Químico cria método para medir danos vindos de substâncias dos xampus

20131029220535791240aA maioria das mulheres e, no contexto atual da sociedade, dos homens também, preocupa-se consideravelmente com os cabelos. Contudo, diversos produtos químicos usados para manter o visual das madeixas aprumado podem prejudicar os fios no futuro se não houver parcimônia. Pensando nesse problema, o químico Rafael Pires de Oliveira desenvolveu uma metodologia que afere os danos causados por substâncias tensoativas presentes em fórmulas de variados cosméticos, especialmente xampus, dos mais baratos aos de marcas luxuosas.

A dissertação de mestrado do pesquisador da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), sob o título Degradação de cabelo causada por tensoativos: quantificação por meio da análise das soluções de lavagem por espectrofotometria UV-VIS, avalia os surfactantes (moléculas com atividade detergente responsáveis pela limpeza dos cabelos) e seu poder em provocar a perda de proteínas e de melanina, substâncias de grande importância para a manutenção dos fios. Essa fibra natural que recobre a cabeça é composta de diferentes camadas que costumam ser diretamente atingidas pelas substâncias danosas. Cutícula e córtex são as mais afetadas. A primeira é a parte mais externa do fio, enquanto a segunda reúne macrofibrilas de queratina, uma proteína fibrosa composta por aminoácidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

outubro 2021
DSTQQSS
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
Categorias