Provas do concurso do Senado foram anuladas

Uma troca de provas em quatro salas de um dos locais de realização do concorrido concurso do Senado, a Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas (Facitec), em Taguatinga, obrigou a Fundação Getulio Vargas (FGV), organizadora da seleção, a anular as avaliações de, ao menos, três cargos em todo o país

São eles: de analista legislativo para as duas especializações previstas da área de informática — análise de sistemas e análise de suporte de sistemas (que oferecem sete e três vagas, respectivamente) e para enfermagem (com cinco oportunidades). São, no total, 10.056 candidatos que farão novas provas na disputa pelas 15 vagas.

Em nota, a FGV alegou que “foi detectada insuficiência de caderno de provas em algumas salas” no período da tarde. A instituição chegou a informar que os novos exames seriam em 29 de abril, mas voltou atrás logo depois, esclarecendo que a data ainda será definida. Mais de 20 inscritos registraram ocorrência na 21ª Delegacia de Polícia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

julho 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Categorias

Jogo de empurra de Dilma e Temer

De uma maneira que chamava atenção até entre os profissionais da política, Sérgio Cabral Filho sempre se comportou como um cara simpático, jeitoso e com

Leia Mais

Bumba Meu Boi

Até recentemente, a candidatura de Luciano Huck, assim como a de Jair Bolsonaro, era tratada como foclore. Mas isso mudou: tanto num caso quanto no

Leia Mais