Prefeito de Jucurutu quer cobrar pedágio na ponte

Essa quem me contou foi o médico Jares Queiroz (PSB) que já foi três vezes candidato á prefeito de Jucurutu.

Jares disse que depois do atual prefeito, Júnior Queiroz, tentar explorar os comerciantes da cidade com um aumento absurdo – O maior da estória – de 1000% de imposto sobre os alvarás de funcionamento, ele agora vem com outra.

Deseja que cada carreta que passar pela nova ponte que corta o Rio Piranhas, em Jucurutu, pague um pedágio  no valor de R$ 10 reais. São as carretas que carregam o minério de ferro extraído da Serra do Bonito. Né de lascar?

Hei! A ponte não foi nem inaugurada ainda. Minha nossa… Isso é legal? Diz Jares que ele vai encaminhar um projeto para a câmara municipal com esse objetivo. A Câmara aprovará?

Será o primeiro município do Estado a cobrar pedágio.

Em tempo: Carros pequenos já estão passando na ponte, mesmo sem ter sido inaugurada ainda.

2 respostas

  1. eh eh eh eh……tudo indica que o exemplo dos índios Yanomanes e outras tribos indígenas amazonenses está sendo copiado pelo prefeito. Por aqui índio não quer mais apito, índios só grana e muita, por isso cobram pedágio a quem transita por suas terras, por seus rios…..eh eh eh eh!

  2. É um absurdo esses impostos!!! Que isso prefeito?? Será que Nelter tem algo haver com isso?? E outra, quem souber me responda! Será que essas e,presas que tão esplorando esse ferro estão pagando os impostos em dia??? Axo que não, por isso esse pedágio…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
Categorias