Promotoria Eleitoral de Caicó apura possível abuso de poder político pela Polícia Militar em Caicó

A Promotoria Eleitoral de Caicó apura denúncia do suposto abuso do poder político por parte da Polícia Militar.

É que nesta quinta-feira(16) o Comando da PM de Caicó convocou uma reunião com os policiais da cidade e da região do Seridó.

Reunião aconteceu no Centro Pastoral Dom Vagner, que foi alugado para o encontro.

À frente da reunião estavam o coronel Marcondes Pinheiro, ex-comandante da PM no Estado, e o presidente da Câmara Municipal de Parnamirim, vereador Taveira, que é candidato a deputado estadual. Taveira também é coronel da PM.

A princípio a reunião seria para coronel Marcondes e o vereador Taveira apresentarem aos policiais revólveres da marca Glock, para quem quisesse adquirir a arma.

Até aí não havia nenhum crime eleitoral, embora não seja comum policiais militares se reunirem para receberem propostas para a aquisição de armas de fogo, já que cabe ao Governo comprar os armamentos e destiná-los à PM.

Mas eis que o coronel Marcondes enveredou pela seara da política e apresentou Taveira como seu candidato a deputado estadual.

Não ficou somente aí.

Marcondes exibiu um vídeo com as imagens do governador e candidato à reeleição pelo PSB, Iberê Ferreira(PSB), e da ex-governadora e candidata ao Senado, Wilma de Faria(PSB).

Marcondes pediu abertamente votos aos policiais para Iberê e para Wilma e disse que se eles quisessem o atraso votassem nos outros candidatos, mas do contrário ajudassem à reeleger o governador e eleger a ex-governadora para o Senado.

Avisado do encontro, a Promotoria Eleitoral entrou em ação e passou a investigar o possível abuso do poder político praticado pelo coronel Marcondes e pelo Comando da PM de Caicó, que foi quem convocou a reunião com os policiais a pedido do ex-comandante da Polícia Militar do Estado.

A Promotoria Eleitoral já ouviu algumas pessoas que participaram da reunião e a administração do Centro Pastoral Dom Vagner, que foi quem alugou o local para o encontro.

Nesta sexta-feira(17), a Promotoria irá ouvir o comandante da PM de Caicó, tenente coronel Cipriano.

Após ouvir o coronel Cipriano, o Ministério Público de Caicó irá encaminhar o relatório ao procurador regional eleitoral, Ronaldo Sérgio Chaves.

A denúncia à Promotoria Eleitoral foi feita pelo Comitê 9840, seccional de Caicó.

Do blog de Oliveira Wanderley

10 respostas

  1. Robson .. é para o Promotor botar pra lascar mermo nesse Ex-Comandante que foi um dos maiores perseguidores de policiais do RN , inclusive excluindo muitos PMs que brigavam por melhorias salariais .. Robson , esse homem é um cara-de-pau , tenho certeza que o tiro vai sair pela culatra, por que tem muitos PMs que tem simpatia pelo governador Ibere , más que esse episódio lamentável desse Marcondes (Ex-comandante) e que é mais sujo que poleiro de galinha com os PMs, apenas vai desviar os votos da policia que “poderiam” ir para o governador .. eu prefiro nem olhar pra cara desse Ex-comandante.. me dar náuseas..

  2. Essa não é a primeira vez que o Cel. Marcondes faz isso, na última eleição o dito coronel reuniu todos os policiais da região para pedir votos para então governadora Wilma de Faria.

  3. ridículo episódio, mas ridículo ainda é saber que não vai dar em nada. se um PM põe um adesivo no seu carro é criticado por alguns oficiais, mas quando um ser medíucre desses vem pedir voto pra político convocam até reunião, agora me digam vcs civís, da pra levar a sério uma intituição dessas?

  4. Quero aqui parabenizar Robsom pela brilhante cobertura dessa matéria, e também por ter sido até agora um dos únicos blogs que divulgou esse episódio. O povo precisa saber do que acontece nos bastidores das Instituições que se diz séria como a PM.

  5. isso ai aposto q só vai até um tco pq todo caso grave q acontese com pms só termina em tco,o corporativismo é muito grande vamos v onde vai dar isso.

  6. PARABENS A ASSOCIAÇÃO APBMS NA PESSOA DO PRESIDENTE O CB JOAO BATISTA , PELA CORAGEM E DETERMINAÇÃO SEM TEMER REPRESÁRIAS, POIS O CEL MARCONDES PENSOU QUE FARIA COMO EM OUTROS TEMPOS E FICARIA POR ISSO MESMO MAS DESSA VEZ PEGOU UMA ASSOCIAÇÃO QUE VEM SE FORTALECENDO A CADA DIA E COM UM REPRESENTANTE ESCLARESCIDO E DESTEMIDO!

  7. Em resposta ao comentário feito por “R. Medeiros”: Não culpe a Instituição por atos praticados por agentes que maculam sua imagem. A PM/RN vem em primeiro lugar, não é um simples coronel que vai acabar com sua reputação. Puna-se os civis travestidos de militares.

  8. Medeiros, não é porque um oficial da PM estava pedindo votos para um certo candidato, que a polícia vai deixar de ser séria como diz vc, sou totalmente contra o que ele fez, mas não é por causa de um oficial que toda uma corporação pague pelo erro, sabemos que na PM existe muitos pais de família que levam muito a sério seu trababalho e arriscam diariamente a vida por pessoas como vc. Sabemos que existe coisas piores acontecendo na política, mas em se tratando da PM a coisa é bem mais complicada, é impressionante.

  9. Não se preocupem, agora os policiais que pretendiam votar em Ibere com certeza já mudou de lado.

    Esse é o típico cabo eleitoral que só faz diminuir.

  10. Bom, no meu tempo carta patente era vitalícia, ou melhor, ainda é vitalícia, entretanto o mais correto é denominar o ex-Coronel, viu seu menino?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias