Procuradoria da República identifica lavagem em empréstimo de igreja à mulher de Cunha

A Lava Jato identificou um empréstimo de R$ 250 mil da Igreja Evangélica Cristo, pertencente ao radialista Oliveira Francisco da Silva, ex-deputado federal e aliado de Eduardo Cunha, para Cláudia Cruz, a mulher do ex-presidente da Câmara, preso por envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras. No pedido de prisão de Cunha, a Procuradoria da República no Paraná destaca um ‘empréstimo simulado como estratagema para lavagem de dinheiro’.

Uma resposta

  1. Essas igrejas evangélicas, que nem impostos pagam, deveriam sofrer uma “Lava jato”. Tem bicho de 666 cabeças dentro dos livros caixa desses comercios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

Macaco não olha pro rabo

O senador petista carioca do Rio Grande do Norte Jean-Paul Prates disse que “de maneira criminosa” o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) prejudica os

Leia Mais