, distrito, ou hospital. No relatório diário da Sesap/RN é informada a quantidade de casos por município, e a quantidade de leitos ocupados.

Nos quesitos testes disponíveis e apresentação de dados sobre outras doenças respiratórias das pessoas com casos confirmados da doença, o estado zerou a pontuação. Nota igual para o quesito visualização de dados, quando o estado não dispõe de um painel, com dados abertos, para consulta do público em geral sobre o cenário da pandemia no estado.

Estados que estão desenvolvendo mecanismos para oferecer seus relatórios diários sobre a pandemia em formatos abertos e com atualização em tempo real têm ocupado o alto do ranking. No Rio Grande do Norte, o boletim diário é divulgado em formato fechado (PDF), através do site www.saude.rn.gov.

Em tempo: a Agência Hiperlab -Laboratório de Narrativa Hipermídia – é um projeto de extensão do curso de Jornalismo da UERN, com atuação na pesquisa e produção de produtos jornalísticos multiplataformas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

dezembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 
Categorias