Renan Calheiros, Randolfe e senadores da CPI se recusam receber André Mendonça

Em sua peregrinação pelo Senado, o advogado-geral da União, André Mendonça,tem enfrentando um obstáculo: não consegue agendar audiências com integrantes da CPI da Covid. Os senadores têm se recusado a recebê-lo – especialmente os membros do G7, o grupo oposicionista que controla a comissão.

Nos bastidores, esses parlamentares dizem que não votarão pela aprovação de Mendonça para uma vaga no STF (Supremo Tribunal Federal). Por isso, não querem nem conversar com ele.

“Você não fala com quem você não vai votar, não faz sentido”, disse um senador à coluna do UOL.

De assessores, Mendonça tem ouvido que as agendas estão cheias e que os senadores estão muito ocupados. A desculpa é, no mínimo, esfarrapada, já que o Senado está em recesso até o fim do mês.

O advogado-geral ouviu essa resposta das assessorias de ao menos dois senadores do G7: Renan Calheiros (MDB-AL) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

julho 2022
DSTQQSS
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
Categorias

Ministério da criminalidade

Levantamento do Estadão mostra que 18 ex-ministros da gestão petista estão sob investigação de desvio de recursos, sendo quatro do período Lula, dez do de

Leia Mais