Projeto determina que Polícia Federal investigue crimes contra jornalistas

policia-federal-2017-990x457

De acordo com o relatório anual da organização não-governamental Repórteres sem Fronteiras, o ano de 2016 registrou a morte de pelo menos 57 jornalistas e outros 17 colaboradores da comunicação no mundo. O Brasil ocupa o sexto lugar no ranking dos países mais violentos.

No último estudo realizado pela Federação Nacional de Jornalistas (Fenaj), em 2015, foram registrados 137 casos contra jornalistas brasileiros, desde ameaças e agressões até assassinatos. Um projeto de lei do senador Paulo Bauer (PSDB-SC), atribui à Polícia Federal a função de investigar crimes contra a vida de jornalistas (PLS 665/2015).

De acordo com Bauer, a maioria dos profissionais é assassinada por investigar ou denunciar crimes graves e de corrupção. Outra proposta em análise no Senado inclui o assassinato de jornalistas na lista de crimes hediondos (PLS 329/2016). Ambas matérias tramitam na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

novembro 2021
DSTQQSS
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930 
Categorias

Era automático

Presidente do Senado nem precisa pedir: o diplomata que o assessora é sempre promovido na carreira. Renan pediu, mas não foi atendido. Por Cláudio Humberto

Leia Mais