Prefeitos do Seridó não estão interessados em encontro com Lula em Brasília

lula de ailton Prefeitos do Seridó não estão interessados em encontro com Lula em BrasíliaHaverá no próximo dia 10 de fevereiro, em Brasília, um encontro nacional dos prefeitos com o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Representantes dos municípios brasileiros vão cobrar de Lula soluções para o honrar o pagamento do novo salário mínimo – R$ 465 reais – instituído no país desde ontem, domingo, dia 1º de fevereiro.

Muitos prefeitos do Seridó reclamam que os municípios não podem pagar o reajuste.

Mas…

Nenhum está empolgado em ir ao encontro de Brasília.

É perda de tempo, disse um deles, para acrescentar: melhor ficar concentrado para brincar o carnaval em Caicó.

Pura verdade!

Só vão ouvir a choradeira de Lula: é a crise… é crise… é a crise…

A mesma que ela chamava de “marolinha”.

3 respostas

  1. Lula deve dizer que cada prefeito tem é que aprender a arrecadar, a prefeitura de Caicó deve buscar meios de potencializar a arrecadação de tributos porém veja a estrutura do setor de arrecadação, desqualificação do pessoal e a pouca vontade política para buscar o tributo do contribuinte que pode pagar. Sempre terá uma eleição pelo meio para se “manerar a barra”

  2. Apologia ao descaso deveria ser crime…como é que pode dizer que é preferivel brincar carnaval do que ir defender os interesses publicos junto a presidencia da republica,fato que ja é uma raridade um presidente preocupar se com um municipio.em relaçao ao serido,enquamto existir doentes PARTIDARIOS ESSES CORRUPTOS NAO SAIRAO DO PODER.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

Doria é um cafajeste

O Governador de São Paulo (SP) João Doria é um cafajeste. Depois de mandar todo mundo ficar em casa por causa da Pandemia do Covid-19

Leia Mais

Bota esse ladrão na cadeia!

O prédio do Instituto Lula foi pago pelo departamento de propinas da Odebrecht. Até recentemente, a Lava Jato só tinha as planilhas da empreiteira e

Leia Mais