Pesquisa indica vitória da extrema direita em eleições antecipadas na França

O presidente francês, Emmanuel Macron, fez uma aposta arrojada ao antecipar as eleições para a Assembleia Nacional, previstas para 2027, e convocá-las para os dias 30 de junho e 7 de julho, em dois turnos. Uma pesquisa publicada nessa segunda-feira (10) revela que, se as eleições fossem hoje, o partido de extrema direita União Nacional, de Marine Le Pen, venceria.

De acordo com a pesquisa, realizada pela Toluna Harris Interactive for Challenges, M6 e RTL, o partido eurocético e anti-imigração saltaria dos atuais 88 deputados para 235 a 265. A bancada não seria suficiente para obter maioria absoluta, que requer 289 cadeiras.

A aliança de centro liderada por Macron encolheria dos atuais 250 deputados para 125 a 155. Já os partidos de esquerda, que fazem oposição ao governo mas também não se aliam à extrema direita, passariam a somar de 115 a 145 cadeiras.

A eventual formação de um gabinete liderado pela União Nacional levaria a uma coabitação com o presidente, já que o mandato de Macron só termina em 2027. Mas mesmo que essas intenções de voto se confirmem, não é necessário que o grupo de Le Pen consiga formar governo.

CNN Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Categorias